Empresa oferece módulos de aprendizagem de idiomas e preparatórios para o Enem

 

Longe de cremes para o rosto, perfumes ou maquiagens, Fernando Seabra, herdeiro de Luiz Seabra, sócio fundador da Natura, atribui ao acaso o fato de começar a investir na venda direta. Atualmente, o empresário participa de reuniões para convencer donas de casa e chefes de família a investirem em seu produto para aumentar a renda familiar no fim do mês.

 

O negócio de Fernando, a Titan Educação, envolve módulos de aprendizagem de idiomas, cursos preparatórios para o Enem e programas profissionalizantes com duração de cinco a nove meses. O investimento foi de R$ 10 milhões e um ano e meio de planejamento para lançar essa startup que comercializa educação à distância.

 

Com conteúdo de parceiros, como Endeavor e a britânica Pearson, a Titan Educação oferece vários cursos agrupados em sete áreas de conhecimento. Assim, Fernando pretende levantar um faturamento médio de R$ 60 milhões em um ano, mas para alcançar essa meta ele pretende, até fevereiro de 2016, recrutar 100 mil revendedores.
A empresa cobra uma taxa de adesão de R$ 69,00 e o relacionamento é de compra e revenda. O empreendedor compra os cursos entre 30% e 50% abaixo do valor que vai vender e a projeção de receita mensal é de R$ 1 mil a R$ 1500,00.