Loading...

A DirectBiz comemora seus 25 anos de atuação no mercado da Venda Direta

A DirectBiz Consultants completa agora em agosto vinte e cinco anos de atuação contínua e perene, como uma consultoria especializada no desenvolvimento de negócios através da Venda Direta. Egresso da Natura, seu fundador, Marcelo Pinheiro, anteviu a perspectiva da criação de uma empresa estruturada de consultoria que visasse em suas palavras “o ensinamento e ensinasse caminhos promissores aos empresários, sem implicar ou assegurar a sua empregabilidade nos seus clientes ao final dos trabalhos, característica marcante dos consultores solitários que atuavam no segmento naquele momento, em 1997”.

A ideia deu certo, o começo foi muito difícil, pois ainda não havia o interesse que se tornou crescente de empresas de fora do segmento em ingressar ou adotar o canal da Vendas Diretas em seus negócios, predominantemente de empresas que atuavam no Varejo. A empresa, inclusive, não tinha este nome fantasia nos primeiros cinco anos de existência.

Marcelo Pinheiro, sócio-fundador da DirectBiz

Porém, a entrada de um novo sócio, também egresso da Natura, Marcelo Alves, foi a mola propulsora do primeiro salto de crescimento. Ele criou uma nova logomarca para a consultoria, criou o nome fantasia completado com Consultants (consultores) ao invés de Consulting ou mesmo Consultancy, e o conceito que rege a empresa até hoje, segundo ele mesmo afirma “a empresa é composta de um núcleo de inteligência formado por consultores altamente especializados em aspectos técnicos de um negócio de vendas diretas, que sobrepõem o trabalho criativo coletivo ao individual ou mesmo de antigos “medalhões do mercado”, que atuavam como consultores naquela época”.

A jornada foi, felizmente, coroada de êxito, e a DirectBiz se tornou uma referência nacional como consultoria especializada na Venda Direta.

Ao longo de todo este tempo, a consultoria foi contratada por 258 diferentes clientes, que por sua vez fecharam 435 contratos de serviços distintos, até a publicação desta matéria, com um índice de recontratação superior a 68%, que, segundo Rui Adriano Rosas, também advindo da Natura e sócio da empresa desde 2012, “é um índice do qual nos orgulhamos muito, pois traduz a credibilidade e respeitabilidade que atingimos como consultoria, pois os clientes voltam, nos recontratam, até muitas vezes para remodelagens comerciais ou evolução de suas estratégias de negócios”.

Rui Adriano, sócio da DirectBiz

Atuaram na empresa cerca de 100 consultores, ao longo destes anos todos, todos advindos de empresas de grande porte e que saíram da empresa por serem novamente procurados por multinacionais do segmento ou fora dele. Alguns se tornaram empreendedores de seus próprios negócios e se tornaram parceiros estratégicos muito importantes da empresa.

Ao longo de todos esses anos, um trabalho teve especial destaque, as inúmeras atividades que a DirectBiz realizou em conjunto com a ABEVD – Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas, em favor do mercado, das empresas associadas e em defesa das melhores práticas no setor. Foram desde pesquisas de mapeamento e estimativas do mercado até atuações nos Comitês, como o de Novos Associados, que teve o sócio fundador Marcelo Pinheiro como coordenador durante os anos que este comitê existiu.

Mas, uma dessas atividades é motivo de muito orgulho para a consultoria, porque a DirectBiz, durante oito anos, entre 2001 e 2008, organizou seminários de imersão em Vendas Diretas da entidade, evento responsável pela entrada de diversos novos empresários no segmento, bem como consolidando os negócios já atuantes na Venda Direta.

Os Últimos Cinco e os Próximos Dez Anos

Diante das transformações e acontecimentos dos últimos cinco ou seis anos, a DirectBiz realizou internamente aquilo que mais gosta de praticar com seus clientes: processos de mudanças. Sentindo que precisava se transformar e influenciar o mercado como um todo, criou outras duas divisões de negócios, agregando ao time novos consultores com expertises específicos.

Uma delas para tratar a Omnicanalidade, e a outra, mais recente, para o Planejamento Digital de seus clientes e parceiros. Marco Ferreira, consultor mais antigo da consultoria, assumiu esta área e confirma o acerto da estratégia: “Com a recente crise global de saúde, tivemos orgulho de ver nossos clientes preparados para enfrentar os enormes desafios, tanto em suas operações multicanais quanto na nova dinâmica digital na qual o Mundo todo mergulhou”.

E com os olhos sempre voltados para o futuro, a consultoria prevê os próximos dez anos do setor da Venda Direta como os mais promissores do segmento, por duas razões bem especiais. A primeira, porque a Venda por Relacionamento foi e sempre será a mais eficiente forma de abordar clientes, como afirma Marcelo Pinheiro: “nós, enquanto seres humanos, precisaremos cada vez mais dessa proximidade”. E, de forma similar, a segunda razão decorre do fato de sermos seres sociais, por isso com o crescimento vertiginoso do acesso às redes sociais, a Venda Direta vem ganhando um impulso extraordinário.  Por isso, a recomendação atualíssima é a de que se o seu negócio ainda não estiver na Venda Direta, entre, e se já estiver, amplie sua atuação e cresça ainda mais nesse fantástico mercado.

Fonte: DirectBiz.

2022-08-12T14:23:32-03:00agosto 12th, 2022|Categories: ABEVD News, Associados|

Pelo segundo ano consecutivo, Natura & Co é segunda maior empresa de venda direta do mundo; Amway é a líder mundial

Além da segunda posição, a Natura & Co recebeu o prêmio Global Good Awards, que reconhece as empresas que adotam uma abordagem proativa em questões ambientais, filantrópicas e de responsabilidade social

Pelo segundo ano consecutivo, a Natura & Co ocupa o 2º lugar do mundo entre as maiores companhias de Venda Direta, com receita anual de US$ 7,2 bilhões em 2021. Desde 2013, a primeira colocação se mantém com a norte-americana Amway que reportou receita de US$ 8,9 bilhões em 2021. A terceira colocada no ranking também é conhecida dos brasileiros, a Herbalife Nutrition reportou receita, em 2021, de US$ 5,5 bilhões.

