Início/2018/novembro

O 13º salário chegou? E agora?

Setor de Vendas Diretas é opção segura e confiável para quem quer investir

 As empresas têm até esta sexta-feira, 30 de novembro, para pagar a 1ª parcela do 13º salário aos funcionários. De acordo com dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), R$ 211,2 bilhões devem ser injetados na economia brasileira até dezembro, o equivalente a cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Em outro levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) 27% dos brasileiros disseram que querem poupar ou investir o 13º salário neste final de ano.

Democrático e diversificado, o setor de vendas diretas é uma opção segura e confiável para quem ainda não decidiu o que fazer com a grana extra. Formado por empresas reconhecidas nos mercados nacional e internacional, o setor é a oportunidade perfeita para quem quer ampliar os ganhos e fazer render o valor do 13º salário.

Com a flexibilidade de horários e sem chefe entre os benefícios, as vendas diretas proporcionam rendimentos de acordo com esforço realizado única e exclusivamente pelo empreendedor independente.

Em muitos casos, os profissionais iniciam no setor apenas para complementar a renda, mas com o passar do tempo fazem da atividade a principal fonte do orçamento familiar.

“Investir o 13º salário no setor de vendas diretas é uma alternativa para quem busca uma opção segura no mercado. Vale ressaltar que o rendimento dependerá do esforço de cada empreendedor, mas há inúmeras oportunidades a serem exploradas”, explica Adriana Colloca, presidente executiva da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD).

Para conhecer mais sobre o setor de vendas diretas e a ABEVD, cadastre-se em nossa Newsletter: https://bit.ly/2E75FB4.

2019-12-20T14:47:23-03:00novembro 29th, 2018|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Convenção Internacional Hinode 2018 reunirá 45 mil pessoas no Allianz Parque

Empresa que nasceu há 30 anos em uma garagem na Zona Norte de São Paulo fecha o estádio para realizar a maior convenção de marketing multinível das Américas

O Grupo Hinode inova mais uma vez e realiza o maior evento de marketing multinível das Américas: a Convenção Internacional Hinode 2018. A expectativa é receber 45 mil pessoas no estádio Allianz Parque – entre consultores e franqueados da marca, além da família Rodrigues, proprietária do negócio -, que pela a primeira vez abre as suas portas para um evento corporativo. A convenção será nos dias 15 e 16 de dezembro e marca os 30 anos de história da multinacional brasileira.

“Temos o desafio de nos superar a cada ano, de fazer melhor a cada dia. É com muita satisfação que vamos celebrar os 30 anos da nossa trajetória no Allianz Parque e transmitir a força e o sólido crescimento da companhia”, afirma Sandro Rodrigues, presidente-executivo do Grupo Hinode. “Essa convenção irá coroar o sucesso da empresa, que começou na garagem da casa da minha família. Tenho muito orgulho do que construímos e de dividir o nosso sucesso com milhares de famílias de todo o Brasil e de outros países da América do Sul”, conta Rodrigues.

Os números do evento impressionam. Serão 140 mil toneladas de equipamento de iluminação e audiovisual, 16 horas de programação entre palestras, apresentações e treinamento, mais de 3 mil profissionais envolvidos e 40 carretas para transporte de materiais. O palco terá 800m² e será o primeiro em formato 360° no Allianz Parque.

“Faz parte da estratégia de negócio da empresa fidelizar seus consultores ao investir em integração, formação e treinamento. Para isso, realizamos convenções desde 2013 nas quais já reunimos mais de 260 mil pessoas e reconhecemos mais de 22 mil profissionais de alta performance em nossas convenções”, destaca Eduardo Frayha, vice-presidente de vendas. Na convenção deste ano, serão reconhecidos 700 consultores pelos bons resultados e, entre as premiações, bonificação em dinheiro, mais de 45 carros e 80 viagens.

A estratégia do Grupo Hinode está pautada na convergência única entre três modelos de negócio: venda direta, marketing multinível e franquias. O grupo atua nos setores de beleza, perfumaria, higiene pessoal e bem-estar. São mais de 600 produtos disponíveis no portfólio da marca e serão lançados ainda mais produtos durante a Convenção Internacional Hinode 2018. A abertura do evento no domingo será feita pelo carioca Ricardo Bellino, empreendedor serial cuja trajetória profissional será tema do documentário ‘O Acelerador de Pessoas’. O início do documentário será gravado no palco do Allianz Parque. Bellino é autor dos livros: ‘O Poder das Ideias’, ‘Sopa de Pedra’, ‘3 Minutos para o Sucesso’, ‘Midas e Sadim’ e ‘Escola da Vida’.

