Centro de Inovação Global Avon Brasil marca parceria estratégica com Natura &Co e promove avanços na pesquisa e desenvolvimento de cosméticos para mercados globais

Um novo passo na integração entre Avon e Natura &Co foi dado com a inauguração do Centro de Inovação Global Avon Brasil, em Cajamar, integrado ao Centro de Inovação da Natura, na quinta-feira (30). O novo polo será o responsável pela inovação, pesquisa e desenvolvimento de produtos de todas as categorias da marca para cerca de 50 mercados ao redor do mundo. A integração surge para promover uma troca de experiências entre times de especialistas e para expandir a capacidade científica da Avon.

Vale ressaltar que a Natura e a Avon, apesar de unidas, possuem processos de inovação distintos, porém complementares. No caso da Natura, os investimentos em pesquisa e uso de ativos da biodiversidade brasileira, enquanto a Avon apresenta uma estratégia conectada a tendências globais. As distintas identidades e autonomias de ambas as marcas serão preservadas mesmo após a inauguração do Centro de Inovação Global Avon Brasil em parceria com a Natura, promovendo um ambiente simbiótico que otimiza as atividades de Pesquisa e Desenvolvimento. O objetivo é expandir as fronteiras da criação de tecnologias, ativos e produtos inovadores, visando proporcionar ao mercado benefícios aprimorados e desempenho superior.

“Esse momento representa uma janela para o futuro. Inovação fala de futuro. O nosso grupo passou por histórias ousadas nos últimos anos e vem se reestruturando, e está totalmente amparada para ambicionar coisas enormes. Houve um momento em que esse centro de inovação fosse localizado fora da América Latina, em algum país da Europa. Nesse mundo que vivemos hoje, o que esse centro de inovação representa é um tremendo capital intangível. São 137 anos acumulados de conhecimento, desenvolvimento e tecnologia em cosmética. Só nos últimos três anos a Avon recebeu 300 prêmios no mundo inteiro. Aqui também estão 54 anos de conhecimento da Natura, por isso o centro deveria vir para cá”, comenta João Paulo Ferreira, CEO Latin América da Natura &Co.

“São centenas de milhões no mundo que adoram nossos produtos, que têm muito valor. Particularmente, no caso da Avon, uma performance impressionante e um valor inacreditável, porque um dos papéis da Avon é democratizar o acesso a produtos de alta qualidade “, acrescenta.

Pedro Passos, fundador e conselheiro da Natura, relembrou a aquisição da Avon pela Natura. O empresário comenta ter sido um passo ousado, e que ajudou a entender o processo que requer persistência. Um dos aprendizados citados pelo empresário é que, para se tornar um player global, é necessário um padrão máximo de qualidade, tecnologia e saber realmente entender o consumidor em suas diversas demandas.

“Nossa missão não é só de negócios, mas de humildemente fazer parte de um conjunto de empresas com ousadia para levar à frente projetos importantes. Vamos seguir com espírito e vigor e acreditar na capacidade do povo brasileiro de competir internacionalmente, e de ser inovador. A inovação é a base para esse processo”, frisa Passos.

O início desse novo ciclo une mais de 100 anos de história da Avon com a história da Natura no Brasil, reforça Daniel Silveira, vice-presidente de Marca, Marketing e Inovação da Avon para a América Latina. Ele conta que, na história da Avon, foram mais de 20 mil fórmulas feitas e mais de mil patentes de tecnologias exclusivas desenvolvidas a partir da inovação, com a missão de democratizar a beleza para todos.

“Trazer isso para o Brasil, deixa perto do mercado essa capacidade de conexão e proximidade, nesse que é o 4º maior mercado de beleza e cosméticos do mundo. A partir de agora, traremos todas as tecnologias para serem desenvolvidas a partir daqui – no centro de inovação da Natura. Perfumes, produtos para cabelo, para o rosto, para o corpo e as maquiagens. Além disso, a modernização da expressão da marca, que há 137 respira e se inspira no espírito do tempo para propor convites de transformação na vida de tanta gente”, pontua Silveira.

Ainda de acordo com o vice-presidente de Marca, Marketing e Inovação de Avon para a América Latina, esse movimento na união das marcas reforça o compromisso com a diversidade. Ele citou ainda que muitas tecnologias serão alavancadas, como sequenciamento de DNA, impressoras de pele – inovação já praticada pela Natura – que evitam os testes em animais, e máquinas que permitem saber que os produtos chegarão com qualidade aos extremos no Brasil, além de uma tecnologia em raio-x que permite observar a interação da fórmula com a embalagem.

A transferência da estrutura de operação para o Brasil é um movimento estratégico não somente porque o país é o 4º maior mercado de beleza e cuidados pessoais do mundo e o mais importante para os negócios da marca, mas também pelas possibilidades de descobertas que uma região tão diversa em termos geográficos, culturais e étnico-raciais pode proporcionar no processo de criação de produtos que atendam às demandas de consumidores de todos os continentes.

A integração surge também com a missão de tornar a América Latina o mercado mais importante globalmente para as operações da companhia, o principal centro de tecnologia, pesquisa e desenvolvimento da marca no mundo. O novo empreendimento também terá capacidade e potencial para desenvolver mais de 100 fórmulas ao ano e mais de 30 fórmulas exclusivas para o mercado latino-americano.

A companhia já havia observado o potencial da pesquisa e desenvolvimento em solo brasileiro quando instalou, em São Paulo, seu laboratório de inovação nacional, onde eram desenvolvidos produtos focados nos países latinos, como adaptações de cores, fragrâncias e texturas, substituições de ingredientes e estudos para adequação de formulações para demandas regionais.

Novas contratações marcam inauguração do Centro de Inovação Global Avon Brasil em parceria com Natura

A empresa já contratou mais de 70 profissionais que irão compor o time global, com atuação em áreas como Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Embalagens, fórmulas de fragrância, produtos para Rosto, Corpo e Banho, entre outras. Alinhados ao compromisso com a vida da companhia, que define como uma de suas metas de sustentabilidade garantir paridade de gênero e inclusão de grupos sub-representados, 60% das vagas do novo Centro de Inovação da Avon foram preenchidas por mulheres e 30% por pessoas negras e da comunidade LGBTQIAPN+.

O objetivo é formar equipes interdisciplinares e diversas de cientistas, engenheiros e especialistas em beleza, responsáveis pelo estudo de soluções seguras, eficazes e de qualidade em cosméticos, criando os melhores produtos e produzindo em uma escala global, o que os tornam mais acessíveis.