A movimentação no varejo paulistano em dezembro foi 1,8% maior, se comparada com o mesmo mês de 2019, o que coloca o setor no mesmo patamar registrado anteriormente à pandemia de covid-19. É o que aponta o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), indicador elaborado pelo Instituto de Economia Gastão Vidigal (IEGV) com base nos dados da Boa Vista SA.

O Balanço de Vendas apontou também que dezembro foi melhor comparado com o mês anterior e sobre dezembro de 2020: 29,3% e 18,7% respectivamente.

“Os dados refletem a melhora das condições da economia. Isso se deu por diversos fatores positivos, como a cobertura vacinal, mais mobilidade da população e do Auxilio Brasil”, afirma o economista da ACSP, Marcel Solimeo.

Acumulado 2021

Com alta de 12%, o acumulado do ano parece indicar que o comércio voltou aos patamares anteriores à pandemia, mas com desempenhos muito diferentes entre os segmentos. O principal deles, de acordo com o economista, foi o crescimento expressivo das vendas on-line.

Com menos restrições ao funcionamento do comércio e o avanço da vacinação, o varejo aos poucos mostrava sinais de uma possível recuperação. De janeiro a março, os dados registrados pelo balanço de vendas foram negativos: -11,1%, -6,1% e -23,7%. A retomada gradual começou a partir de abril.