O ranking internacional é elaborado pela agência Direct Selling News e reconhece outras cinco empresas de vendas diretas com operações no mercado brasileiro: Herbalife (3º lugar), Vorwerk/Jafra (4º lugar), Tupperware (11ª), Omnilife (22ª), Hy Cite Enterprises/Royal Prestige (31º) e Hinode (38º).

Para a Natura & Co, o crescimento é expressivo desde a aquisição da Avon, visto que, em 2020, o grupo – que inclui, também, a australiana Aesop e a britânica The Body Shop – ocupava a 5ª posição, aumentando a receita e subindo para 2ª posição.

Além do reconhecimento como segunda maior companhia de Venda Direta do mundo, a Natura & Co conquistou o prêmio Global Good Awards, concedido para empresas que adotam uma abordagem proativa em questões ambientais, filantrópicas e de responsabilidade social.

Durante a cerimônia de entrega do prêmio, realizada nos Estados Unidos, Ana Costa, VP da Natura & Co, enviou uma mensagem em vídeo para agradecer a premiação. “O setor de venda direta impacta milhões de vidas e mostrou seu valor e resiliência durante a crise imposta pela pandemia. Durante toda sua trajetória, a Natura & Co firmou compromisso com a vida e temos orgulho disso”.

O reconhecimento para cada uma dessas empresas acontece após meses de pesquisa e da cooperação de muitos indivíduos em todo o mundo. Sempre que possível, a equipe DSN busca registros públicos e documentos de empresas de capital aberto, e quase 80% DSN Global 100 são compilados de empresas privadas.

Confira a lista das maiores empresas de vendas diretas do mundo:

Rank Company Revenue 2021
1 Amway $8.9B
2 Natura &Co $7.2B
3 Herbalife $5.8B
4 Vorwerk $4.6B
5 eXp Realty $3.8B
6 Coway $3.2B
7 Primerica $2.71B
8 Nu Skin $2.7B
9 PM-International $2.38B
10 Atomy $1.83B
11 Tupperware $1.6B
12 Medifast / OPTAVIA $1.53B
13 Oriflame $1.26B
14 USANA $1.19B
15 Telecom Plus $1.13B
16 Ambit $1.04B
17 Scentsy $1.02B
18 Belcorp $1B
19 Beachbody $873M
20 POLA $691M
21 Prüvit $598M
22 Omnilife $563M
23 RIMAN KOREA CO $550M
24 LegalShield $523M
25 Plexus Worldwide $505M
26 MIKI $502M
27 Betterware Mexico $491M
28 Farmasi $459M
29 Nature’s Sunshine $444M
30 New Image International $434M
31 Hy Cite Enterprises $423M
32 Faberlic $418M
33 LR Health & Beauty Systems GmbH $325M
34 For Days $301M
35 Best World Lifestyle $289M
36 Princess House $286M
37 Pro-Partners $279M
38 Vestige Marketing $269M
38 Grupo Hinode $260M
40 Noevir $240M
41 Naturally Plus $230M
42 LifeVantage $220M
43 Immunotec $217M
44 APL Go $211M
45 BearCereju $206M
46 ASEA $188M
47 Giffarine $184M
48 Menard $182M
49 KK Assuran $171M
50 Mannatech $160M
51 Xyngular $153M
52 Zinzino $143M
53 MARUKO $138M
54 DIANA $137M
55 Usborne Books & More $130M
56 NARIS $127M
57 Charle $118M
58 inCruises $109M
2022-04-25T11:18:34-03:00abril 20th, 2022|Categories: ABEVD News, Associados, Notícias do Setor|

Pesquisa aponta que 45% das Representantes da Beleza Avon alcançam independência financeira por meio da venda por relacionamento

Estudo realizado pela Avon, em parceria com a Ipsos, entrevistou 1457 pessoas no Brasil que atuam com a venda de produtos da marca e demonstrou os impactos socioeconômicos gerados em suas vidas

Trabalhar como Representante da Beleza Avon colabora para a autossuficiência e a segurança financeira. Esse foi um dos resultados apontados pela pesquisa global Ganhos Mensuráveis, realizada pela Avon, em parceria com a Ipsos, empresa especializada em pesquisa e inteligência de mercado, que entrevistou 1.457 integrantes de sua força de vendas no Brasil, em sua maioria mulheres, para entender os impactos sociais e econômicos do seu modelo de negócio baseado no empreendedorismo feminino.

O estudo abordou temas como oportunidades no mercado de trabalho, motivos para se tornar Representante, destinos da renda obtida com a revenda de itens da marca, segurança financeira, desenvolvimento profissional, entre outros.

Um dado em especial chama a atenção ao demonstrar que, entre as entrevistadas, 45% já não dependem financeiramente de outras pessoas tanto quanto antes de atuarem na venda por relacionamento. Os lucros adquiridos também auxiliam essas pessoas a colocarem comida na mesa de suas famílias (28%), a construir ou comprar uma casa (21%) e a pagar dívidas (36%). Além disso, a atividade é a maior fonte de renda para a família de 10% delas e um complemento de renda para 42%. Cerca de 37% também consideram o trabalho de Representante como uma garantia para compras e gastos pessoais.

“Para nós, da Avon, que sempre colocamos a Representante no centro de todas as nossas estratégias de negócios e valorizamos tanto o empoderamento feminino, é muito gratificante saber que estamos colaborando para a democratização do acesso a oportunidades de renda e para a evolução pessoal e profissional de todas essas mulheres que movem a Avon. Nosso objetivo é continuar contribuindo para gerar cada vez mais impactos positivos em suas vidas e essa pesquisa retratou que estamos no caminho certo”, conclui Ana Carolina Albuquerque, Diretora de Marketing de Relacionamento.

A pesquisa aponta também que as representantes, em sua maioria com idade de até 34 anos, apresentam uma percepção mais positiva sobre si mesmas, com 53% das entrevistadas afirmando que, hoje, possuem uma autoestima melhor e 68% acreditam no próprio potencial para atingir grandes objetivos.

O levantamento também apontou que 60% das Representantes entrevistadas, graças ao trabalho com a Avon, mudaram para melhor a sua percepção sobre objetivos, sonhos e ambições que uma mulher pode alcançar, seja na vida pessoal ou profissional, quando se tem acesso a oportunidades de renda, estudo e desenvolvimento de habilidades. Além disso, 68% passaram a acreditar mais em seu potencial para realizações.

