ABEVD alerta para riscos dos investimentos em criptomoedas

13 de setembro de 2019

Empresas se autodenominam “marketing multinível” e prometem ganhos rápidos e fáceis; Associação se reuniu com autoridades da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), responsáveis por combater crimes financeiros

A Associação Brasileira de Vendas Diretas (ABEVD) tem concentrado seus esforços para alertar os empreendedores independentes sobre os riscos de investir em criptomoedas, por meio de empresas que se autodenominam “Marketing Multinível”. Essas companhias prometem alto retorno financeiro, de forma rápida e fácil, contrariando assim, a regra fundamental de ganhos em vendas diretas: a remuneração ser sempre proporcional ao trabalho e tempo dedicado à atividade.

Por se autodenominarem Marketing Multinível, essas empresas colocam em risco a reputação do setor de vendas diretas e, por esse motivo, a ABEVD se reuniu com as autoridades responsáveis por coibir esses crimes, como o Superintendente de Orientação aos Investidores da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Dr. José Alexandre Vasco, e a procuradora responsável pela Câmara Criminal, Dra. Luiza Frischeisen.

A mobilização da Associação trouxe visibilidade para a questão e, no dia 06 de agosto, o segmento obteve uma conquista:  A PL 4233/19, do Senador Flávio Arns (REDE/PR), que acrescenta ao Código Penal o crime de pirâmide financeira, tornando as penas maiores e severas. 

A ABEVD está acompanhando de perto a tramitação do projeto e, em breve, promoverá reuniões com os congressistas.