Deixe a música te levar com Upbeat: as novas fragrâncias da Mary Kay

Com versões para ela e para ele, a novidade surpreende com notas vibrantes e cheias de energia

A música é um convite à celebração da vida. Como linguagem universal, ela reúne, alegra, completa e cativa, e, quando unida a um cheiro estimulante e marcante, provoca uma explosão de sentimentos, memórias e sensações. Da união dessas características nasce Upbeat, a nova dupla de fragrâncias da Mary Kay, inspiradas no estilo de vida contagiante e marcante, como a batida da música perfeita.

1 Upbeat for Her é ideal para mulheres descontraídas e descoladas, que estão sempre rodeadas de boas  energias e companhias. Essa fragrância é cativante, como o refrão de sua música favorita. Suas notas de  topo são compostas de Frutas Vermelhas e um toque de Maçã Verde. Por sua vez, as notas de corpo  combinam os perfumes florais de Jasmim Rosa, Muguet e Madressilva. Por fim, suas notas de fundo  são marcadas pela combinação amadeirada de Patchouli, Musk, Ambar e Madeira de Agar. Preço  sugerido: R$ 89,00.

Upbeat for Him traz à memória sensações de ânimo misturado com a empolgação de quando chegamos a um novo lugar, pelo qual esperávamos muito. Ideal para homens descolados e cativantes. Suas notas de topo são formuladas pela combinação do frescor da Bergamota, Mandarina e Capim-Cidreira. As notas de corpo trazem a recrescência de Gerônio, Flor de Sálvia e Pimenta. Já suas notas de fundo são ricas e marcantes, compostas por Patchouli, Musgo, Ambar e Couro. Preço sugerido: R$ 95,00.

 

Upbeat for Her está disponível em embalagem de 60 ml e Upbeat for Him de 75 ml.

 

SAC: 4003-4620 (para capitais e regiões metropolitanas)

0800 16 31 13 (para as demais regiões)

www.marykay.com.br

 

Sobre a Mary Kay

 

Produtos irresistíveis, impacto positivo na comunidade e a oportunidade de construir uma carreira independente. Por mais de 50 anos, a Mary Kay tem oferecido tudo isso. Com mais de 3 milhões de Consultoras de Beleza Independentes em todo o mundo e faturamento de 3,5 bilhões de dólares em vendas globais, a Mary Kay é uma das maiores empresas de vendas diretas e atua em mais de 35 países ao redor do mundo. Descubra o que você ama na Mary Kay. Para saber mais ou para localizar uma Consultora de Beleza Independente Mary Kay, visite o site www.marykay.com.br.

 

Informações à imprensa:

Starbrands:

Christiane Rodrigues – (11) 5090-8951 – [email protected]

Fernanda Bezerra – (11) 5090-8911 – [email protected]

2015-03-19T17:23:12-03:00março 19th, 2015|Categories: Sem categoria|

Mary Kay lança Midnight Jewels: uma edição limitada inspirada na elegância das mulheres e no universo das joias

A coleção é composta por batom, brilho labial, esmaltes e quinteto de sombras

 

Sedutoras e hipnotizantes, as pedras preciosas são certamente a paixão de grande parte das mulheres. Além de glamour, as joias trazem elegância, enquanto a maquiagem perfeita pode revelar todo o seu poder de sedução. Da combinação desses elementos, nasce a coleção Midnight Jewels Mary Kay, para consumidoras elegantes que apreciam os detalhes.

 

A coleção   

mary kay 1

Para olhos marcantes, aposte no Quinteto de Sombras Midnight Jewels. Com textura macia e aveludada, as sombras deslizam facilmente sobre a pele e oferecem cores complementares que combinam perfeitamente entre si. Podem ser acomodados Mini Estojo Compacto. Disponíveis nas versões Emerald Noir e Sapphire Noir. Preço sugerido: R$ 79,00.

mary kay 2

O Batom Semi-Matte traz sofisticação aos lábios. Sua textura suave proporciona cobertura intensa e
hidratação, com acabamento soft matte. São duas cores: Pink Moonsone e Ruby

Night. Preço sugerido: R$ 54,00.

 

mary kay 3Utilize o Brilho Labial Pearl Rose para dar mais destaque aos lábios. Sua textura suave proporciona cobertura intensa e acabamento brilhante. Preço sugerido: R$ 49,00.

