Apesar de 2020 ter sido muito difícil para o setor de cosméticos e beleza, a empresa brasileira de beleza, Natura, quer continuar investindo na Argentina e se firmar como a número um em vendas diretas no país.

A confirmação foi feita pela gerente geral da Natura Argentina, Verónica Marcelo, em entrevista ao jornal local El Cronista. Além disso, a executiva explicou que a empresa também vai continuar a apostar na produção local (hoje 50% do faturamento é proveniente de produtos feitos no país).

Sobre a perspectiva geral do negócio, Verónica Marcelo destacou que, embora o primeiro trimestre de 2020 tenha começado muito bem, o ritmo foi freado com a chegada da pandemia de Covid-19 e o estabelecimento do isolamento social na Argentina.

Apesar de ter inicialmente fechado a fábrica no país, os trabalhadores puderam retornar com os protocolos sanitários corretos e a empresa contribuiu a nível social com a comercialização de produtos essenciais. A Natura também aproveitou o momento para investir fortemente na digitalização de sua rede, para que os fornecedores pudessem continuar operando.

O resultado ficou claro nos resultados: antes da pandemia a Natura contava com 50 mil consultoras e consultoras digitais e no final do ano o número quase dobrou. Atualmente 90% da rede está digitalizada.

Fonte: Fashion Network