Pesquisa realizada pela Hays, líder mundial em recrutamento, com mais de 2.600 pessoas mostrou que os benefícios mais valorizados pelos profissionais são a flexibilidade de horários e o home office.

Estes benefícios são cada vez mais procurados pela nova geração dos millenialls, jovens com pouco mais de 30 anos, que buscam o tão sonhado equilíbrio entre a carreira profissional e a vida pessoal.

72% dos entrevistados buscam alternativas de flexibilidade de horário, rompendo com a tendência do século 20, que pregava uma jornada fixa. Já 53% das pessoas desejam fazer o trabalho home office ou à distância.

A entrevista foi realizada com profissionais de mais de 400 empresas de todos os portes e dos principais ramos de atividade da economia brasileira.

Vendas diretas e a flexibilidade de horários – Empreendedor por natureza, o setor de vendas diretas se destaca por oferecer aos interessados a flexibilidade de horários tão desejada pelos profissionais.

Responsáveis pela gestão da própria carreira, os empreendedores independentes não têm chefes e escolhem qual a carga horária semanal que vão realizar – de acordo com os resultados que esperam alcançar. Vale lembrar que a remuneração é de acordo com o esforço empreendido.

Além de definir as próprias metas, os empreendedores independentes contam com o desenvolvimento pessoal proporcionado pelos treinamentos e dicas compartilhados pelas empresas do setor.

Com baixo valor de entrada, o setor é democrático e inclusivo, pois qualquer pessoa com mais de 18 anos pode aderir às vendas diretas. Basta ter vontade de empreender e gosto por vender.

Mais que um vendedor – Ao empreender em vendas diretas, a pessoa precisa ter em mente que não vende apenas um produto ou um serviço.

O profissional transforma a venda em uma experiência e passa a prestar uma espécie de consultoria ao cliente, indicando o que é mais apropriado para cada tipo de pessoa.

Fonte: ABEVD