CONVENÇÃO INTERNACIONAL HINODE 2018 EM NÚMEROS

Horas de programação: 16h

Número de lançamentos:  60 itens

Número de premiações: 700

Número de profissionais envolvidos: mais de 3 mil

Quantidade de carretas com material cenográfico: 40 carretas

Toneladas de equipamentos de iluminação e audiovisual: 140 mil toneladas de equipamento

Palco: 800m². O primeiro em formato 360° no Allianz Parque.

Tempo de preparação: Mais de um ano de organização

Fonte: Hinode

No Mês da Consciência Negra, Avon lança filme com reflexão sobre o Afrofuturismo

 O movimento, que desenha a visão de jovens negros sobre aquilo que acreditam e desejam para suas realidades e próximas gerações é tema da obra produzida por equipe majoritariamente negra, em parceria com o coletivo MOOC – grupo formado por oito jovens negros de periferias de São Paulo que trabalham para expressar o lifestyle de suas comunidades por meio da arte

No mês do Dia da Consciência Negra, a Avon lança reflexão inédita no Brasil sobre Afrofuturismo, movimento pluridisciplinar que retoma o passado da perspectiva negra, para reconhecê-lo no presente e ser capaz de construir um futuro inspirador. Idealizado no início dos anos 60, representa a visão de jovens negros acerca daquilo que acreditam e desejam para suas realidades e para as próximas gerações. A obra, gravada em Paraisópolis, periferia da zona sul de São Paulo, entra no ar a partir do dia 10 de novembro nas redes sociais oficiais da marca – Youtube, Instagram e Facebook, além da plataforma própria de conteúdo E Aí Tá Pronta. Os vídeos terão duas versões, narradas em português e em iorubá, língua africana.

Com propostas futuristas, o trabalho, que é uma criação do HUB Avon (J. Walter Thompson, Mutato e iCherry) e do 20/20 (primeiro programa de inclusão racial da publicidade brasileira, que pretende contar com 20% do quadro de funcionários completo por negros em cargos estratégicos até 2020), junto ao coletivo MOOC (Movimento Observador Criativo) – grupo que integra o núcleo de diretores da Conspiração e é formado por oito jovens negros de periferias de São Paulo, que trabalham para expressar o lifestyle de suas comunidades por meio de música, moda, literatura, cinema e arte – traz propostas futuristas. Saem os clássicos étnicos para dar lugar a uma visão mais atual e necessária. Dividido em cinco temas – afetividade, ressignificado, ancestralidade, corpo, futuro e ubuntu, que é filosofia africana baseada no reconhecimento do ser a partir do coletivo em que está inserido-, o vídeo traz elementos diversos para propor discussões sociais a partir de cada um dos contextos.

Os personagens do filme, entre elas uma revendedora da marca, vestem roupas inspiradas no brilho e na alfaiataria tão usada, apesar de pouco comentada, da África. Esses elementos também são vistos na maquiagem, propondo ressaltar os traços e tons de pele, ao invés de minimizá-los, como historicamente feito. A música, criada exclusivamente pelo artista brasileiro JLZ, traz a batida eletrônica do afrobeat.

“Buscamos reforçar uma premissa que sempre esteve conosco: sermos o sonho dos nossos ancestrais. Sem ser óbvio na escolha das referências, mas entendendo nossa história e realidade, mirando como e onde queremos chegar. Estar com uma marca como a Avon, que reflete em suas comunicações a diversidade brasileira, é ter a chance de levarmos nossa mensagem a mais pessoas”, diz Lídia Thays, integrante do MOOC.

“Criar espaço e reforçar a normalização da diversidade é premissa trabalhada todos os dias interna e externamente por nós na Avon. Dentre tantos orgulhos que carregamos em nossa história, está o de ser a primeira marca de beleza a colocar mulheres negras, a atriz Camila Pitanga e cantora Karol Conká, como protagonistas de campanhas nacionais em TV aberta. Por isso, como caminho natural, propor esta reflexão no mês que marca o Dia da Consciência Negra é sedimentar todas as conquistas até aqui e também mostrar a todos o futuro que queremos construir”, diz Juliana Barros, diretora executiva de marketing de Avon no Brasil.

 MANIFESTO DA CAMPANHA

Hoje eu tenho o meu lugar.

Eu me pertenço, pertenço a uma cultura, a um povo.

A liberdade passeia entre nós.

Porque fomos mais que correntes e dores.

A ancestralidade é a força que nos guiou.

