Roberto Lima será o novo diretor-presidente da empresa
Foi anunciado esta semana o início do processo de sucessão do comando da Natura. No dia 8 de setembro o diretor-presidente Alessandro Carlucci passará o cargo para Roberto Lima, conselheiro de administração da empresa de 2012 a 2014.
Lima já foi presidente da Vivo e do Grupo Credicard e atualmente desempenhava a função de “chairman” do grupo de mídia Publicis do Brasil. “Não será um novo início, mas uma volta entusiasmada. Conheço e admiro a empresa e seus profissionais, que coloco entre os melhores que já conheci. A Natura tem uma história exemplar e uma estratégia em curso à qual buscarei dar minha contribuição, seguindo fielmente os princípios e valores que fizeram desta empresa uma das mais admiradas no Brasil e internacionalmente”, afirmou Roberto Lima.
Alessandro Carlucci deixa a Natura após 25 anos, 10 dos quais no exercício da presidência. No ano passado, anunciou aos fundadores o desejo de iniciar um novo momento em sua vida e em sua carreira. Ele manterá seu vínculo até o final do ano para realizar uma transição plena. Durante sua gestão, a receita líquida da empresa cresceu quatro vezes, passando de R$ 1,7 bilhão para R$ 7 bilhões e o EBITDA cresceu 3,7 vezes, aumentando de R$ 431 milhões para R$ 1,6 bilhão. Nesse período, a Natura tornou-se “carbono neutra” e conseguiu atingir a meta de reduzir 33% suas emissões relativas de CO2.
“Estamos nos preparando há algum tempo para esse movimento. Sou e continuarei sendo apaixonado por essa empresa, especialmente pelas pessoas e por seu propósito. Empresa formada por gente generosa e de talento, que oferece à Natura o melhor de si e assim se orgulha de contribuir para que o mundo seja um pouco melhor”, comentou Carlucci sobre sua saída.