Na ocasião, a presidente-executiva da entidade reforçou como as mulheres são importantes para a Venda Direta

A presidente-executiva da ABEVD, Adriana Colloca, no dia 23 de novembro, ministrou a apresentação com o tema “Venda Direta e Empreendedorismo Feminino”. A apresentação faz parte das comemorações do Mês da Mulher Empreendedora, organizado pela Procuradoria da Mulher da Câmara dos Deputados e pela Frente Parlamentar pela Mulher Empreendedora.

Adriana Colloca apresentou a Venda Direta como uma potente força do empreendedorismo feminino no Brasil e no mundo. “As mulheres sempre foram a força motriz do nosso setor, mesmo que hoje a divisão de gêneros esteja mais equilibrada, elas ainda são a maioria”, enfatizou Adriana.

Através da Venda Direta, muitas mulheres conquistaram sua independência financeira, saindo, inclusive, de situações de violência e vulnerabilidade. Adriana acrescentou que o setor está em constante evolução e segue forte mesmo com o advento dos marketplaces, devido à flexibilidade, personalização e à ênfase nas relações interpessoais, fazendo do segmento uma abordagem única no mundo do comércio, e a Venda Direta como um canal dinâmico e eficaz para a oferta de produtos e serviços.

“Falar de empreendedorismo feminino é falar de Venda Direta, uma coisa não sobrevive sem a outra. Representar esse setor é sempre um privilégio, é poder acompanhar de perto o quanto ele é capaz de, efetivamente, mudar vidas”, conclui Adriana Colloca.

Frente Parlamentar pela Mulher Empreendedora

O grupo, criado em julho de 2023, tem como objetivo principal a construção de alianças que possam não apenas criar, mas também efetivamente implementar políticas públicas. O foco está na busca por melhorias substanciais na qualidade de vida e no aumento das oportunidades disponíveis para mulheres que desempenham papéis de liderança em seus empreendimentos, criando um ambiente propício para o crescimento e o sucesso de seus negócios.

Fonte: Assessoria de imprensa da ABEVD.