Crescimento pessoal

As brasileiras que atuam como Representantes da Beleza Avon também apresentam melhores perspectivas sobre o futuro. Atualmente, suas ambições e expectativas de vida são mais altas (53%), bem como mudaram a sua visão sobre o que uma mulher é capaz de alcançar ao ter oportunidades de renda, estudo e desenvolvimento (60%), sentem um controle maior sobre os aspectos mais importantes de suas vidas e possuem metas claras e sabem como realizá-las (52%).  Elas também progrediram em suas relações sociais e redes de contatos. Hoje, 50% das entrevistadas tem mais amigos e conhecidos e 35% sentem que tem um papel valioso na comunidade em que vivem.

Em relação às motivações para se tornarem Representantes, 69% das participantes do estudo afirmaram que recorreram a Avon, pois gostam dos produtos da marca. Outras razões que tornam o trabalho atrativo é necessidade de uma nova fonte de renda (54%), a flexibilidade de horários em contraponto a trabalhos tradicionais (48%) e os incentivos oferecidos pela marca (30%).

Dados Globais

A pesquisa Ganhos Mensuráveis foi realizada em 13 países, entre América Latina, Europa e África, para medir o impacto e crescimento pessoal e financeiro com a revenda dos itens da Avon. Entre os participantes do estudo, o país com maior presença foi o Brasil (1457).

A capacidade de ter renda em seus próprios termos, em vez de um padrão de trabalho tradicional é o que os integrantes da pesquisa afirmam ser mais atraente, especialmente na América Latina – Colômbia, Brasil, México e Argentina – e África do Sul. Outro apontamento relevante do estudo é que a maioria dos Representantes da Avon nesses países, com a renda obtida com as vendas auxilia no sustento de suas famílias.

Em todos os países da América Latina e África do Sul, o Brasil ocupa a terceira posição no quesito da marca empoderar a vida e carreira dos entrevistados. A África do Sul e Colômbia ocupam as primeiras colocações. Já no sentido de expansão da rede de relacionamentos, África do Sul (58%) e Brasil (50%) se destacaram na pesquisa.

O infográfico da pesquisa Ganhos Mensuráveis está disponível neste link.

O cenário econômico brasileiro

Desde o início da pandemia e isolamento social, ocasionado pelo Covid-19, mais de 13 milhões de brasileiros estão desempregados. Um levantamento realizado pela IDados demonstrou que apenas 500 mil brasileiros sairão do desemprego em 2022. Ainda segundo o estudo, que tem como base informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego deverá atingir 11,2% da população brasileira até dezembro deste ano.

Em paralelo, a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) estima que a venda direta, com atuação há mais de 80 anos no país, é fonte de renda para mais de 4 milhões de brasileiros, posicionando o Brasil como o sexto mercado mundial no setor.

Ainda segundo a entidade, o setor é composto por revendedores das classes C, D e E, em que 48% são jovens entre 18 e 29 anos, sendo 58% de mulheres na sua força de trabalho.

Sobre a pesquisa

O estudo online Ganhos Mensuráveis foi realizado pela Ipsos a pedido da Avon em julho de 2021. As entrevistas foram feitas com 9.276 representantes da Avon, com idade acima de 18 anos, baseadas em 13 países localizados na Europa, América Latina e África. O tamanho das amostras variou de 120 a 1.457 por país, com 1.457 entrevistas completas no Brasil. A margem de erro de amostragem é de 2,6 p.p. para este grupo.

Sobre a Avon

Avon, parte do grupo Natura &Co desde 2020, é uma das maiores empresas de venda direta no mundo. Fundada em 1886, trabalha pela elevação da autoestima, democratização da beleza e a promoção do empreendedorismo feminino. Desde 1958 no Brasil, concentra no país sua maior operação. Avon é mais do que uma empresa de beleza: é um movimento global pela autonomia das mulheres, com um modelo de negócios ancorado na inovação, geração de oportunidades e na ampliação de suas habilidades empreendedoras, com o objetivo de fortalecer as economias e impactar positivamente a sociedade.

Seu portfólio diverso inclui produtos inovadores e de alta tecnologia, com marcas reconhecidas mundialmente como as linhas de maquiagem Avon e Color Trend, as linhas de cuidados Renew e Avon Care e os perfumes Far Away e 300km. Além disso, suas revistas também oferecem diversos itens para Moda & Casa.

2022-04-18T15:55:32-03:00abril 18th, 2022|Categories: ABEVD News, Associados|

Mudanças no comportamento de compra no cenário pós-pandemia

A técnica de vendas é um dos atributos mais importantes em todos os setores. Mesmo que você não seja um vendedor ou vendedora, muitas vezes, você pode deparar-se com situações em que precisa apresentar os benefícios de algo ou tentar convencer alguém a tomar a decisão correta. Nestes momentos você precisa saber agir corretamente.

Certo dia, o head comercial da MERITHU disse em uma reunião: “Foque nas pessoas e não nas vendas, e venderá ainda mais!”. Isto faz todo sentido pois a venda é um ato de empatia, de entender o consumidor para apresentar os benefícios de seu produto e/ou serviço da melhor maneira possível.

É claro que os empreendedores independentes possuem um grande foco em vendas, porém, também é necessário entender que os consumidores mudam diariamente. A última grande mudança no comportamento de compra foi a pandemia.

Comportamento de Compra

O comportamento de compra é uma área que estuda como as pessoas escolhem, compram, utilizam e descartam seus produtos. Entender o consumidor é o primeiro passo para vender mais seus produtos e ideias.

Mas como entendê-lo?

A reflexão que deve ser feita é ‘Como ele realiza todo o processo de compra?’. No caso de venda de ideias e oportunidades, adapte estas perguntas à sua realidade.

“Qual é meu ponto de venda?”
“Como meu ‘cliente’ chega e este ponto?”
“De que maneira ele realiza a ‘compra’?”

“Como ele paga? Ele acha caro ou barato?”

Uma boa ferramenta para entender o consumidor é mapear seus fatores Pessoais, Sociais, Culturais e Psicológicos. Cada uma dessas partes influencia seu cliente a comprar de um jeito ou de outro, elas são o conjunto de centenas de características que definem o modo em que ele se comporta.