Sou o futuro sonhado por eles.

Tomamos o nosso trono.

Hoje somos reis e rainhas.

Meu povo ascendeu, prosperou, se multiplicou.

Somos tão plurais, quanto individuais.

Hoje entendo a importância do meu passado, da minha história.

Precisei me conhecer para traçar um futuro.

E ele já está aqui, no sorriso, na alegria no resgate: UBUNTU.

E que continue sendo meu futuro, nosso futuro, um afrofuturo.

 

Sobre Mooc

Responsável por ampliar a voz da rua, o coletivo MOOC (Movimento Observador Criativo) faz parte do time de diretores da Conspiração e busca imprimir uma nova identidade ao jovem negro. É do grupo a direção criativa de Carne Negra, projeto de clipe e documentário que faz um paralelo entre as trajetórias da cantora Elza Soares e da judoca Rafaela Silva. Criado pela Conspira+  para o Dia da Consciência Negra com o apoio do Bradesco, teve o maior  engajamento da história do banco no YouTube. O Mooc trabalha frequentemente na construção de produções e projetos criativos que valorizem e dialoguem com a diversidade, tendo realizado parcerias com marcas. Formado pela junção de outros 3 coletivos ligados a comportamento, o MOOC (Movimento Observador Criativo) é feito pelo talento e história de oito artistas, que juntos viram a chance de multiplicar os seus talentos em grupo. E entenderam que a voz de 8 é muito mais forte do que a voz de 1. Um encontro feito pela vida, pela ânsia de realização e, principalmente, pelo inconformismo. E não são  regados simplesmente pela diversidade, mas pela representatividade.

 

FICHA TÉCNICA

Título: Afrofuturo

Agência: J. Walter Thompson Brasil, Mutato e Icherry

Agência PR: Soko Crafting Connections

Cliente: AVON

Produto: Color

CCO: Ricardo John

ECD: Cassio Moron e Rodrigo Da Matta

Direção de Criação: Danilo Janjacomo e Renata Leão

Head of Art: Talita Cardozo

Heads de Mídia: Giovanna Venturelli

Redator: Julia Machado, Vinicius Raft, Thamara Pinheiro, Ariane Polvani e Clecius Gonzaga

Diretor de Arte: José Oliveira, Dandara Hahn e Luiz Pulcini

Diretora de conteúdo: Bibiana Saldanha

Conteúdo: Jéssica Gomes

Head of Global Business: Larissa Zucatelli

Atendimento: Mariana Franco, Patricia Barbosa e Kleber Filho

Mídia: Vanessa Pupato, Natália Komatsu, Naraiane Fronza, Iuri Borges, Ariane Pires e Diego Santelices

Planejamento: Annelize Conti e Renan Damascena

Produção RTV: Maisa Delgado e Marisa Toledo

Cliente: Juliana Barros, Rafaella Gobara, Andrea Echeverri, Lucas Fajardo, Eric Mizuno, Wanderlei Biancao e Miguel Marsicano

Produtora: Conspiração Filmes

Direção Criativa: Mooc

Diretor de Fotografia: João Pádua

Vice Presidente de Publicidade e Marcas: Cristina Lopes

Produtora Executiva: Milena Trindade

Atendimento: Marina Dodi

Assistente de Atendimento: Gabi Leite

Coordenador de Produção: Larissa Luisi

Assistentes de Coordenação: Vinicius Arantes e Bruna Brito

Diretor de Produção: Tarcila Villa

Assistente de Produção: Bernie Wallbenny

Direção de cena : Louis Rodrigues, Raphael Fidelis

Assistente de Direção: Marcela Daud

Diretor de Arte: Vinni Tex, Lydia Thais

Produtor de Figurino: Suyane Ynaya

Produtor de Elenco: Kevin David

Maquiagem: Dani daMata

Cabelo: DivaGreen

Fotógrafia Still: Pedro Nasser / Catarina Martins

Making of fotos: Fábio Freitas

Editor: Fernando Freitas

Coordenador de Pós-Produção: Junior Braz

Finalização: Marcelo Barbosa

Supervisor de Efeitos: Ricardo da Costa / Luis Tadeu

Artistas de Composição: Ricardo da Costa / Luis Tadeu

Motion Designer: Guilherme Valente

Produtor musical: JLZ

Mixagem e finalizacão: Liquo Audio

Atendimento: Felipe Engel

Fonte: Avon

 

2019-12-20T15:06:16-03:00novembro 29th, 2018|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , , |

CAPES e Natura entregam Prêmio de Excelência em Pesquisa Científica

Dois estudantes irão receber o Prêmio CAPES/Natura Campus de R$ 25 mil por trabalhos científicos desenvolvidos em biodiversidade e conservação

A CAPES e a Natura Cosméticos divulgam na próxima sexta-feira (30) o resultado do Prêmio CAPES/Natura Campus de Excelência em Pesquisa, na sede de Inovação da Natura, em Cajamar (SP). Cinco finalistas concorrem em duas áreas: Biodiversidade e Conservação.