 

mary kay 4

O Esmalte para Unha é um acessório que não pode faltar na produção. Com fórmula 3-free (não contém tolueno, dibutilfitalato e formaldeído), os produtos estão disponíveis em quatro cores deslumbrantes: Esmerald Noir, Night Diamond, Pearl Rose e Sapphire Noir. Preço sugerido: R$ 28,00

 

 

Dica

 Nesta temporada, os olhos marcados estão em alta. Confira uma dica para criar um esfumado tradicional e realçar o olhar. Usando o Pincel para Sombra Mary Kay, aplique sombra clara (a) na pálpebra superior, parando apenas após o côncavo. Usando o pincel Mary Kay, misture uma das tonalidades de contraste (b) no centro da pálpebra. Esfume as duas sombras, com o Pincel para Esfumar Mary Kay, em pequenos movimentos circulares, para misturar os tons completamente. Aplique uma pequena quantidade de sombra metálica (d) no canto interno e/ou no meio da pálpebra para um brilho sutil.  Finalize com delineador em gel Mary Kay® e máscara para cílios.

Capturar

 

 

SAC: 4003-4620 (para capitais e regiões metropolitanas) 

0800 16 31 13 (para as demais regiões)

www.marykay.com.br

 

 

Sobre a Mary Kay

 

Produtos irresistíveis, impacto positivo na comunidade e a oportunidade de construir uma carreira independente. Por mais de 50 anos, a Mary Kay tem oferecido tudo isso. Com mais de 3,5 milhões de Consultoras de Beleza Independentes em todo o mundo e faturamento de 4 bilhões de dólares em vendas globais, a Mary Kay é uma das maiores empresas de vendas diretas e atua em mais de 35 países ao redor do mundo. Descubra o que você ama na Mary Kay. Para saber mais ou para localizar uma Consultora de Beleza Independente Mary Kay, visite o site www.marykay.com.br.

 

Informações à imprensa:

Starbrands

Christiane Rodrigues – (11) 5090-8951 – [email protected]

Fernanda Bezerra – (11) 5090-8911 – [email protected]

2015-03-19T17:14:48-03:00março 19th, 2015|Categories: Sem categoria|

Primeiros passos na venda direta

Flexibilidade de horário é uma das vantagens

Muitas pessoas pensam em ter uma renda extra ou até mesmo um trabalho onde possam ter mais flexibilidade. Na venda direta isso pode ser possível, além de poder escolher o local onde quer trabalhar. Começar o seu próprio negócio com venda direta é simples e barato. Confira abaixo algumas dicas de como dar os primeiros passos nesse mercado:

  1. Escolha um produto que você goste de vender. Sua paixão vai brilhar se você gostar do produto e será muito mais fácil vender.
  1. As empresas associadas à ABEVD devem assinar um termo de conduta que garante a ética das empresas. Então, se você está pensando em começar na venda direta, dê uma olhada nos associados. O site da ABEVD é um ótimo lugar para começar, e você ainda pode conferir todas as empresas associadas: http://abevd.org.br/empresas-associadas/
  1. A venda direta é baseada principalmente no contato pessoal com os clientes. Portanto, você deve ser uma pessoa do povo! As pessoas são o seu maior trunfo, por isso sempre mostre respeito e esteja pronto para oferecer sua ajuda a quem precisar.
  1. Nem todas as pessoas irão te dizer “sim”. Normalmente você irá escutar mais “não”, mas isso não significa que as coisas estão indo mal. Pense nisso como uma razão para tentar um “sim”. Seja persistente.
  1. Um dos principais atrativos da venda direta é a flexibilidade que ela proporciona; 82% dos revendedores trabalham meio período, mas é você quem decide como vai trabalhar. Você pode trabalhar apenas algumas horas por semana ou em tempo integral. Escolha as horas que se adequam a você e ao seu estilo de vida.

 

2019-12-20T12:34:49-03:00março 18th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , |

A venda que vai até o cliente

Cliente SA – 17/03/2015

A venda direta, talvez, seja uma das estratégias de relacionamento entre empresa e cliente mais antigas que existe no mercado. Data do fim do século XVIII, na Inglaterra, os primeiros registros oficiais sobre esse modelo de venda, quando a editora da Enciclopédia Britânica adotou a prática do porta a porta. Já no Brasil, o processo começou em 1942, com a empresa Hermes, que implementou o conceito por meio do reembolso postal. “A venda direta é a venda por relacionamento, realizada por um vendedor autônomo que vai até a casa do cliente, ou em seu local de trabalho, para oferecer um produto e/ou serviço”, explica Roberta Kuruzu, diretora executiva da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas, ABVED.

