Avon revela pilares para renovação do modelo de negócios em vendas diretas

14 de novembro de 2019

Entre as medidas já visíveis para fortalecer a marca no Brasil estão a melhoria da qualidade de seu catálogo de produtos, as ações de marketing em novelas da TV Globo e o apoio a causas como o combate à violência contra a mulher

No balanço trimestral divulgado pela Avon na última terça-feira (5.11), a empresa ressaltou os principais fatores estratégicos para redefinir a maneira como as vendas diretas são feitas nos principais mercados.

De acordo com a companhia, as ações primordiais são “refinar os modelos de remuneração” a fim de atrair novos representantes para a marca, “expandir e dimensionar o treinamento” para garantir o crescimento e progressão de carreira das empreendedoras independentes, focar no digital, isto é, expandir ferramentas e recursos para que os consultores possam usar as mídias sociais da melhor forma, e aprimorar as práticas em vendas diretas para gerar resultados.

Entre as medidas já tomadas para fortalecer a marca no Brasil estão a melhoria da qualidade de seu catálogo de produtos, as ações de marketing em novelas da TV Globo e o apoio a causas como o combate à violência contra a mulher.

Na última quinta-feira (7.11), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou, sem restrições, a aquisição da Avon pela Natura, o que fez as ações das duas marcas se valorizarem. Enquanto os papeis da empresa brasileira subiram 4,3% na B3, a multinacional americana teve alta de 7,06% em Nova York.