Entenda o novo comportamento do consumidor e ofereça diferenciais em suas vendas

Com o avanço das facilidades proporcionadas pela tecnologia, o mercado de vendas diretas buscou alternativas para adaptar-se à nova realidade. Nesse cenário de mudanças, o conceito omnichannel transformou-se em uma excelente alternativa para o setor.

O reforço na hora da venda é configurado a partir da realidade das tecnologias digitais móveis, ou seja, prevê um envolvimento maior entre quem vende, que precisa prestar um atendimento de excelência presencialmente ou no mundo digital, e quem compra, pessoas ávidas por conveniência, com poder de compra e aderência às novidades.

Dessa forma, o revendedor direto precisa utilizar os potenciais oferecidos pelas redes sociais para proporcionar experiências de pré e pós-venda. Não há mais espaço para a distinção da qualidade das relações e das experiências em diferentes ambientes. Seja no mundo virtual ou nas relações pessoais, a excelência é essencial.

Um estudo feito pela IBM classificou os consumidores omnichannel em quatro tipos distintos, confira:

  • 19% dos consumidores entrevistados praticamente não usam tecnologia para fazer compras.
  • 40% usam as mídias sociais, a geolocalização e a mobilidade para pesquisar informação, mas não as usam para a compra dos produtos.
  • 29% usam as mídias sociais, a geolocalização e a tecnologia de mobilidade para pesquisar produtos e realizar compras de bens.
  • 12% foram classificados como exploradores e pioneiros. Eles usam essas novas tecnologias de forma massiva em todos os canais, inclusive para a escolha da empresa ou marca.

Além disso, o estudo identificou as principais prioridades dos consumidores omnichannel:

  1. Preço consistente entre os diversos canais.
  2. Capacidade de envio de itens “fora de estoque” na loja, diretamente para a sua casa.
  3. Opção de tracking de seu pedido.
  4. O mesmo portfólio de produtos, consistente em todos os canais.
  5. Capacidade de devolução de compras realizadas on-line, na loja física.

Sabendo disso, é preciso manter-se informado e se preparar para lidar com um cenário de compartilhamento intenso de opiniões e novidades, em que a internet é um ambiente de troca de experiências e aprendizado em relação aos produtos e marcas.

Fonte: Matteria