Mulheres empreendedoras dominam setor de venda direta

Mercado tem promovido o empoderamento feminino, independência financeira e novas perspectivas profissionais para elas

Não é de hoje que as mulheres têm se destacado no mercado de vendas diretas no Brasil e no mundo. Setor que desafia as adversidades da crise e as incertezas nos cenários político e social conta com a força feminina e empodera novas empreendedoras.

De acordo com a Federação Mundial das Associações de Vendas Diretas (WFDSA), existem, mais de 103 milhões de empreendedores em todo o mundo. Desse total, a força de vendas feminina representa 75% das vendas globais. Na América Latina, por sua vez, o número sobe para 90% e conta com o mercado brasileiro, sexto maior no ranking mundial, como mola propulsora de um setor em ascensão.

Mais do que uma fonte de renda extra, as vendas diretas proporcionam flexibilidade de horários, ganhos ilimitados, independência financeira e novas perspectivas profissionais para milhões de mulheres em todo país. Trata-se da realização pessoal e da chance de trabalhar em um negócio próprio.

Dados de uma pesquisa realizada pela Rede Mulher Empreendedora (RME), com 1300 mulheres em todo o país confirmam isso. Cerca de 66% dizem trabalhar com o que gostam, enquanto 34% afirmam que empreender é realizar um sonho.

Fonte: Jornal Diário de Aparecida