O melhor trabalho em cada uma das áreas receberá R$ 25 mil. O objetivo é estimular a pesquisa e a produção de artigos científicos de alto impacto acadêmico nas áreas de sustentabilidade e biodiversidade. Além do valor em dinheiro, cada um dos premiados receberá passagem aérea e diária para comparecer à cerimônia de premiação. Também serão entregues certificados para os autores e o programa de pós-graduação e pesquisa de onde se originou o artigo vencedor.

Na área de Biodiversidade, são duas finalistas: A engenheira química pela UFRJ, Isabelle Cândido de Freitas, com experiência em petróleo e gás, e Priscilla Siqueira Melo, doutora em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela USP, que atua com resíduos agroindustriais.

Três são os finalistas do prêmio na área de Conservação. Um deles é Andrés Maurício Caraballo Rodríguez, mestre e doutor em Ciências pela USP, em Ribeirão Preto, que investigou as interações microbianas entre microrganismos endofíticos, que vivem no interior de uma planta sem causar doença a ela. Outro é Felipe Hernandes Coutinho, doutor em Genética pela UFRJ, com experiência na área de biologia molecular. O terceiro, Felipe Valença Pereira, pós-doutor pela USP, desenvolve pesquisas relacionadas à imunobiologia tumoral e desenvolvimento de linfócitos.

Serviço:

Prêmio CAPES/Natura Campus de Excelência em Pesquisa

Local: Sede de Inovação da Natura – Cajamar (SP)

Data: 30/11, sexta-feira

Imprensa: Fazer o credenciamento no endereço: [email protected]

Programação:

12h30 – Abertura

– Roseli Mello – Diretora de Inovação Natura

– Abilio Baeta – Presidente CAPES

12h50 – Painel “Ciência e biodiversidade brasileira: rotas para valoração e conservação”

– Sandra P. Zanotto

Doutora em Química pela UFSC e fundadora da Amazon Doors, empresa que facilita o acesso a cadeias de suprimentos de matérias-primas da sociobiodiversidade

– Maria Angela Meireles

Docente na UNICAMP, é sócia e diretora da Bioativos Naturais, vice-presidente da SBCTA e editora associada do periódico Food Science and Technology de Campinas

– Iguatemi Costa

Gerente Científico da Natura e responsável pela estratégia de inovação no uso sustentável de ingredientes naturais pela empresa

– Mediação: Eliane Trindade

Jornalista e Editora do Prêmio Empreendedor Social, da Folha de S. Paulo, principal concurso de empreendedorismo socioambiental na América Latina

14h10 – Premiação aos finalistas e vencedores

14h20 – Encerramento

Fonte: Natura

2019-12-20T15:06:16-03:00novembro 28th, 2018|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

23º Prêmio Avon de Maquiagem

A única premiação do Brasil dedicada exclusivamente aos profissionais de maquiagem do país chega à sua 23º edição.

Em mais de duas décadas, o evento acompanhou o desenvolvimento do mercado no Brasil e contribuiu para a valorização do maquiador como artista.

Este ano foram dividias 6 categorias: Artes Performáticas, Audiovisual, Editorial, Maquiador Revendedor, Publicidade e Social.

Para saber quem foram os finalistas desta edição, acesse premioavon.com.br e confira os talentos que mais se destacaram.

Fonte: Avon

2019-12-20T15:06:17-03:00novembro 26th, 2018|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , |

Natura e Rede Asta fecham parceria com apoio da FARM

Retalhos da produção da FARM são transformados por artesãs em bolsas e nécessaires exclusivas, que serão vendidas nas lojas próprias da Natura

A partir desta semana, as lojas próprias da Natura iniciam as vendas de bolsas e nécessaires artesanais desenvolvidas pela Rede Asta, negócio social que atua na transformação de artesãs em empreendedoras e de resíduos em produtos. A ação ajuda a desenvolver o empreendedorismo feminino e estimula a reutilização de sobras de tecido que seriam descartadas no meio ambiente.