Por exemplo, uma jovem que é acostumada a utilizar o celular por longas horas ao dia terá mais chances de comprar em um e-commerce que outra pessoa mais velha. Alguém que culturalmente costuma sair aos finais de semana terá tendência a investir mais em roupas e itens estéticos, porém, uma pessoa mais caseira provavelmente gastará mais com sua mobília e decorações para o lar.

Portanto, estes fatores influenciam como e em que as pessoas gastarão seu dinheiro.

Entender comportamento do consumidor é um bom começo para focar nos clientes, pois isto permitirá tomar decisões que tornam o seu produto ideal para o segmento-alvo.

E o que mudou com a pandemia?

O COVID-19 desolou famílias e modificou todo o cenário de negócios no Brasil e no mundo. Tivemos de repensar como víamos o trabalho e toda relação entre as pessoas, ou seja, como devemos comprar e vender nesta nova realidade.

Em 2020, a obrigatoriedade de máscaras e a quarentena fez com que o fluxo de consumidores diminuísse bruscamente. Com as lojas e shoppings fechados, o varejo digital teve altas históricas e as pessoas começaram a confiar cada vez mais no e-commerce.

As formas de pagamento também mudaram, com a chegada do Pix os bancos tiveram de se adequar a esta nova realidade de mercado.

Com a recente liberação de máscaras nas maiores capitais brasileiras, temos mais um marco da mudança de comportamento dos consumidores. Tudo será igual era antes da pandemia? Definitivamente não!

A MERITHU Consultoria separou, então, algumas dicas para que você comece a adequar-se ao mercado que está em constantes mudanças. Você, empreendedor independente, a realidade não espera para mudar e devemos ser os agentes de transformação dentro do nosso negócio.

#1 Entenda seu negócio

Entender o negócio não é apenas saber o que você vende e para quem vende. Este primeiro passo é a base para ter uma visão de quem é você no mercado, para isto utilizamos algumas ferramentas como o Canvas Business Model e cadeia de valor.

#2 Entenda seu mercado

Entender o mercado significa estudar quem influencia em suas vendas, mas não está dentro da sua empresa. Aqui, é o momento de levantar perfis de consumidores, concorrentes e outros negócios que influenciam no seu sucesso; uma boa ferramenta para isto é a matriz de 5 forças de Porter.

#3 Monte estratégias de conversão

Depois dos primeiros passos é o momento de agir. Definir boas estratégias é a garantia de sucesso para sua empresa, porém, este passo não é possível sem seus dois antecessores.

#4 Repense seu financeiro

Depois de definir as estratégias é necessário organizar a saúde financeira de uma empresa. A MERITHU Consultoria tem um amplo know-how de soluções para adequar as Receitas e Despesas de uma empresa, afinal, o sonho de todo o empreendedor é faturar mais com menos custo!

Executando estes passos na frequência correta você irá garantir a sobrevivência e adaptabilidade às mudanças do mercado.

Para alcançar este e outros resultados surpreendentes, conte sempre com a MERITHU.

2022-04-13T15:09:49-03:00abril 13th, 2022|Categories: ABEVD News, Associados|

O “Digital” não é mais somente uma opção de ferramenta, mas sim a própria estratégia

A maioria dos brasileiros migrou para compras digitais com o “novo normal” e não só entre os mais jovens, como mostra recente pesquisa realizada pela mobi.inc, realizada com 200 pessoas de idades entre 20 e 65 anos, mas também em diferentes estratos sociais, com predominância da classe média. Dos entrevistados, 97% declararam que aumentaram seu volume de compras por meios digitais no ano de 2021 em relação a 2020.

Incríveis 13 milhões de brasileiros fizeram sua primeira compra pela internet em 2020 e, conforme matéria da Revista Exame, cerca de 80% dos novos consumidores digitais voltariam a comprar online. Para se ter uma ideia desse impacto, o faturamento do comércio eletrônico teve um resultado expressivo no ano de 2021, com alta de 48,41% na comparação com 2020.

Dois fatores explicam o grande acesso do brasileiro ao mercado de compra online: o Brasil é o quinto país que mais faz uso de smartphones no mundo, e segundo pesquisa do Google feita em 2020, é que 4 em cada 10 brasileiros preferem o digital para fazer compras.

Dessa forma, temos refletido muito a respeito de uma questão absolutamente intrigante:

  • “Como” crescer nesse setor com a mesma escalabilidade alcançada pelas compras digitais?

Se a venda direta é essencialmente baseada em relacionamentos, então não poderia estar crescendo na mesma proporção? Segundo recente pesquisa da ABEVD – Associação das Empresas de Venda Direta, o mercado cresceu 10,5 % em volume de negócios em 2020 com relação a 2019.

Existe uma “lição de casa” que a nossa indústria não vem fazendo, mas poderia e deveria fazer. Até que faz, mas não faz muito bem. E, na real, poucas empresas fazem como se deve.

É algo que as startups lá do Vale do Silício já inseriram há muito tempo no seu dia a dia e tem construído verdadeiros Unicórnios, até mesmo aqui em terras tupiniquins. Trata-se de instalar definitivamente mais um pilar estratégico no negócio, no mundo da Venda Direta: o “Digital” e, consequentemente, a “Inovação” como ponto central do pensamento e dos negócios.

As empresas de lá e as daqui que já elegeram o digital como pilar estratégico, empregam técnicas avançadas de gestão, como por exemplo: o método ágil para projetos que envolvam profundas mudanças no ambiente empresarial, tráfego orgânico e tráfego pago para geração de audiência em escala exponencial, e marketing de conteúdo para alcançar picos de engajamento e envolvimento das pessoas com o propósito das suas marcas.

O “Digital” não é mais somente uma opção de ferramenta, ou um canal de vendas, ou uma alternativa para abordar clientes. Ele é agora a própria estratégia em si, algo que é capaz de fazer ampla diferença nos resultados e negócios das empresas que pretendem ser players relevantes na Venda Direta daqui em diante.

A mudança no interior das empresas e na mentalidade de seus líderes é algo inevitável, pois existe uma caminhada a ser percorrida. O bom disso tudo é que esse caminho digital não exclui ninguém, seja pequeno, médio ou grande negócio, pois todos sem exceção podem e devem trilhar este caminho, aliás, o quanto antes melhor.