Não apenas pelo conforto e flexibilidade que a venda direta proporciona ao cliente, uma vez que o vendedor vai até à sua casa, mas a estratégia conta ainda com a vantagem de prestar uma consultoria exclusiva e total ao consumidor sobre os produtos. “Além de conseguir atender melhor às necessidades dos clientes”, adiciona a executiva. Isso porque, pela proximidade, o vendedor é capaz de conhecer mais profundamente sobre o cliente e saber realmente o que eles desejam e como lhes atender da melhor maneira.

Apesar de 90% do volume do setor corresponder à área de produtos de beleza e bem-estar, Roberta afirma que, hoje, há muita oportunidade para as outras categorias. “O setor de moda e vestuário, além do de serviços de viagem e cursos, por exemplo, aderiram recentemente ao modelo de vendas diretas”, adiciona. Não é de hoje que os negócios têm a ciência sobre a importância que pode ter esse conceito, se bem trabalhado, uma vez que ele é embasado, principalmente, no relacionamento. E não há restrições: todo e qualquer segmento no mercado pode aderir ao modelo. “Uma das principais vantagens da venda direta é a capilaridade”, apresenta a executiva. Cada vendedor acaba por se tornar um ponto de venda, entretanto, sem a complexidade e a burocracia de se ter um ponto fixo. E o cliente acaba sendo fidelizado pelo contato direto com o revendedor, que nutre o relacionamento e aproveita sempre a oportunidade do contato para realizar uma venda. Sem contar que, muitas vezes, o revendedor também pode contar com a vantagem de já ser próximo do consumidor, um amigo ou parente, o que já possui uma fidelização pré-estabelecida.

Mas, como manter um padrão no atendimento e na qualidade, quando a empresa não possui total controle sobre os revendedores e não interferem na sua gestão própria de negócio? Segundo Roberta, as condições estão mais ligadas aos produtos e à qualidade que eles possuem. “Na ABEVD, por exemplo, essas condições comerciais e de proteção ao consumidor estão estabelecidos por meio dos Códigos de Ética do setor. Além disso, as empresas associadas assumem o compromisso de oferecer encontros de negócios e/ou treinamentos com relação aos produtos para que o vendedor direto se capacite cada vez mais”, afirma ela.

Sem contar também que é preciso estabelecer claramente os limites, para que assim haja uma apresentação efetiva dos produtos e serviços e não apenas o vendedor conquiste o cliente, mas a marca também. “Nenhum vendedor pode atribuir qualidades ou características ao produto diferentemente daquelas atribuídas pelas empresas.” É a maneira de ter segurança durante o processo e ainda contar com a certeza de poder abranger a base de clientes e fidelizá-los de maneira mais próxima, na porta de sua casa.

2019-12-20T12:53:40-03:00março 17th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: |

Confira dicas para trabalhar com a venda direta

O setor que tem conquistado cada vez mais pessoas, também tem empresas investindo

Se você está pensando em entrar para este mercado há várias empresas que possuem produtos de seu interesse e que podem ainda trazer uma renda extra. Confira abaixo algumas dicas sobre como começar!

1. Procure trabalhar com empresas que possuam produtos úteis para o seu dia a dia ou que você tenha algum interesse;

2. Antes de comercializar os produtos, use-os! Além de dar legitimidade ao seu negócio, você irá economizar dinheiro e poderá falar da qualidade dos produtos que vende, pois será um consumidor também;

3. Caso queira aumentar as suas opções de venda, procure por empresas que poderão complementar o portfólio de produtos que você já representa. Ao fazer isso, será possível aumentar seu potencial de ganhos sem prejudicar o seu negócio principal;

4. Lembre-se: ninguém poderá exigir exclusividade de você e é possível divulgar e vender produtos de mais de uma empresa;

5. Uma vez por semestre, faça uma pesquisa de mercado para saber se os preços dos seus produtos estão competitivos;

6. Caso você não tenha uma loja ou um centro de distribuição perto da sua casa, uma recomendação é combinar com os clientes que as entregas serão concentradas num período do mês. Assim, os custos para que você busque ou receba os produtos na sua casa terão um menor impacto sobre o seu negócio. Lembre-se que como qualquer negócio é preciso controlar as despesas.

2019-12-20T12:35:01-03:00março 17th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

Saiba como fidelizar os seus cliente

Autora mostra como é possível ter sucesso na hora de reter compradores

livro_como_reter_e_fidelizar_clientes

Com o surgimento de novas ideias e de novas tecnologias, o mercado vai se tornando mais competitivo e os clientes conseguem buscar o que procuram em qualquer lugar.