As sobras de corte dos tecidos da FARM foram transformadas em novos produtos com estampas únicas e exclusivas da marca, que estarão disponíveis até o dia 26 de dezembro ou enquanto durarem os estoques. Nas compras acima de R$ 300 feitas nas lojas próprias da Natura, o consumidor poderá adquirir uma nécessaire por R$ 9,90 ou uma bolsa por R$ 19,90. Para a FARM, este projeto se encaixa perfeitamente na plataforma RE-FARM, onde a marca se propõe a dar vida nova às suas sobras têxteis. “A Natura é uma empresa que tem como objetivo gerar impacto social, econômico e ambiental positivo. Por meio dessa parceria, buscamos estimular a conscientização das pessoas sobre a importância da economia circular e da economia consciente, ao mesmo tempo em que oferecemos itens que complementam nosso portfolio de presentes para este Natal”, explica Paula Andrade, diretora de Varejo da Natura.

A Rede Asta e a Natura são empresas BCorp, certificação internacional dada às empresas que associam crescimento econômico à promoção do bem-estar social e ambiental. A FARM, por sua vez, faz parte do Grupo Soma, que tem como objetivo diminuir o impacto socioambiental negativo da indústria da moda.

Fonte: Natura

CARTA ABERTA AO PRESIDENTE ELEITO, MINISTROS INDICADOS E ÓRGÃOS DE ESTADO

A ABEVD ao lado de outras 75 entidades de classe, inclusive a CNI (Confederação Nacional da Indústria), é signatária de carta enviada ao presidente eleito Jair Messias Bolsonaro sobre o impacto negativo do tabelamento de frete na economia brasileira.

Leia abaixo a íntegra da carta enviada ao novo governo.

TABELA DO FRETE IMPACTA CADEIA DE ABASTECIMENTO, PREÇO DOS ALIMENTOS E É ENTRAVE PARA PLANOS DE CRESCIMENTO E GERAÇÃO DE EMPREGOS

Senhor Presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro, e equipe do futuro governo:

“É sempre bom não haver tabelamento.” Quando o Brasil enfrentou a hiperinflação nos anos 1980, o governo tomou a equivocada decisão de tabelar preços no país. Não deu certo, e a sociedade brasileira pagou um preço elevado com desemprego, baixa competitividade, desabastecimento de produtos e alto custo de alimentos.

A Tabela de Fretes (Lei 13.703/18), medida que foi tomada de forma apressada, sem o devido debate com a sociedade e avaliação de suas consequências para a economia, traz, 30 anos depois, esse fantasma de volta para a sociedade brasileira.

É sempre bom não haver tabelamento, pois o tabelamento representa aumento de 100% no custo de transporte e inflação nos alimentos. Com isso, o custo de vida da população aumentará, assim como o custo de produção, o que desestimulará o setor produtivo a investir e gerar empregos.

É sempre bom não haver tabelamento, pois ele gera insegurança jurídica e desrespeita a Constituição. São mais de 60 questionamentos judiciais contra a tabela de fretes, inclusive no Supremo Tribunal Federal (STF), além do questionável processo de regulação proposto pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que não respeitou prazos e passará a multar empresas antes mesmo de definir as regras que devem ser obedecidas sobre a tabela de fretes.

É sempre bom não haver tabelamento porque os mais credenciados especialistas afirmam que ele não soluciona os problemas de transporte, infraestrutura e logística no país, apenas os acentua sem fornecer nenhuma melhoria para o futuro. É sempre bom não haver tabelamento, pois ele atrapalha a competitividade da economia brasileira ao aumentar a burocracia e os custos dos produtos brasileiros para os mercados domésticos e internacionais. Isso atrapalhará, em especial, as exportações de produtos de maior valor agregado, que ficarão mais caros do que seus concorrentes internacionais, e impedirá que mais recursos estrangeiros venham para o Brasil.

As entidades signatárias desta carta querem que o Brasil cresça, gere empregos, aumente suas exportações e se torne cada vez mais competitivo no mercado internacional. Para isso, “é sempre bom não haver tabelamento”.

Depositamos nossa confiança no novo governo e nas instituições de Estado para que esse gravíssimo equívoco seja corrigido com a mesma urgência que o Brasil tem em voltar a crescer.

Sem mais, agradecemos a atenção, confiantes na melhor decisão.

