Mas na sexta-feira negra o faturamento cresceu apenas 3%
A semana que antecede a Black Friday em 2022 teve um aumento expressivo no faturamento bruto em relação ao ano anterior, enquanto na data específica, as vendas não foram significativas. Dados da VarejOnline, empresa especializada em tecnologia para gestão de lojas, franquias e pontos de venda (PDV), aponta que durante a semana, o varejo físico teve crescimento de 20% no faturamento e aumento de 6% nas vendas, enquanto na sexta-feira o crescimento do faturamento foi de 3% e as vendas de 6%. Ao todo, foram registradas 1.142.709 de vendas na base de clientes da VarejOnline na semana da data comemorativa. Em 2021, esse número foi de 867.974 mil.
Outra informação apontada pelo levantamento foi o aumento de vendas por pagamentos com cartão de crédito, que teve um crescimento de 2% em comparação ao ano passado, enquanto as vendas via cartão de débito e dinheiro reduziram em 11% e 8% respectivamente.
Para Juliano Mortari, CEO e fundador da VarejOnline, apesar das vendas não terem sido tão expressivas, ainda há expectativa para o Natal que gera bastante volume. “O Natal é de fato a data mais lucrativa do varejo, principalmente no setor de moda. É importante agora os lojistas investirem em ações promocionais, como vouchers e descontos progressivos”, explica Mortari.
Fonte: Mirian Gasparin