Recursos digitais são aliados, mas o fator mais importante continua sendo o contato pessoal

 

Já falamos muito aqui sobre como a tecnologia pode ser uma grande aliada para impulsionar a venda direta. Estratégias de marketing digital, ferramentas para analisar redes sociais, dicas de aplicativos e muitos outros assuntos. Todos esses mecanismos são importantes para ajudar a ampliar seu negócio e conquistar mais clientes, mas o verdadeiro poder das vendas diretas vai muito além disso.

 

Embora toda a tecnologia disponível seja útil, a prática de vender produtos e serviços pessoalmente começou antes disso, e ela funcionava muito bem: os mais modernos métodos não são condição necessária para alcançar o sucesso. Se você ainda está aprendendo a usar todos esses recursos, não se preocupe. O mercado traz boas perspectivas para que você se sinta seguro e tome o tempo necessário para testar novos meios e descobrir qual a ferramenta que você melhor se adapta.

 

Veja aqui alguns dados publicados no site da Rose Revolutions:

 

  • 74% dos adultos dos Estados Unidos já compraram produtos de um revendedor direto, e a estatística se repete no Reino Unido;
  • 16 milhões de pessoas estão envolvidas com esse mercado;
  • 117 bilhões de dólares são gerados através das vendas diretas;
  • 80% das empresas de vendas diretas dizem que tiveram suas expectativas cumpridas ou superadas em relação às vendas.

 

Se você está preocupado com a quantidade de ferramentas disponíveis, não se preocupe. Tecnologias vêm e vão, métodos modernos de marketing também vêm e vão, mas a venda face a face já está aqui, e ela sem foi bem sucedida. Sempre haverá um lugar para o toque humano.