De acordo com apuração da Folha de S. Paulo, alguns shoppings centers vão manter as medidas alternativas de venda e entrega de produtos mesmo com a flexibilização da quarentena no Brasil.

Com os avanços restritos da circulação de pessoas, shoppings como o Eldorado, em São Paulo, e o Nova América, no Rio de Janeiro, estão em um processo de levar suas lojas físicas para dentro da Amazon. A medida de vender online é acompanhada pela manutenção do sistema de delivery e drive-thru já em andamento em diversos estabelecimentos.

Parceria com a Amazon
A parceria dos shoppings centers com a Amazon passou a valer a partir de ontem, segunda-feira (01 de junho), dia que marcou a reabertura gradual de alguns estabelecimentos em alguns municípios do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Ademais às alternativas de comércio eletrônico e entrega remota, as lojas estão operando em horário reduzido e permitindo menos pessoas dentro de suas dependências.

Segundo Diego Marcondes, diretor de marketing da Ancar Ivanhoe, administradora dos shoppings que já fazem parte da parceria, o objetivo é ter páginas de todos os centros comerciais do grupo na Amazon até o fim do ano. Dessa forma, a empresa está investindo não só na segurança dos funcionários e consumidores, como na digitalização das marcas que vendem nos shoppings.

“Com a estratégia de levar os shoppings para a plataforma de marketplace, geramos curadoria para os lojistas e expandimos a disponibilidade dos shoppings para um âmbito nacional”, ele explica.

Retire Aqui
Além de vender na Amazon, Marcondes diz que o uso de armários digitais também faz parte das medidas de incentivo às vendas. Serviços como o “Retire Aqui”, no qual as lojas deixam as compras dos consumidores em armários fora do estabelecimento, funcionará como parte do drive-thru.

Para evitar aglomerações, o consumidor fará a compra online e combinará com a loja um horário disponível para retirada, que é feita com um QR Code.

Shoppings participantes
Os armários estarão nos shoppings Nova América, Boulevard, Botafogo Praia, Madureira, Nova Iguaçu e Rio Design Barra, no Rio de Janeiro. Já em São Paulo, estarão nos shoppings Pátio Paulista, Eldorado, Itaquera, Golden Square, Parque das Bandeiras e CenterVale.

No Nordeste, a ação ocorre em Fortaleza (North Shopping Fortaleza, North Shopping Jóquei, Via Sul) e Natal (Natal Shopping). O Conjunto Nacional, em Brasília, o Pantanal Shopping, em Cuiabá e o Porto Velho Shopping, em Rondônia, também receberão os armários.

Digitalização dos shoppings centers brasileiros
De acordo com a Fecomercio de São Paulo, a expectativa para circulação em lojas físicas na cidade é de queda em 50% com relação ao período pré-coronavírus. Em compensação, o presidente da Ancar Ivanhoe, Evandro Ferrer, acredita que 50% dos consumidores continuarão comprando online após a pandemia. Para ele “os shoppings e o varejo como um todo precisaram acelerar a digitalização”.