Setor oferece flexibilidade de horário, mais tempo em família, além da possibilidade de melhores ganhos

O Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, instituído pelas Organização das Nações Unidas (ONU) em 19 de novembro em 2014, evidencia a crescente participação das mulheres na condução do seu próprio negócio — tendência que também é destacada pelos resultados da Pesquisa Global de Empreendedorismo encomendada pela Herbalife para a OnePoll*.

O levantamento, que envolveu 9.000 mulheres de 15 países, mostra que 72% delas desejam empreender. Dessas, 54% consideram que ter o próprio negócio é uma maneira potencial de aumentar sua renda, 45% afirmam que é uma forma de ter um horário de trabalho mais flexível, 40% acreditam que o próprio negócio possibilitaria se dedicar ao que mais gosta e 36%, que poderiam passar mais tempo com a família.

Para quem empreende com as vendas diretas, essas vantagens são uma realidade — tanto que o setor que conta com uma força de trabalho composta 60% de mulheres, de acordo com dados da Associação Brasileira de Vendas Diretas (ABEVD).

Uma das empresas que oferece uma oportunidade de negócio lucrativa com esses benefícios é a Herbalife, multinacional americana que atua no Brasil há 28 anos com a venda de suplementos e produtos alimentícios para quem busca um estilo de vida saudável.

Para se ter ideia, a companhia oferece diferentes maneiras de fazer negócio com baixíssimo investimento: com menos de R$ 200 é possível se cadastrar para receber o kit inicial de negócio, que traz amostras de produtos e orientações de como iniciar seu empreendimento. E a própria empreendedora escolhe o modelo que pretende atuar e a quantidade de horas que deseja dedicar por dia, recebendo ganhos compatíveis com seu esforço.

Ela pode simplesmente vender os itens do catálogo de produtos para seus clientes e acompanhar seus resultados, por exemplo. Também pode investir em um Espaço Vida Saudável – ambiente que comercializa os produtos já preparados para serem degustados, usados em receitas (waffles, muffins, etc.) e que ainda possibilita encomendar os produtos fechados. Ou ainda investir em sua própria organização de vendas, garantindo ganhos sobre a venda de produtos comercializados pela equipe que gerencia.

Apoio para empreender

Segundo Jordan Rizetto, vice-presidente de marketing para as Américas, “a Herbalife oferece uma estrutura de treinamento para apoiar até mesmo aqueles que nunca empreenderam, proporcionando a todos a oportunidade de obter ótimos ganhos, independente de gênero, idade, etc”. O suporte inclui treinamentos de capacitação presenciais, online e por meio do premiado aplicativo HNGrow, com temas diversos, como gestão de resultados, finanças pessoais, relacionamento com o cliente, marketing de redes, nutrição, entre outros.

A marca também disponibiliza o programa Cliente Premium, que possibilita aos distribuidores cadastrarem consumidores para realizar compras online, com direito a brindes exclusivos e descontos progressivos, além de entrega direta em casa e pagamento facilitado pela plataforma, eliminando o risco de “calotes”.

Quem se torna distribuidor independente da marca ainda conta com o apoio do serviço de atendimento (SHAC) realizado por profissionais de nutrição, além da Garantia Padrão Ouro, que assegura a devolução do valor dos produtos que estiverem fechados e no prazo de validade para a marca. “A seriedade com que a Herbalife trabalha com seus distribuidores permite ainda que o negócio possa ser herdado para os filhos”, finaliza Rizetto.

Fonte: Manezinho News.