Como sei que muitos gostam de ir logo para as práticas, vai aqui um conselho de partida para não errar no trajeto: lembrem-se de que temos em nosso segmento dois alvos, o cliente final e os empreendedores que levam o produto ao consumidor final. São dois comportamentos bem distintos, um de consumo e outro de empreendedorismo, que podem inclusive coexistir numa mesma pessoa, mas não ao mesmo tempo. Isso no que tange à Comunicação.

Aproveitando essa lembrança, será que nossas empresas estão utilizando os canais digitais certos para a público certo no momento ideal? Ou, como é muito comum, utilizando uma estratégia “geralzona” para atingir todo mundo o tempo todo? Talvez, esteja exatamente nesse ponto a razão da falta de um crescimento digital mais robusto, quando comparamos com o setor digital em geral. Isso no que tange à Estratégia Digital.

Esse assunto parece óbvio, só que não é o que estamos vendo no nosso setor, infelizmente. Felizmente, ainda há tempo para quem quiser seguir os passos corretos e realizar um adequado planejamento digital em seu negócio de vendas diretas, para não perder e acompanhar a “nova onda” que já está surgindo no horizonte.

E, quer saber de uma coisa? Prepare-se, porque ela vai ser bem maior que essa!

AUTOR: MARCO FERREIRA / DIRECTBIZ CONSULTANTS – Consultor Especializado em Planejamento Digital da Venda Direta.

2022-04-13T14:13:10-03:00abril 13th, 2022|Categories: ABEVD News, Associados|

Correio – Boticário doa álcool em gel para pacientes que recebem alta do Hospital Espanhol

Objetivo é estimular que cuidados sejam tomados em casa mesmo após fim do tratamento contra a covid-19

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A empresa O Boticário fez a doação de 1.000 unidades de garrafas de 250 ml, contendo álcool em gel a 70%, para o Hospital Espanhol. O produto está sendo distribuído aos pacientes que recebem alta.

“A intenção, além do ato de cuidado e carinho, é enfatizar a necessidade das prevenções em casa. O paciente recém curado não deve deixar de manter a sua higienização rigorosa, dos seus utensílios, objetos pessoais e de contato. E assim deve agir toda a família”, alerta a médica Thayse Barreto, diretora geral do Hospital Espanhol.

As embalagens personalizadas, ganharam uma etiqueta do INTS (Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde) – organização responsável pela gestão do Hospital, demonstrando a alegria pela cura do paciente e o alertando sobre a importância de manter os cuidados em casa.

“Quando eles chegam até à Recepção, desejo que tenham uma boa recuperação e entrego a garrafinha, dizendo que é um cuidado do Hospital Espanhol e de O Boticário para todos aqueles que venceram a covid-19”, explica a recepcionista do Hospital Aiesa Fontes, responsável pela entrega do produto na saída dos pacientes.

O álcool em gel é um dos itens mais consumidos no mundo, nesta pandemia, pela sua eficácia comprovada na prevenção do coronavírus.

Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, no último mês de abril, revelou que 94% dos brasileiros em todo o território nacional mudaram seus hábitos de higiene, inserindo o álcool a 70% como o produto com maior índice de aumento em relação ao consumo. O líder é o álcool em gel, com aumento de 67%. Seguido pelo álcool líquido (53%), água sanitária (51%), desinfetante (47%) e sabonete líquido (42%).

Fonte: Correio

2020-07-10T12:54:42-03:00julho 10th, 2020|Categories: ABEVD Clipping, Associados|

Clipping – Forbes – Com receita bruta superior a US$ 10 bilhões, Natura revoluciona a venda direta

A conclusão da compra da Avon em janeiro transformou a fabricante de cosméticos Natura&Co em um titã do setor de beleza. Com a nova subsidiária, que se juntou às marcas Aesop, Natura e The Body Shop, comprada da L’Oréal em 2017, o grupo tornou-se a quarta maior empresa de cosméticos do mundo, com receita bruta superior a US$ 10 bilhões, 3 mil lojas e mais de 40 mil colaboradores.

A força de trabalho engajada nas vendas diretas da empresa também é gigantesca: 6,3 milhões de representantes independentes, em sua grande maioria mulheres, trabalham com os produtos das marcas Natura e Avon, e o grupo considera a expansão da venda direta em seus outros negócios.

A inovação tecnológica é uma grande aliada na evolução de seus canais de venda e uma prioridade em 2020. Tanto a Natura quanto a Avon usam o modelo de venda direta há décadas, sendo em grande medida precursoras da gig economy (que envolve trabalhadores temporários, autônomos e freelancers). Agora um dos cofundadores da Natura, Guilherme Leal, vê a digitalização como um mecanismo de mudança cultural. “Quando você acopla tecnologia e inovação [ao negócio] e faz com que [as consultoras] sejam reais microinfluenciadoras, você tem uma possibilidade de disseminar cidadania, transparência e compromisso ético, e não só construir o negócio”, ressaltou, durante um evento em 2019.

Além desse aspecto social, o avanço digital tem um papel importante nas vendas. A intenção do grupo é fazer com que todas as marcas se beneficiem dos aprendizados da matriz brasileira nesse aspecto. Ao lado da ênfase na abordagem multicanal, a Natura fez com que suas mais de 900 mil representantes brasileiras aderissem a plataformas digitais, como aplicativos. Segundo a empresa, consultoras digitalizadas vendem 15% a mais, pois conseguem fazer ofertas individualizadas aos consumidores e melhorar sua experiência de compra.

Com o alastramento do novo coronavírus, a Natura diz se preocupar, como parte de seu comprometimento socioambiental, em possibilitar a continuidade das vendas de suas milhares de representantes, que podem precisar limitar o contato físico com consumidoras. Segundo Erasmo Toledo, vice-presidente de negócios para a América Latina da empresa, esse tem sido um tema constante para a liderança do grupo: “O que [a epidemia] tem mostrado é que precisamos ser rápidos o suficiente para lidar com uma situação em desenvolvimento e garantir o cumprimento do nosso papel em relação a segurança das pessoas,” aponta Erasmo, que em janeiro teve seu nome cogitado para assumir a presidência da Avon. “Nossa grande preocupação é com a renda dos pequenos negócios, que são altamente impactados com as paralisações e quarentenas”, pontua, acrescentando que a liderança da Natura quer apoiar as consultoras para que “passem por este período de uma forma mais tranquila.”