ASSOCIAÇÕES SIGNATÁRIAS

ABAG – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO AGRONEGÓCIO
ABAL – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO ALUMÍNIO
ABBA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA BATATA
ABCP – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CIMENTO PORTLAND
ABCS – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS CRIADORES DE SUÍNOS
ABCZ – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES DE ZEBU
ABEVD – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE VENDAS DIRETAS
ABIA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DA ALIMENTAÇÃO
ABIARROZ – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DO ARROZ
ABIEC – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNE
ABIFUMO – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DO FUMO
ABIMAPI – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DE BISCOITOS, MASSAS ALIMENTÍCIAS E PÃES & BOLOS INDUSTRIALIZADOS
ABIOVE – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DE ÓLEOS VEGETAIS
ABIPLA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DE PRODUTOS DE LIMPEZA E AFINS
ABIQUIM – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA QUÍMICA
ABIR – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DE REFRIGERANTES E DE BEBIDAS NÃO ALCOÓLICAS
ABIT – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA TÊXTIL E DE CONFECÇÃO
ABITRIGO – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDUSTRIA DO TRIGO
ABPA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PROTEÍNA ANIMAL
ABPO – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO PAPELÃO ONDULADO
ABRA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECICLAGEM ANIMAL
ABRABE – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE BEBIDAS
ABRAFRIGO – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FRIGORÍFICOS
ABRAMILHO – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS PRODUTORES DE MILHO
ABRAPA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS PRODUTORES DE ALGODÃO
ABRASS – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS PRODUTORES DE SEMENTES DE SOJA
ABRINQ – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS FABRICANTES DE BRINQUEDOS
ACEBRA – ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS CEREALISTAS DO BRASIL
ACRIMAT – ASSOCIAÇÃO DOS CRIADORES DE MATO GROSSO
AENDA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS DEFENSIVOS GENÉRICOS
AGROBIO – ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS DE BIOTECNOLOGIA NA AGRICULTURA E AGROINDÚSTRIA
ALCOPAR – ASSOCIAÇÃO DE PRODUTORES DE BIOENERGIA DO ESTADO DO PARANÁ
AMPA – ASSOCIAÇÃO MATO-GROSSENSE DOS PRODUTORES DE ALGODÃO
ANDEF – ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE DEFESA VEGETAL
ANEA – ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS EXPORTADORES DE ALGODÃO
ANEC – ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS EXPORTADORES DE CEREAIS
ANUT – ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS USUÁRIOS DO TRANSPORTE DE CARGA
APROSMAT – ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DE SEMENTES DE MATO GROSSO
APROSOJA MS – ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DE SOJA DE MATO GROSSO DO SUL – MS
APROSOJA BR – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS PRODUTORES DE SOJA
APROSOJA MT – ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES DE SOJA E MILHO DO ESTADO DE MATO GROSSO
BIOSUL – SINDICATO DA INDÚSTRIA DA FABRICAÇÃO DO ÁLCOOL DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
CBIC – CÂMARA BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO
CECAFÉ – CONSELHO DOS EXPORTADORES DE CAFÉ DO BRASIL
CERVBRASIL – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DA CERVEJA
CITRUS BR – ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS EXPORTADORES DE SUCOS CÍTRICOS
CNC – CONSELHO NACIONAL DO CAFÉ
ELETROS – ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS FABRICANTES DE PRODUTOS ELETROELETRÔNICOS
FAEP – FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA DO ESTADO DO PARANÁ
FAESP – FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA DO ESTADO DE SÃO PAULO
FAMATO – FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO ESTADO DE MATO GROSSO
FENSEG – FEDERAÇÃO NACIONAL DE SEGUROS GERAIS
FIEC – FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO CEARÁ
FIEP – FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO PARANÁ
FINDES – FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESPÍRITO SANTO
FIRJAN – FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO RIO DE JANEIRO
FNBF – FÓRUM NACIONAL DAS ATIVIDADES DE BASE FLORESTAL
FNS – FÓRUM NACIONAL SUCROENERGÉTICO GRUPO FARMABRASIL
IBÁ – INDÚSTRIA BRASILEIRA DE ÁRVORES
OCB – ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS BRASILEIRAS
ORPLANA – ORGANIZAÇÃO DE PLANTADORES DE CANA DA REGIÃO CENTRO SUL DO BRASIL
SIMABESP – SINDICATO DA INDÚSTRIA DE MASSAS ALIMENTÍCIAS E BISCOITOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
SINDAN – SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE PRODUTOS PARA SAÚDE ANIMAL
SINDICERV – SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DA CERVEJA
SINDITABACO – SINDICATO INTERESTADUAL DA INDÚSTRIA DO TABACO
SINDIVEG – SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE PRODUTOS PARA DEFESA VEGETAL
SIPLA – SINDICATO NACIONAL DAS INDÚSTRIAS DE PRODUTOS DE LIMPEZA E AFINS
SNIC – SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DO CIMENTO
SRB – SOCIEDADE RURAL BRASILEIRA
UNICA – UNIÃO DA INDÚSTRIA DE CANA-DE-AÇÚCAR
UNIPASTO – ASSOCIAÇÃO PARA O FOMENTO À PESQUISA DE MELHORAMENTO DE FORRAGEIRAS
UDOP – UNIÃO DOS PRODUTORES DE BIOENERGIA
VIVA LÁCTEOS – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LATICÍNIOS
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA

