Líder brasileira no mercado de cosméticos reduz em 33,2% a emissão de gases de efeito estufa

natura-co2-1

A Natura firmou, no ano de 2007, o compromisso voluntário de reduzir em 33% as emissões relativas de Gases de Efeito Estufa (GEE) na atmosfera. A meta foi superada e a empresa diminuiu as emissões de CO2 em 33,2% até o fim do ano passado.

Para cumprir com o objetivo, a Natura contemplou o envolvimento de todos os processos de sua cadeia de valor, desde o fornecimento de matérias-primas até a disposição final das embalagens. A companhia reforçou o olhar sobre toda essa cadeia pensando no compromisso de trabalhar em uma economia de baixa emissão de carbono e essa postura tem gerado um importante aprendizado sobre os impactos e investimentos em novas ações da empresa.

Atualmente, o tema do carbono já está incorporado à tomada de decisão de qualquer nova iniciativa. “É muito gratificante para a Natura atingir essa meta, pois assumimos a responsabilidade, há sete anos, de reduzir todas as emissões causadas por nossa operação”, orgulha-se Denise Alves, diretora de Sustentabilidade da Natura. “Nossos gestores de inovação têm o compromisso de avaliar as emissões de qualquer produto a ser lançado desde o momento do planejamento, que devem ser menores do que os produtos já em linha”, completa a executiva.

Com o nome de Programa Carbono Neutro, a iniciativa se sustenta em três pilares fundamentais: Inventário de Emissões, Redução das Emissões e Compensação. Para garantir a meta de redução, a Natura fez o inventário medindo todas as emissões geradas desde a extração das matérias-primas e materiais de embalagem, realizada por nossos fornecedores, até o descarte das embalagens após o uso pelo consumidor. Os resultados foram auditados por empresas externas independentes, tais como DNV (2007 e 2008), PwC (2009 e 2010), KPMG (2011) e E&Y (2012 e 2013). Todos esses dados são devidamente reportados nos relatórios anuais da companhia e na plataforma do Protocolo Brasileiro do GHG, desde sua criação, em 2008.

Depois de ter um mapa completo da quantidade de carbono emitida, a Natura divide esse total de emissões pela quantidade (em quilos) de produtos vendidos no ano e chega a um valor de carbono/Kg de produto, as chamadas emissões relativas. Para atingir essa meta, a Natura vem, desde 2007, colocando em prática diversas iniciativas.

natura-co2-2Em relação aos produtos, a Natura aumentou o índice de vegetalização das formulações e passou a utilizar materiais de embalagens em menor quantidade e com menor impacto ambiental, como o PET reciclado e PE verde. Além disso, o álcool convencional de toda a perfumaria Natura foi substituído por álcool orgânico.

Foram inaugurados centros de distribuição, descentralizando a separação dos pedidos dos consultores, reduzindo o tempo de entrega e a emissão de GEE com a otimização do transporte rodoviário.

Outras ações importantes têm sido o incentivo ao transporte de produtos por via marítima para abastecer as operações internacionais que a Natura mantém nos principais países da América Latina. Devido à expansão da produção internacional, a empresa deixou de importar parte dos produtos do Brasil. A companhia substituiu também toda a frota de carros da força de vendas e, a partir de 2012, passando a oferecer cartão que limita o abastecimento a etanol nos carros flex.

Entre outras iniciativas sustentáveis adotadas, estão a utilização de caixas menores para a distribuição dos produtos, o que permite melhor ocupação nos carros e caminhões; a redução em 6% do consumo de papel da revista Natura, diminuindo o consumo da matéria-prima ; e a substituição do GLP por etanol na caldeira da fábrica em Cajamar – SP, o que vale também para o Ecoparque, inaugurado em março deste ano, em Benevides – PA.

Por fim, por mais que a Natura conte com o aprimoramento dos seus processos e utilize as tecnologias verdes mais avançadas, emitir certa quantidade de carbono ainda é algo inevitável. Por isso, todas as emissões que a Natura não consegue evitar são compensadas com a compra de créditos de carbono.

Isso ocorre por meio do apoio a projetos que promovem a retirada de carbono da atmosfera, como é o caso das iniciativas de reflorestamento, de recuperação de áreas degradadas com floresta nativa e do incentivo ao desenvolvimento de Sistemas Agroflorestais. Projetos que permitam que um processo industrial diminua suas emissões de carbono por meio da substituição de combustíveis não renováveis – carvão mineral e o óleo combustível – por fontes renováveis são outros exemplos.

Para selecionar iniciativas que sejam inovadoras e tenham benefício socioambiental, que garanta a geração de emprego e renda para a população local, a conservação da biodiversidade e o uso sustentável dos recursos naturais, a cada dois anos, a Natura lança um edital público. Nele, são escolhidos projetos que geram créditos de carbono suficientes para compensar as emissões que serão geradas no biênio.

Abaixo é possível visualizar no gráfico os demonstrativos de Compensação X Emissão:

natura-co2-3

 

Todos os projetos são acompanhados de perto pela Natura e passam, necessariamente, por uma verificação externa independente, que verifica e atesta se a iniciativa está, de fato, cumprindo seu plano de trabalho e gerando a redução de emissões.

 Sobre a Natura

Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira que fabrica cosméticos e produtos de higiene e beleza. É líder no setor de venda direta no Brasil e registrou R$ 7 bilhões de receita líquida em 2013. Possui 30 linhas de produtos, sete mil colaboradores, 1,6 milhão de consultoras e operações na Argentina, Bolívia, Chile, México, Peru, Colômbia e França. A estrutura da Natura é composta por fábricas em Cajamar (SP) e Benevides (PA), oito centros de distribuição no Brasil, além de centros de Pesquisa e Tecnologia em São Paulo (SP), Manaus (AM) e Nova Iorque (EUA). Em dezembro de 2012, a empresa adquiriu de 65% da fabricante australiana de cosméticos australiana Aesop, a qual atua em países da Oceania, Ásia, Europa e América do Norte. Para mais informações sobre a Natura, visite www.natura.com.br e confira nossos perfis nas seguintes redes sociais:

https://www.facebook.com/natura.br

https://twitter.com/naturanet

https://www.youtube.com/user/naturabemestarbem

 

Burson-Marsteller Brasil | Assessoria de Imprensa Natura

Carolina Lopez | (11) 3094.2268 | [email protected]

Ester Ferreira | (11) 3094-2258 |  [email protected]

Fernanda Fernandes | (11) 3094.2276 | [email protected]

Mariana Geraldine | (11) 3040.2417| [email protected]