Para se destacar nesta busca, o primeiro passo a ser tomado é encontrar novas formas de manter a lealdade dos clientes já existentes. No livro Como Reter e Fidelizar Clientes, a autora Jane Smith mostra como é possível ter sucesso na conquista e manutenção de um cliente.

 

2019-12-20T12:35:09-03:00março 16th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , |

A flexibilidade de trabalhar de casa

As novas tecnologias colaboraram não só com o trabalho no escritório como também para quem atua com venda direta

O avanço da tecnologia, com destaque para a internet, proporcionou às pessoas uma maior flexibilidade no trabalho. Com os últimos avanços, é cada vez mais natural conhecer pessoas que já conseguem tirar um dia da semana para trabalhar de casa, mas esse tipo de flexibilidade além de possuir benefícios, também carrega grandes desafios.

Para se trabalhar com venda direta, é preciso ter disciplina e muita responsabilidade. Confira algumas dicas para ter foco e não desviar a atenção do seu trabalho:

  1. Escolha e mantenha um horário regular

A maioria das pessoas que trabalham de casa costumam ter dificuldades de se organizar com o horário, e muitas vezes trabalham pouco em um dia e demais no seguinte. Algumas interrupções não podem ser evitadas, como ligações de clientes, entregas que devem ser feitas no dia; obrigações diárias também interferem, especialmente se as crianças estiverem em casa durante o dia todo. Uma dica é fazer uma agenda com o que tem de fazer no dia e se prender a ela. Se tiver programado visitar quatro clientes, faça o possível para cumprir.

  1. Planeje e estruture o seu dia

O bom de ter um horário mais flexível é que você pode se organizar de acordo com a sua produtividade. Por exemplo, se você está mais disposto na parte da manhã, deixe essa hora para marcar reuniões ou realizar os pedidos.

  1. Vista-se para impressionar

Mesmo que você fique em casa o dia todo e não saia para visitar clientes, ficar de pijamas enquanto trabalha não é um bom hábito. A forma como se veste afeta você psicologicamente. Tomar café da manhã, escovar os dentes e se vestir faz com que as pessoas se sintam mais confiantes.

  1. Reserve um espaço da casa para ser o seu local de trabalho

Tente trabalhar no mesmo lugar todos os dias. Não importa onde seja, no quarto, na sala, na mesa de jantar. O espaço escolhido deve funcionar efetivamente para você e para o trabalho.

  1. Faça intervalos

Programe-se para fazer algumas pausas ao longo do dia. Levante-se da mesa, estique-se ou até mesmo ande pela casa. É importante também fazer pausas para as refeições.

  1. Evite distrações

Quando se trabalha em casa há sempre algo para nos distrair. Tente deixar as coisas de casa, como roupas e louças para lavar, quando tiver terminado o seu trabalho. Evite distrações também, como passar muito tempo na internet buscando assuntos que não tenham a ver com o seu trabalho.

 

2019-12-20T12:35:18-03:00março 13th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Como investir na venda direta

Conheça melhor o modelo de negócio

O que é venda direta?

É um sistema de comercialização de produtos e serviços que tem como base o relacionamento fora de um estabelecimento comercial fixo. Além de vender, o revendedor também presta consultoria para o cliente.

Modalidade

Porta a porta: o revendedor apresenta os produtos na casa, local de trabalho ou lugar escolhido pelo consumidor

Catálogo: o revendedor deixa o catálogo, ou folheto, com o consumidor e no dia combinado passa para retirar o pedido

Party plan: o revendedor promove uma pequena reunião na casa de um consumidor para mostrar os produtos

Vantagens da venda direta

Para o revendedor: pode ser uma fonte alternativa de renda, aberta a qualquer pessoa. É possível trabalhar em horários flexíveis e os ganhos dependem somente da dedicação.

Para as empresas: há o potencial de expansão do alcance geográfico dos produtos comercializados.

Para o consumidor: além do atendimento personalizado, o cliente pode obter informações detalhadas e até experimentar o produto.

 

2019-12-20T14:05:41-03:00março 12th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Autonomia na Venda Direta

Novas tecnologias ajudam revendedores na hora de conquistar os clientes

Ao invés de abrir uma loja e ter que se preocupar com estrutura e gastos fixos, como aluguel e mão de obra, por que não ir direto ao cliente? Esse é um dos principais diferenciais proporcionados pela venda direta. Além dos aspectos financeiros, este modelo de negócio se encaixa, perfeitamente, ao desejo do consumidor, que a cada dia busca mais praticidade.