2019-12-20T14:48:04-03:00novembro 21st, 2018|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , |

Natura promove diálogo com Alain de Botton

Autor de best-seller “Ensaios de amor” estará em São Paulo no dia 22 de novembro

A Natura promove no próximo dia 22, quinta-feira, o diálogo “O mundo mais bonito com amor”, com Alain de Botton, fundador e CEO da The School of Life, na Faculdade Cásper Líbero. O evento faz parte da primeira edição da série de palestras “OMundo+Bonito”, promovida pela Natura para discutir temas como empatia, sustentabilidade e amor em universidades de São Paulo.

O filósofo suíço, que vive na Inglaterra desde os 12 anos, se dedica a desenvolver inteligência emocional e explorar as questões fundamentais da vida em torno de temas como trabalho, família, cultura e autoconhecimento. O autor escreve sobre amor, viagens, arquitetura e literatura. Alguns de seus livros são best-sellers em mais de 30 países.

A Natura acredita no poder do diálogo franco e aberto e das relações para transformar seu entorno, por isso escolheu temas relevantes da contemporaneidade para serem debatidos com a sociedade, especialmente com os jovens. Os interessados podem se inscrever pelo link ou acompanhar a transmissão ao vivo do evento no Facebook da marca.

Serviço:

O mundo mais bonito com amor

Palestra com Alain de Botton, fundador da The School of Life

Data: 22/11

Horário: 10h

Local: Faculdade Cásper Líbero

Endereço: Avenida Paulista, 900, Bela Vista – São Paulo

380 lugares

Inscrições em: https://bit.ly/2qWSWIf

Fonte: Natura

Hinode cresce com vendas diretas

Fenômeno brasileiro, com faturamento de quase R$ 3 bilhões

A executiva Marília Rocca será anunciada nos próximos dias como a nova CEO do grupo Hinode, num movimento de profissionalização da empresa de venda direta de cosméticos que concorre com a Natura e O Boticário.

Marília já atua como conselheira da Hinode desde dezembro de 2016, quando o CEO Sandro Rodrigues decidiu implantar um modelo de governança na companhia, fundada há 30 anos por seus pais. Sandro será presidente executivo e ficará encarregado da estratégia e do contato com os revendedores, enquanto Marília tocará o dia a dia da operação.

A empresa, que há quatro anos vendia R$ 170 milhões em sua rede, deve fechar 2018 faturando R$ 2,8 bilhões. Além de cosméticos, o portfólio inclui itens, como pasta de dente, barra de proteína e cápsulas de café.

Primeira diretora da Endeavor no Brasil, Marília foi executiva da Ticket, a empresa de benefícios da Edenred, até junho, quando começou a negociar sua ida para o comando da Hinode. Antes, foi sócia da Mãe Terra, a empresa de alimentos naturais vendida para a Unilever em 2017. Ela também faz parte do conselho de administração da CVC.

A Hinode opera no sistema de marketing multinível, que consagrou a Amway e a Herbalife, e no qual os revendedores ganham não apenas uma comissão pela venda dos produtos, mas também pela venda dos vendedores que conseguirem atrair para sua rede.

O modelo de negócios começou a incomodar: a empresa já é a quarta na venda direta no país, com 1,7% de participação de mercado de perfumaria e cosméticos em geral. Considerando apenas o segmento de fragrâncias, que responde por 51% do faturamento da Hinode, o share é de 7,1%.

Mas o grande desafio de Marília, talvez, não seja a concorrência com a Natura, O Boticário e Avon — e sim com outras empresas de marketing multinível que começam a surgir, nos mais variados segmentos, e que começam a “roubar” revendedores, como i9life e Amakha Paris.

A Hinode tem 750 mil revendedores cadastrados, dos quais 350 mil são considerados ativos. Difundindo uma cultura empreendedora e de sucesso, o modelo atrai, sobretudo, homens com a promessa de prêmios, como viagens de cruzeiro com show de Wesley Safadão, passeios de helicóptero em Punta Cana e Lamborghini na garagem — até hoje, apena um representante conseguiu alcançar o nível mais alto da rede, a categoria Titan, e levar sua macchina italiana pra casa.

