Estudo encomendado pela Avon, o Impulso Avon, mostrou o papel da empresa na vida de suas revendedoras. Inédita, a pesquisa buscou entender como a venda direta permitiu a conquista de objetivos e melhorias para estas empreendedoras.

Foram entrevistadas 2 mil mulheres em todo o Brasil. A metodologia da pesquisa buscou refletir, estatisticamente, o impacto da empresa na vida destas mulheres, ou seja, deste grupo metade era de revendedoras e as outras mil não tinham relação com a companhia.

Entre as informações coletadas, o destaque é que para 74% das entrevistadas, a renda vinda das vendas diretas é essencial para ajudar nas contas da casa. Já 55,4% das revendedoras disseram que a atividade trouxe autonomia para decidir como gastar o próprio dinheiro.

Ao considerar que as vendas diretas da Avon beneficiam outras pessoas da família, cerca de 6 milhões de brasileiros são impactados positivamente pela empresa.

Além do aspecto financeiro, a pesquisa revelou o impacto social das vendas diretas da Avon. Enquanto 39,5% das revendedoras têm plano de saúde, no outro grupo este número chega a 32.5%. Já 89,4% das revendedoras consideram que ter uma renda própria ajuda as mulheres a saírem de relacionamentos abusivos, comparado com 85,8% do outro grupo.

Para saber mais sobre o estudo Impulso Avon e como as vendas diretas têm impactado a vida das revendedoras, confira o texto completo aqui.