A pandemia fez as pessoas ficarem dentro de casa, mas pode não ter confinado a vaidade dos brasileiros. No mês de abril, os e-commerces de moda e de cosméticos registraram altas expressivas no faturamento, de acordo com o levantamento realizado pela Corebiz.

No primeiro segmento, o crescimento foi de 18% sobre março e de 110% em relação a abril do ano passado. Na área de cosméticos, o desempenho foi ainda maior: alta de 111% em abril em relação ao mês anterior e de 138% na comparação com abril do ano passado.

O segmento de tecnologia mais que dobrou seu faturamento em abril: salto de 107% em relação a março e de 30% sobre igual mês do ano passado.

A área de alimentação teve desempenho positivo, quase empatando com março: aumento de 1% no faturamento. Mas, na comparação com abril de 2019, o desempenho foi melhor: alta de 33% no faturamento.

Queda em casa e decoração
Porém, nem tudo são resultados positivos: o segmento de casa e decoração amargou queda de 10% em relação a março e de 11% na comparação com abril de 2019.

A Corebiz chama a atenção para o fato de a retomada no faturamento ter ocorrido no dia 28 de abril, data em que se iniciaram os saques do auxílio emergencial para trabalhadores e MEIs que ficaram sem renda durante a pandemia. A empresa apurou o faturamento dos setores tendo como base em 14 marcas.