Outubro Rosa: detecção precoce de câncer de mama reduz risco de morte em 95%

25 de outubro de 2019

ABEVD apoia a campanha e traz dicas de como prevenir e identificar o surgimento da doença nas redes sociais

Outubro é o mês oficial de conscientização sobre a importância da prevenção e detecção precoce do câncer de mama, o segundo tipo mais comum de câncer em mulheres. Quando descoberto no início, a chance de cura da doença é 95%. Já, quando diagnosticado tardiamente, a possibilidade de sobrevivência cai para 50%. Os dados são da Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama).

Vista a importância da divulgação de informações sobre o assunto, a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) produzirá, durante o mês de outubro, posts nas redes sociais com dicas para detecção e prevenção do câncer de mama, que teve, esse ano, 59.700 novos casos, segundo o INCA.

As formas de prevenir o aparecimento da doença são simples: ter uma dieta equilibrada, com pouca ingestão de gorduras, carne vermelha e alimentos ultraprocessados, praticar atividade física regularmente e evitar cigarros e bebidas alcoólicas. Em resumo, manter uma vida saudável é a melhor maneira de evitar a aparição de qualquer espécie de enfermidade.

Contudo, mesmo com uma rotina sadia, é necessário continuar atenta a alguns sinais que podem indicar o surgimento desse tipo de câncer. Mudanças no formato, cor e textura das mamas, devem ser sinais de alerta para as mulheres. Por isso, quando o assunto é detecção precoce, o autoconhecimento é fundamental.

A realização do “autoexame”, a fim de identificar o surgimento de possíveis nódulos, e a realização de mamografias a cada 1 ou 2 anos, para mulheres com mais de 40 anos, também são importantes armas para identificar o câncer de mama ainda em estágio inicial e, assim, ampliar a possibilidade de cura, com um tratamento muito menos agressivo.

Com informação correta, milhares de vidas podem ser salvas! #ABEVDpelacura

Fonte: Assessoria