A venda direta se popularizou no Brasil com a venda de cosméticos – produto que ainda domina o mercado no país -, mas outras categorias começam a se interessar pelo setor. De acordo com Roberta Kuruzu, diretora-executiva da ABEVD, entre os principais desafios da venda direta está tornar a marca conhecida para atrair clientes e fidelizar vendedores.

Como os profissionais de venda direta são autônomos, eles costumam trabalhar com produtos diferentes. “A sacola do revendedor é concorrida por todas as empresas. É preciso convencê-lo de que o produto é bom e os ganhos serão maiores para que ele queira depois oferecer ao cliente”, comenta Roberta. As empresas também precisam ter cuidado de entregar para o revendedor o pedido correto e no tempo combinado, garantindo um bom nível de serviço. Caso contrário, a pessoa está livre para fazer parceria com outra empresa.

Tecnologia a favor

A internet se tornou uma ferramenta poderosa de relacionamento. Hoje, o revendedor consegue marcar vários encontros, e, graças às redes sociais, ele consegue se relacionar com mais pessoas e aumentar seus negócios. Geralmente as empresas já oferecem um pacote de comunicação para facilitar o trabalho de distribuição de posts na rede.

As novas tecnologias podem ajudar a atrair um novo perfil de revendedor: jovens que lidam bem com os meios digitais. Porém, não deve haver uma migração total da força de venda para a internet, pois o contato com as pessoas é importante. O cliente gosta de sentir o cheiro e a textura para se convencer a comprar.

 

2019-12-20T14:05:42-03:00março 12th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , |

Empresas buscam jovens para atuar no segmento

Diário do Nordeste – 08/03/2015

Para a Associação Brasileira das Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) a venda direta é cada vem mais tendência. “Hoje muitas pessoas deixam o mercado de trabalho para ter mais equilíbrio na vida pessoal e passam a empreender na venda direta. Além de mulheres de todas as faixas etárias terem este tipo de iniciativa, há também jovens que querem uma vida mais flexível e mais equilibrada. Outra tendência, em função da digitalização, é que muitas empresas buscam atrair jovens com mais habilidade em tecnologia e que se relacionam nas redes sociais para vender seus produtos e serviços a partir desse relacionamento na internet”, comenta a diretora executiva da associação, Roberta Kuruzu.

Outro ponto atrativo da venda direta é a possibilidade de evolução profissional nessa carreira. “Cada vez mais surgem oportunidades com o ingresso de novas empresas que passam a distribuírem seus produtos em nosso canal. Atualmente, mais de 90% distribuem produtos de beleza e bem estar, o que significa que há quase 100% de possibilidades para outros produtos e serviços”, afirma.

Concorrência

Conforme a executiva, com a concorrência acirrada e necessidade de estar em vários canais de vendas ao mesmo tempo, cada vez mais, empresas tradicionalmente varejistas estão aderindo àsvendas diretas e aumentando ainda mais a concorrência.

“A categoria de produtos relacionados à saúde e nutrição é a segunda mais relevante no canal. Além disso, tivemos o ingresso recente de uma grande empresa varejista de moda, assim como revendedores de eletroeletrônicos, serviços de passagens aéreas, hospedagem e serviços de educação”, acrescenta a diretora.

Outras possibilidades

Além da tendência de mais empresas passarem a distribuir nesse canal, ela lembra que há também modelos de negócios de “marketing multinível”, que permitem o ganho em rede. “Ou seja, além de comprar com desconto e vender com lucro, o profissional tem a possibilidade de capacitar outras pessoas para venderem em rede e lucrar junto com elas. Já existe até um sistema de gestão on line oferecido por empresas, contendo relatórios e permitindo o controle de ganhos financeiros com a rede”, informa Kuruzu.

Mesmo garantindo que a venda direta representa um “modelo vencedor” de negócio, a executiva lembra que a atividade exige investimento por parte das empresas que desejem aderir a esse canal, “principalmente em logística”, reforça. “A penetração e a logística são pontos bem importantes para ser estudado pelas empresas. Cada vendedor é uma loja, e corresponde a um leque de oportunidades, que permite ampliar o negócio de forma muito mais rápida e fácil”, diz.

Associadas

Dentre as 56 empresas associadas à ABEVD, estão empresas que comercializam moda, acessórios, cosméticos, artigos domésticos, alimentos congelados, produtos de cuidados pessoais e limpeza, suplementos, livros, produtos para pet, cursos online, dentre outros.

2019-12-20T12:53:46-03:00março 8th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|
Ir ao Topo