Por mais de duas décadas, a Natura & Co tem sido um líder ativo na proteção de florestas tropicais e na criação de cosméticos e produtos de beleza sustentáveis ​​e de origem ética. Em um novo patrocínio à exposição do Museu da Ciência da Amazônia , a empresa agora está conscientizando sobre a importância das florestas tropicais do mundo de uma nova forma e convocando as pessoas a participarem dos esforços de preservação e regeneração.

“A crise climática é realmente o desafio definitivo do nosso tempo – o setor privado e as instituições públicas, bem como os cidadãos em todo o mundo, precisam trabalhar juntos para intensificar e pressionar por mudanças”, disse Marcelo Behar, vice-presidente de Sustentabilidade e Assuntos do Grupo para Natura & Co. “Há uma chave simples e óbvia para deter a mudança climática: deter a destruição de florestas tropicais como a Amazônia.”

Esta mostra exibe o trabalho de Sebastião Salgado, fotógrafo brasileiro, que passou anos documentando a Floresta Amazônica e as imensas mudanças que a região passou. Em 200 imagens em preto e branco, algumas nunca vistas antes no Reino Unido, os espectadores são apresentados a 12 comunidades indígenas diferentes e têm um vislumbre de um mundo que está desaparecendo rapidamente.

“Como uma empresa brasileira, a Natura & Co tem a Amazônia muito perto de nossos corações e há muito temos o compromisso de proteger a floresta tropical com sua riqueza de biodiversidade e comunidades tradicionais”, disse Behar. “Temos o prazer de fazer parceria com o Museu da Ciência e apoiar a exposição Salgado ‘Amazônia’ para demonstrar a beleza da Amazônia e, ao mesmo tempo, ajudar a aumentar a conscientização sobre os efeitos das mudanças climáticas na região e a necessidade crucial de agir antes que o desmatamento atinja um ponto de inflexão. Será necessário um esforço global para salvar a Amazônia e nós, da Natura, estamos determinados a fazer a nossa parte”.