Segundo Erasmo, a digitalização também será uma ferramenta fundamental nesse período de adaptação do modelo de negócio, pois permite a interação remota das representantes com a Natura, clientes e outras consultoras. “Potencializar essa rede digital permitirá o menor impacto possível no dia a dia das consultoras e na sua renda.” Para os próximos meses, o executivo antecipa que o atual arranjo digital do grupo será aperfeiçoado para responder aos novos desafios do mercado. Mas, além de tudo, espera que o negócio possa atravessar a crise global. “Daqui a um ano, espero poder dizer que conseguimos escapar de forma razoavelmente tranquila e que estejamos perto do final disso tudo.”

História da Natura começou na Vila Mariana

A Vila Mariana, bairro da zona sul de São Paulo, foi o berço da Natura, que nasceu como uma pequena fábrica de cosméticos com o nome de Indústria e Comércio de Cosméticos Berjeaout, em 1969. O “pai da criança”, Antônio Luiz Seabra, logo trocou o nome de sua cria para ressaltar a participação de ativos vegetais na composição dos produtos. No cinquentenário da fundação do negócio em 2019, o empreendedor e copresidente do conselho se tornaria um dos homens mais ricos do Brasil, ocupando a posição 37 do ranking de bilionários da Forbes, com uma fortuna estimada em US$ 1,5 bilhão.

Um ano depois da fundação da Natura, Seabra abriu uma loja na rua Oscar Freire, onde atendia pessoalmente os clientes. Cinco anos depois, fechou o ponto e introduziu o modelo de venda direta, que usa consultores independentes para que os produtos cheguem às mãos dos clientes. O segundo dos “três mosqueteiros” que fundaram a empresa é Guilherme Leal, um dos mais importantes acionistas da empresa e copresidente do conselho de administração, que se juntou à Natura em 1979.

Leal, que foi candidato a vice-presidente da República na chapa de Marina Silva em 2010 e estreou no ranking da Forbes em 2006, também é a alma da empresa para os assuntos relativos a responsabilidade social, valorização da diversidade e proteção ambiental. A proteção da natureza e as questões sociais são um pilar fundamental do negócio, que tem parcerias com dezenas de comunidades produtoras e organizações sem fins lucrativos na região Norte do país para garantir a exploração dos insumos que utiliza em seus produtos, como frutos e sementes, de forma sustentável. Nos anos 1980, quando a Natura já tinha 2 mil consultoras, o terceiro “mosqueteiro”, Pedro Passos, juntou-se a Seabra e Leal.

O processo de internacionalização para além da América Latina começou em 2012 e só terminou em 2016, quando a Natura comprou a rede de cosméticos australiana Aesop. Os anos seguintes foram pontuados por outras aquisições: em 2017, comprou a britânica The Body Shop, da L’Oréal, por cerca de € 1 bilhão; em maio de 2019, anunciou a compra da Avon, criando a maior empresa de venda direta do mundo.

Fonte: Forbes

2020-07-07T14:16:43-03:00julho 7th, 2020|Categories: ABEVD Clipping, Associados|

10 dicas para ter uma alimentação saudável e incluir mais proteína no dia a dia

Quando foi a última vez que você foi em um nutricionista? Se você é como a maioria das pessoas, que acaba perguntando sobre dieta a amigos ou familiares, pode ficar ainda mais confuso sobre as suas escolhas.

A seguir, confira conselhos práticos da nutricionista Dra. Carolina Pimentel, Membro do Conselho Consultivo de Nutrição da Herbalife Nutrition do Brasil, para quem quer ter uma alimentação mais saudável:

Dica 1: Não se concentre na perda de peso, mas em uma dieta saudável.

As pessoas não devem se concentrar apenas no peso corporal, mas na saúde. Comer de forma equilibrada e ter um estilo de vida ativo é a melhor maneira de obter uma composição corporal saudável. Mantenha seu foco em alimentos com boa densidade nutricional e se exercite para construir e manter sua massa muscular.

Dica 2: Incorpore lanches saudáveis.

Os lanches contribuem com cerca de um terço da energia diária e são parte importante de uma dieta equilibrada. Se tiverem alto teor de proteína, ainda podem ajudar na saciedade e permitir maior controle na quantidade para a próxima refeição. Por isso, incorpore lanches saudáveis ​​no seu dia, como uma barra de proteína ou iogurte, por exemplo.

Dica 3: não seja vítima de dietas da moda

As dietas da moda podem fazer você perder peso temporariamente, mas não são uma maneira saudável de emagrecer, pois há um risco de perder parte da sua massa muscular e não de gordura. Por isso, lembre-se que o objetivo não deve ser apenas perder peso, mas mudar seu estilo de vida para sempre com uma dieta saudável e equilibrada, sempre aliada a atividade física.

Dica 4: Certifique-se de consumir proteína suficiente.

A proteína é um nutriente essencial e indispensável para construir e manter a massa muscular. Além disso, ajuda no controle da fome, desempenhando um papel importante no controle de peso. Portanto, inclua quantidades de proteína adequadas nas refeições e nos lanches, como shakes de proteína, barras ou acrescente proteína em pó, como a da soja, em saladas de frutas e smoothies, por exemplo. Os shakes com alto teor de proteína também podem ser usados como base de receitas proteicas deliciosas (muffins, waffles e pudins, por exemplo).

Dica 5: Defina e celebre marcos em sua jornada de perda de peso.

Ter pequenas metas alcançadas durante a perda de peso e celebrá-las vai manter você mais motivado em chegar no objetivo final. Quando se trata de perda de peso, um ritmo lento e constante é sempre mais saudável, mas pode ser frustrante às vezes. Portanto, encontre maneiras de se recompensar ao longo do caminho – você pode querer comprar uma nova peça de roupa ou fazer uma massagem. Lembre-se, você merece depois de todo o seu trabalho duro!

Dica 6: Não corte calorias demais, nem pule as refeições.

