A Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) promoveu um webinar, nesta quinta-feira (24), sobre a Inteligência Geográfica, com diretrizes para potencializar as Vendas Diretas.

O webinar realizado com a palestrante Valéria Duarte, sócia-fundadora da GeoFusion, – empresa de Tecnologia e conteúdo para o crescimento de empresas, falou sobre o conceito de Inteligência Geográfica para captar o potencial máximo do mercado. Com Adriana Colloca, presidente executiva da ABEVD, temas como: conquistar novos revendedores, entender sobre potencial de consumo, mapeamento de regiões e oportunidade e gestão de centro de distribuição foram abordados durante a conversa.

Valéria traçou um panorama histórico para explicar o conceito de Inteligência Geográfica e como ele se aplica aos negócios, e afirmou que seu objetivo é “pensar diferente, criar soluções autênticas para as empresas. Com resultados extraordinários, para o profissional, para as empresas e quem vive em determinada região”.

Não só no que diz respeito à realidade de negócios, mas de acordo com a especialista, o conceito de Inteligência Geográfica é mudar a forma como as pessoas se comportam, trazer uma nova forma de olhar o mercado.

“Pensar em estratégias, em como fazer propaganda mais direcionada para determinados clientes, não focar esforço em todos, mas direcionar produtos certos para um grupo específico, olhar para região do consumidor, muda a forma como entrega e lucra com seu produto” afirmou Valéria.

Para colocar a Inteligência Geográfica em prática é preciso determinar características específicas. Segundo a especialista é preciso “entender perfil do consumidor final e entender do canal de venda. Qual melhor perfil do empreendedor individual para falar com um público específico”. E com isso, colocar informações num mapa, para determinar onde existem mais concentração de determinado público alvo. Outra solução é conseguir determinar sua presença no mapa e saber onde precisa chegar, para assim, obter ganho de rentabilidade e volume de vendas.

A Inteligência Geográfica para varejo, segundo Valéria, diz respeito a entender o perfil de consumo, localizar concentração de público-alvo; descobrir renda disponível por domicílio, elaborar opções e promoções de marketing; realizar o mapeamento de concorrentes, encontrar tendências de expansão ou retratação do setor/segmento; e descoberta de novas regiões potenciais.

A especialista também falou sobre essa atuação no digital, afirmando que é preciso direcionar para regiões onde estão consumidores do seu produto. E, principalmente, “quanto podemos ser específicos e conhecer o mercado, para agir antecipadamente e assim obter melhores e mais rápidos resultados”, finalizou.