Uma homenagem da Direct Selling News às fundadoras de empresas de vendas diretas: mulheres que inspiram, apoiam e criam caminhos empresariais acessíveis

Preparados ou não, o setor de vendas diretas está mudando. Táticas insistentes de vendas, sem construção de relacionamento ou estratégia, já não funcionam. O que os clientes desejam e esperam das marcas é que as interações sejam orgânicas, isto é, espontâneas, e que a experiência do cliente seja impecável. O marketing boca a boca sempre foi uma parte essencial da venda direta, mas a importância de ter um bom relacionamento com os clientes, mesmo que a comunicação não seja feita de forma presencial, aumentou dramaticamente no cenário de vendas sociais de hoje. Os clientes querem comprar de marcas e indivíduos que compartilham suas paixões e experiências, de uma maneira que essa aproximação traga benefícios mútuos. A chave para prosperar em meio a essa mudança será apostar nos vendedores sociais naturais, que já compõem três quartos da indústria: as mulheres.

Liderando essas mudanças, estão CEOs motivadas que sabem como criar um ambiente de trabalho que alavanca a contribuição das mulheres. Da mesma forma, essas líderes entendem as necessidades do público, que é predominantemente feminino, e agora toma de 70 a 80% de todas as decisões de compra das famílias. Esse ano, a Direct Selling News homenageia 17 mulheres visionárias, de diferentes origens, cujo espírito empreendedor e busca pela excelência criaram empresas cujas receitas mensais excedem US $ 50 milhões e impactam milhões de empreendedores independentes pelo mundo. Na celebração dos triunfos dessas fundadoras, a revista também reconhece os milhões de mulheres que, hoje, desempenham outros papéis igualmente importantes dentro da indústria de vendas diretas – revendedoras, mentoras e líderes – e enaltece as gerações de mulheres que vieram antes destas, por abrirem as portas para que novas oportunidades aparecessem para as profissionais femininas de vendas diretas.

YOUNG LIVING

Mary Young

Óleos essenciais

Sem Mary Young, é provável que os “óleos essenciais” fossem desconhecidos hoje. Ao lado do marido, Gary Young, Mary foi uma voz influente no que se tornou um movimento que atraiu mais de 6 milhões de distribuidores em todo o mundo. Seu estilo de liderança é focado na equipe, que atua junto na solução de problemas e no descobrimento de novas possibilidades. “É divertido ouvir todas as ideias diferentes para desenvolver novos programas e planos para o crescimento de nossos negócios”.

Esse ambiente de trabalho colaborativo deu a Mary uma visão única do que faz uma equipe de sucesso funcionar e, com uma força de trabalho predominantemente feminina, ela conseguiu identificar os traços que as mulheres de sucesso geralmente compartilham. “Elas têm um desejo ardente de aprender, entender e nunca deixar de seguir a direção que escolheram”, diz Mary. “Elas geralmente também são muito focados e não permitem que as distrações as tirem de seu objetivo”.

Cercar-se de uma equipe executiva altamente qualificada e dedicada tem sido uma de suas principais estratégias para enfrentar as adversidades. “Minha maior força como líder é minha capacidade de capacitar os outros, fazê-los acreditarem em si mesmos, discutir ideias e reconhecer seu valor como parte da família Young Living. É importante que eles saibam como são importantes para levar nossa missão ao mundo”.

“Minha maior força como líder é minha capacidade de capacitar os outros, de fazê-los acreditarem em si mesmos.” – Mary Young

Leia na íntegra.