Dieta não é sobre o quanto você come, mas o que você come e o que você deixa de comer, já que a escolha do alimento impacta não apenas na ingestão de calorias, mas também, nos nutrientes a serem ingeridos. Dietas extremamente baixas em calorias podem desacelerar o metabolismo e inibir a perda de peso, impedindo o sucesso da dieta. Além disso, uma alimentação pouco diversificada não oferece ao organismo todos os nutrientes necessários para a manutenção de uma boa saúde. Por isso, é importante pensar além das calorias e incluir no dia a dia, diferentes fontes de alimentos que ofereçam nutrientes importantes, como as frutas e verduras. De forma geral, é recomendado o consumo de 3 porções de frutas ao dia, o que equivale a 1 unidade média de banana, 1 maçã e 10 unidades de morango e, três porções de verduras, que pode ser atingido consumindo 1 cenoura crua pequena,1 concha de quiabo cozido e 2 colheres de servir de abobrinha cozida, ao longo do dia. Procure variar entre as opções escolhidas e aproveite os alimentos de época, costumam ser mais baratos e saborosos.

Dica 7: Pratique pelo menos 30 minutos de atividade moderada todos os dias.

Um dos benefícios do exercício regular é que ele ajuda a queimar calorias, contribuindo com a perda e a manutenção do peso. A atividade física também pode ajudar a reduzir o estresse, é importante na prevenção da perda funcional que ocorre com o envelhecimento, na redução do risco de quedas e fraturas, tem vários benefícios para a saúde cardiovascular e na prevenção do câncer, por exemplo. Por isso, avalie maneiras de incluí-la no seu dia, e crie oportunidades para se manter ativo. Por exemplo, saia do metrô ou do ônibus por duas ou três paradas antes do seu destino final e caminhe até o seu destino.

Dica 8: Aprenda a preparar refeições rápidas e saudáveis.

Planejar com antecedência as suas refeições ajudará a determinar quais ingredientes você precisa ter na geladeira, no freezer e na despensa para preparar refeições rápidas e saudáveis. Congelar os alimentos que requerem maior tempo de cozimento já prontos, como feijão e grãos integrais, pode ser uma boa saída. Já os legumes e verduras podem ser conservados lavados e secos para uso durante a semana.

Dica 9: Aprenda a controlar as porções.

Se você aprender a limitar a quantidade de alimentos, conseguirá reduzir sua ingestão total de calorias. Nesse caso, tente usar pratos e copos menores ou limitar a quantidade de comida usando a colher de sopa como medida.

Dica 10: Aprenda a ler os rótulos dos alimentos.

Saber exatamente o que você come e bebe é importante quando você está de olho no seu peso. Por isso, aprender a ler os rótulos dos alimentos te dará uma ideia sobre as quantidades de calorias, teor de nutrientes e também o tamanho da porção. E você conseguirá fazer escolhas mais saudáveis.

Sobre a Herbalife Nutrition

A Herbalife Nutrition é uma empresa global que vem mudando a vida das pessoas por meio de produtos de nutrição e oportunidade de negócios para seus Consultores Independentes desde 1980.

A Empresa oferece produtos de alta qualidade e respaldados pela ciência, comercializados em mais de 90 países por Consultores que fornecem orientações individuais e uma comunidade de apoio que inspira seus consumidores a adotarem um estilo de vida mais saudável e ativo.

Através da campanha global da empresa para erradicar a fome, a Herbalife Nutrition também está comprometida em levar nutrição e educação para comunidades em todo o mundo.

Para mais informações, visite Herbalife.com.br  ou HerbalifeNutrition.com.br .

A Herbalife Nutrition também incentiva os investidores a visitarem o site de relações com investidores em ir.herbalife.com  à medida que informações financeiras são atualizadas e novos dados são publicados.

2020-07-03T15:16:45-03:00julho 3rd, 2020|Categories: Associados|

Herbalife Nutrition anuncia parceria com PicPay e inova no cadastro de clientes

Uma parceria entre a Herbalife Nutrition, empresa global de nutrição, e a PicPay, maior aplicativo de pagamentos do Brasil, com mais de 20 milhões de usuários, vai trazer vantagens para novos clientes da marca e também para os Consultores Independentes que comercializam seus produtos.

Os novos usuários que se cadastrarem no PicPay e comprarem o voucher Herbalife Nutrition no valor de R$ 20 receberão um código de acesso automático para o programa de benefícios Cliente Premium da Herbalife Nutrition – um clube de vantagens que oferece diferenciais, como parcelamento facilitado, descontos de até 35%, entrega no endereço de sua preferência, além de acesso a eventos e conteúdos exclusivos, e uma linha direta com nutricionistas que oferecem dicas e orientações sobre o consumo dos produtos da marca, incentivando a adoção de um estilo de vida saudável e ativo.

A parceria também vai possibilitar um cashback (bônus) de R$ 20 àqueles que baixarem o app pela primeira vez e fizerem o cadastro usando o código HERBALIFE20 para usar numa próxima compra com PicPay. Além disso, os Consultores Independentes e Clientes Premium da marca que optarem por utilizar o PicPay para pagar os pedidos pagos via boleto bancário poderão receber até 10% de cashback, limitado a R$ 30 por dia, além de parcelar o pagamento do boleto no cartão de crédito*.

“A parceria com o PicPay nos permite oferecer uma série de vantagens aos consumidores, inclusive a possibilidade de receber os produtos no endereço de sua preferência, facilitando o processo de cadastro. Um diferencial de grande importância neste momento em que estamos enfrentando o isolamento social, que nos permite garantir uma nutrição de qualidade a todos, sem que saiam de suas casas”, coloca Jordan Rizetto, diretor geral da Herbalife Nutrition do Brasil. Além da aquisição de produtos online, o cliente pode passar a contar com um consultor exclusivo que irá ajudá-lo na melhor forma de consumir os produtos.

O diretor comercial do PicPay, Elvis Tinti, explica que os benefícios dessa parceria são mútuos. “Com o app, o Cliente Premium da Herbalife Nutrition tem praticidade, rapidez e segurança para fechar sua compra direto do celular. Isso sem falar nas vantagens de cashback que serão oferecidas para os Consultores Independentes da marca”. O executivo também ressalta a importância dessa parceria: “Temos buscado parceiros para reforçar a presença do PicPay pelo Brasil e a Herbalife Nutrition tem uma importante base de consumidores, além de uma eficiente cadeia de distribuição”.

