ABEVD mantém certificação Gold Status da WFDSA em 2019

4 de junho de 2019

Condecoração mundial premia boas práticas da associação

 

A Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) obteve, em 2019, a certificação Gold Status conferida pela World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA) às associações de vendas diretas ao redor do mundo.

Representada pela presidente executiva, Adriana Colloca, a ABEVD recebeu a condecoração no Encontro de Secretários da federação mundial, realizado na cidade de Milão, na Itália, na semana passada.

Sexto colocado no ranking de venda direta no mundo, o Brasil segue como um dos principais mercados do setor e as boas práticas desenvolvidas pela ABEVD fizeram com que a associação mantivesse o status conquistado em anos anteriores.

Gold Status – A WFDSA desenvolveu padrões organizacionais de desempenho e boas práticas para equiparar as características de governança e atendimento das associações de venda direta pelo mundo afora. Desta forma, a federação mundial busca fortalecer as entidades ao redor do mundo na busca pela excelência no trabalho desenvolvido e promoção da imagem da venda direta em todas as partes.

Entre os critérios analisados estão: padrões éticos, de independência e imparcialidade em relação ao seu quadro de associados e ao mercado, como por exemplo: exigir padrões éticos de seus associados, porta-voz independente, gestão executiva integralmente dedicada ao trabalho da associação, presença nas mídias sociais, contato direto com órgãos governamentais e imprensa, além de auditoria em sua conta bancária, entre outros.

“Esta certificação muito nos orgulha:  à ABEVD e a todo o setor de vendas diretas no Brasil. Ela ratifica que realizamos boas práticas, operamos de forma transparente e profissional à frente da associação. Com isso, podemos seguir cada vez melhores em busca de nossos objetivos,” ressalta Adriana Colloca, presidente executiva da ABEVD.

O setor de vendas diretas tem mais de 4 milhões de empreendedores independentes no Brasil e para assegurar que as empresas, revendedores e consumidores estejam sempre em harmonia, a ABEVD exige que seus associados sigam o Código de Ética com critérios rígidos a fim de manter a consonância do mercado.

Fonte: Lvba