Capital Teresina – None – GERAL – 27/12/2013
Com a proximidade das festas de fim de ano e o pagamento do 13º salário, o movimento do comércio aumenta, se tornando uma excelente oportunidade para quem quer fazer bons negócios e garantir uma renda extra. Neste cenário a venda direta torna-se uma opção fácil e rentável para ajudar nas despesas, além de garantir a satisfação de clientes e consumidores cada vez mais exigentes. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas ( ABEVD ), o setor cresceu 5,9% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2012. O volume de negócios foi de R$ 18,4 bilhões. Os resultados da Natura, líder no setor de venda direta no Brasil, também comprovam o crescimento do setor. O número total de consultoras chegou a 1.573 milhão em 2012, com crescimento de 10,7% em relação ao ano anterior. No Brasil, a rede cresceu cerca de 8%, somando 1.268 milhão de consultoras.
Para os consultores da marca, por exemplo, as festas de final de ano representam o período em que eles mais vendem, trazendo um aumento significativo na renda familiar. De olho nessa parcela de consumidores que prefere a comodidade de comprar em casa e receber atendimento personalizado, os consultores abusam da criatividade para oferecer opções de presentes diversificadas e para todos os bolsos. ”Nossas consultoras e consultores representam um elo fundamental no nosso modelo de negócios. É por meio deles que concretizamos não apenas a venda dos nossos produtos como também disseminamos nossa essência e proposta de valor. Além disso, a venda direta é um modelo consagrado de negócio e constitui um setor cada vez mais relevante para a economia brasileira, responsável pela contribuição fiscal da comercialização de produtos e serviços realizada por milhões de revendedores autônomos”, diz Daniel Levy, diretor da Regional Sul da Natura.
 
Artigo original