2020-06-03T12:54:08-03:00junho 3rd, 2020|Categories: ABEVD Clipping, Associados|

Herbalife – Cozinhar na quarentena ajuda a deixar o dia a dia da família mais saudável

A pandemia do COVID-19 afetou nossas vidas em todos aspectos. Mas uma das vantagens da medida #FiqueEmCasa é que as famílias puderam retomar as refeições caseiras.

De acordo com levantamento recente , 88% das empresas incentivaram ou exigiram que seus funcionários trabalhassem em casa e, com o fechamento das escolas, os pais acabam preparando comida com mais frequência do que nunca e encontram na cozinha uma atividade também para seus filhos. “Envolver as crianças no processo de preparação de alimentos faz com que elas se sintam incluídas e as incentivam a experimentar receitas saudáveis”, afirma Susan Bowerman, nutricionista, Mestre em Ciência e Nutrição dos Alimentos e Diretora Sênior Global de Educação e Treinamento em Nutrição da Herbalife Nutrition.

Dicas de como preparar as refeições

Algumas vezes, no entanto, incluir as crianças no preparo das refeições pode parecer mais um obstáculo do que uma ajuda. Mas, segundo Susan, é interessante para manter um senso de normalidade enquanto elas aprendem uma nova habilidade. “As crianças acabam aprendendo sobre medidas, a seguir instruções e a ler receitas. Pesquisas também mostram que elas são encorajadas a comer alimentos mais saudáveis ​​quando estão envolvidas no preparo das refeições”, fala Susan.

De acordo com um relatório da Universidade de Washington , aqueles que cozinham mais em casa têm uma dieta mais baixa em calorias, açúcar e gordura.

Confira algumas dicas de Susan Bowerman para ajudar no dia a dia da família:

Crie uma rotina
Não precisa ser “a terça-feira do lanche” e “a quarta-feira do macarrão” todas as semanas, mas, às vezes, ter uma diretriz ajuda a evitar indecisões. Designe um ou dois dias para como você vai comer, não necessariamente o que vai comer, como segunda-feira sem carne ou um brunch no jantar uma vez por semana.

Tenha um estoque de receitas
Use um sistema que funcione para você, seja rasgando páginas de receitas de uma revista e colocando em um fichário ou as salvando no seu computador ou smartphone. Compile receitas que todos gostam. Você também pode fazer com que seus filhos ajudem a reunir as receitas favoritas em um scrapbook como uma atividade divertida.

Faça uma lista e compre uma vez por semana … ou menos
Com as idas limitadas ao supermercado, é importante se preparar fazer compras delivery ou pedidos para viagem. Verifique se você tem ingredientes suficientes na geladeira, no freezer e na despensa para preparar uma sopa rápida ou uma massa a qualquer momento. Bons itens para se ter à mão são: feijão, atum e tomate; frutas congeladas, vegetais, carnes, peixes, aves; ovos, iogurte, leite e queijo com pouca gordura. Escolha os legumes e as frutas que duram mais, como as cítricas, maçãs, cenouras, brócolis, couve-flor, couve, aipo e pimentão.

Delegue funções
Talvez o seu marido seja ótimo com a faca, então, deixe-o com a tarefa de cortar. Já as crianças pequenas podem ajudar a medir. Outras pessoas são melhores para o serviço de limpeza. Dê a todos uma ideia do que cada um pode fazer sem que tenha reclamação.

Pense rápido e fácil
Quantas vezes você comprou uma abóbora inteira com a melhor das intenções, mas acabou por vê-la apodrecer lentamente na gaveta da geladeira? Procure facilitar seu dia a dia com legumes congelados, verduras pré-lavadas e carne pré-cozida para ajudar a reduzir o tempo na cozinha.

Prepare mais em uma única vez
Se você sabe que vai usar cebolas picadas, alho e legumes em mais de uma refeição durante a semana, corte tudo de uma só vez e guarde na geladeira para tê-los à mão.

Faça arroz ou quinoa em maior quantidade e guarde ou congele o que sobrar para uma refeição futura. Você também pode cozinhar mais proteínas para outras refeições – a carne moída refogada que sobrou hoje pode ser usada na sopa ou em um molho amanhã.

Domine as maravilhas de um prato
Elabore refeições que incluam proteínas, legumes e carboidratos em um único prato. Considere sopas, massas e caçarolas.

Mudanças da noite para o dia não são fáceis, principalmente se for preciso envolver outros membros da família. Mas, começando aos poucos e de um jeito prático, você criará uma base que tende a melhorar com o tempo. Divirta-se experimentando e não fique surpreso se acabar gostando ainda mais da versão saudável!

Sobre Susan Bowerman

Susan Bowerman é Diretora Sênior Global de Educação e Treinamento em Nutrição da Herbalife Nutrition. Estudou biologia com honras na Universidade do Colorado e se titulou como Mestre em Ciência e Nutrição de Alimentos pela Universidade Estadual do Colorado. É nutricionista certificada pela Academia de Nutrição e Dietética como especialista em Nutrição Esportiva, Obesidade e Controle de Peso; Também é membro da Academia e diretora assistente do Centro de Nutrição Humana da UCLA e atua como professora assistente de nutrição na Universidade Pepperdine e professora de nutrição do Departamento de Ciência e Nutrição de Alimentos da Universidade Politécnica Estadual da Califórnia.

Sobre a Herbalife Nutrition

A Herbalife Nutrition é uma empresa global que vem mudando a vida das pessoas por meio de produtos de nutrição e oportunidade de negócios para seus Consultores Independentes desde 1980.

A Empresa oferece produtos de alta qualidade e respaldados pela ciência, comercializados em mais de 90 países por Consultores que fornecem orientações individuais e uma comunidade de apoio que inspira seus consumidores a adotarem um estilo de vida mais saudável e ativo.

Através da campanha global da empresa para erradicar a fome, a Herbalife Nutrition também está comprometida em levar nutrição e educação para comunidades em todo o mundo.

Para mais informações, visite Herbalife.com.br ou HerbalifeNutrition.com.br .

A Herbalife Nutrition também incentiva os investidores a visitarem o site de relações com investidores em ir.herbalife.com à medida que informações financeiras são atualizadas e novos dados são publicados.

2020-06-14T16:53:41-03:00maio 22nd, 2020|Categories: ABEVD News, Associados|
Ir ao Topo