Uma das estratégias para atrair novos revendedores é focar nas mulheres, despertando nelas o espírito empreendedor. “Infelizmente, a sociedade enxerga a atitude empreendedora como uma coisa masculina. Queremos mudar isso”, diz Sandro. Nos últimos três anos, o programa Pérolas, da Universidade Hinode, já capacitou 30 mil mulheres.

Fonte: Diário de Pernambuco

2019-12-20T15:07:26-03:00novembro 20th, 2018|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

Nat, assistente virtual da Natura, ganha cara e novas funcionalidades

Natura aposta em inteligência artificial para acelerar a digitalização de suas consultoras

Com a crescente convergência dos modelos online e tradicional da venda direta, a partir da estratégia de digitalização da companhia, a Natura passou a apostar na inteligência artificial para o atendimento de suas consultoras e consumidoras, sem deixar de lado o cuidado com as relações que está na essência da companhia.

Por isso, a Nat, assistente virtual da Natura, ganhou personalidade e novas funcionalidades. Com o objetivo de humanizar o atendimento digital, a Nat passa a representar a marca Natura nos ambientes virtuais, com atendimento personalizado no site e, em breve, nos aplicativos da companhia. Lançada em 2016 como um bot dentro do Facebook, a Nat oferecia até então opções de presentes para as consumidoras.

Por meio da Nat, já é possível renegociar dívidas, solicitar a segunda via de boletos, consultar títulos, status dos pedidos e pagamentos, funcionando assim como uma agente de mudança na migração dos públicos para os canais virtuais. Aos poucos, a assistente virtual da Natura ganhará outras funcionalidades, com a possibilidade de realizar troca de produtos e até reconhecimento de voz.

“Os primeiros resultados apontam que a Nat consegue resolver mais de 70% dos casos que antes seriam direcionados para a Central de Relacionamento da Natura, tornando o nosso atendimento mais ágil e satisfatório, sem perder a essência da companhia, que é um relacionamento carinhoso com nossas consultoras. Vale ressaltar que se o cliente não consegue resolver sua dúvida com a Nat, ele pode falar com um dos nossos atendentes pelo chat. Tivemos o cuidado de construir a Nat de forma muito simples e preditiva, facilitando seu uso e adoção por parte das nossas consultoras e consumidores”, afirma Paula Pimenta, diretora da Central de Relacionamento da Natura.

O uso da inteligência virtual nas plataformas digitais da Natura também faz parte da estratégia de digitalização da empresa, com convergência cada vez maior entre o modelo de venda presencial e online. Hoje, mais de 600 mil consultoras já usam o aplicativo exclusivo Consultoria, que representa cerca de 25% dos pedidos realizados. Com a personalização do autoatendimento, as consultoras ganham tempo para se dedicar à sua atividade, aumentando a produtividade da força de vendas.

Para definir a identidade visual e as principais características da Nat, a Natura reuniu um time multidisciplinar, do qual participaram as áreas de marketing, atendimento, tecnologia digital e relacionamento com clientes e consultoras. “Temos consultoras de 20 a 70 anos, atuando nas mais diversas regiões do Brasil, em diferentes contextos sociais. Por isso, a Nat precisava ser inclusiva, com uma atitude transformadora e acolhedora, que comunicasse os valores da marca.  Trabalhamos em cocriação com diversas equipes até chegar na nova personalidade dela, em busca da melhor experiência possível para quem se relaciona conosco”, afirma Mario Santiago, diretor de Aplicação de TI.

A Nat, explica Santiago, conta com o suporte de um bot para responder a perguntas e transações frequentes e deve ganhar mais facilidades à medida que seu uso se torne mais frequente, garantindo cada vez mais assertividade, rapidez e agilidade no atendimento.

Além de acelerar a digitalização da empresa, a Nat também tem como objetivo reduzir em 30% os atendimentos feitos via Central de Relacionamento, que estarão cada vez mais focados em resolver problemas complexos. Atualmente, cerca de 75% dos contatos recebidos pela Central de Relacionamento são dúvidas simples ou assuntos transacionais de baixa complexidade, que a Nat está capacitada a resolver, com o benefício de estar disponível em tempo real, 24 horas por dia, todos os dias da semana, com total segurança.

Assista ao vídeo e conheça a Nat: 

Fonte: Natura

Ir ao Topo