Vendas diretas se destaca em reportagem do Diários Associados

Com uma entrevista exclusiva da presidente executiva da ABEVD, Adriana Colloca, a matéria “Vendas Diretas desafiam digitalização do varejo” foi publicada no Correio Braziliense e no Estado de Minas, veículos pertencentes ao grupo Diários Associados.

Com dados e informações fornecidas pela ABEVD, a matéria mostrou a força e a importância do setor, mesmo diante do crescimento do comércio eletrônico.

A Expo ABEVD, novidade do 2º Congresso Nacional de Vendas Diretas, também foi tema de matérias em sites como o E-Commerce News e Mais Influente e o 2º Congresso Nacional de Vendas Diretas foi mencionado no jornal Empresas & Negócios.

Fonte: ABEVD

A digitalização da Venda por Relações

* Por Erasmo Toledo

 

Mais de 4 milhões de pessoas no Brasil atuam no setor de vendas diretas. Deste número, mais de um quarto – 1,1 milhão – são Consultoras de Beleza Natura. Isso representa a força e o impacto que a atividade exerce na vida dos brasileiros. Somos uma empresa que nasceu da paixão pelas relações, e por isso a venda direta está no centro do nosso modelo de negócios.

Ao mesmo tempo, a venda direta passa por transformações intensas. Em um mundo cada vez mais digital, dar ferramentas para que as consultoras possam atender seus clientes onde quer que eles estejam é essencial para tornar a consultoria uma atividade cada vez mais profissional e moderna.

E é isso que buscamos fazer com a Venda por Relações, como passamos a chamar a venda direta na Natura a partir de 2017. Revitalizado, o novo modelo de negócio busca reforçar os três alicerces dessa relação: Propósito, Pertencimento e Prosperidade. O propósito nos conecta com a crença de que a cosmética é um caminho para construir um mundo mais bonito em todos os sentidos; o pertencimento se dá devido à rede viva de pessoas que celebram e acolhem a individualidade, a diversidade e a troca de experiências e ideias; a prosperidade, por fim, transforma a vida da Consultora, tornando-a mais completa e feliz.

A digitalização chega para aproximar e ampliar o contato entre Consultoras e consumidores. Graças à maior capacidade de interação, essas empreendedoras podem ampliar sua base de clientes e potencializar lucros. Sabemos que a relação se constrói também por meio do contato cada vez mais frequente, por isso os meios digitais contribuem para que a consultora seja cada vez mais assertiva em suas ofertas e serviços, ao administrar informações de clientes, realizar treinamentos para aumentar vendas e aumentar seu alcance geográfico.

Todo o esforço digital da Natura tem colhido resultados muito animadores para o crescimento da empresa e desenvolvimento de sua rede de relações. Já são mais de 860 mil consultoras com acesso à nossa plataforma online (web e aplicativo), pelo qual é possível postar pedidos, solicitar segunda via de boleto, renegociar dívidas e até mesmo contar com um serviço de CRM desenvolvido a partir do perfil de suas clientes.

Sabemos que as Consultoras que utilizam as ferramentas digitais oferecidas pela nossa plataforma têm um aumento médio de 10% em suas vendas. E, claro, com isso ainda conseguimos atingir outra meta importante de inclusão social, que é digitalizar todos os níveis de Consultoras – tanto aquelas que já tinham familiaridade com a internet e redes sociais, como aquelas que ainda tinham um caminho maior a ser seguido.

As mais de 500 mil Consultoras Digitais no Brasil e na América Latina, que atuam com a própria loja online, também encontram nessa atividade a oportunidade de aliar horários flexíveis com ganhos financeiros de acordo com o esforço empreendido. Ao apostar em vídeos tutoriais, vendas por WhatsApp e até mesmo em anúncios direcionados ao próprio e-commerce, as Consultoras conseguem ganhar escala e vender para clientes de todos os pontos do país, reforçando o empreendedorismo da rede.

Outra oportunidade, que fortalece nossa busca por oferecer a experiência de compra mais completa para o consumidor, são as franquias Aqui Tem Natura. Oferecidas com exclusividade para as Consultoras de Beleza Natura com melhor desempenho e relacionamento próximo com a marca, as franquias buscam atender um perfil de cliente que busca produtos de uso diário e maior conveniência nas compras. Para as consultoras, este é um novo caminho possível de desenvolvimento, que complementa o plano de crescimento para as consultoras de perfil mais empreendedor.

A jornada de digitação da empresa e as novas oportunidades oferecidas para a consultora fazem dessa uma atividade moderna, que atende a todos os perfis de clientes, o que é chave para o sucesso da profissão em um mundo em constante transformação.

* Erasmo Toledo é vice-presidente de venda direta da Natura

Natura &Co registra fortes resultados no 4º tri, com alta de 48,7% no lucro líquido

A Natura &Co registrou mais um trimestre de forte crescimento. As vendas consolidadas do quarto trimestre de 2018 em base reportada tiveram aumento de 16,1%, atingindo R$ 4,3 bilhões, com forte desempenho em seus três negócios. Em todo o ano de 2018, a receita líquida reportada cresceu 36% em relação ao ano anterior, para R$ 13,4 bilhões, e a receita líquida ajustada (que inclui 12 meses da The Body Shop como se tivesse feito parte da Natura &Co em todo o ano de 2017) subiu 13,5%.

O lucro líquido reportado no quarto trimestre subiu 48,7%, para R$ 381,7 milhões. O resultado foi impulsionado pelo aumento do EBITDA e por menores despesas financeiras, mesmo considerando o contexto hiperinflacionário na Argentina e os custos de transformação da The Body Shop. O lucro operacional ajustado cresceu 2,9% no quarto trimestre, para R$ 542,4 milhões, e 17,3% no ano, em base pró-forma, para cerca de R$ 1,3 bilhão. A geração de caixa livre mais que dobrou, atingindo R$ 708,7 milhões, comparado a R$ 296,2 milhões no quarto trimestre de 2017, contribuindo significativamente para a desalavancagem da companhia.

“A Natura &Co encerrou o seu primeiro ano de existência com resultados fortes, comprovando que cada uma de nossas três marcas preserva a sua individualidade, ao mesmo tempo em que se beneficiam de ganhos de escala, recursos, compartilhamento de boas práticas e direcionamento estratégico do grupo”, afirma o presidente-executivo do Conselho de Administração da Natura &Co, Roberto Marques.

A Natura apresentou o trimestre mais forte de sua história em receita líquida, atingindo R$ 2,7 bilhões, alta de 15,7% no quarto trimestre e 9,9% no ano, sustentado por fortes campanhas de Natal no Brasil e na América Latina. No Brasil, as vendas reportadas cresceram 12,9% no quarto trimestre, com ganhos contínuos em participação de mercado, superando o mercado em categorias-chave. O nono trimestre consecutivo de ganhos de produtividade por parte das consultoras também demonstrou o vigor do modelo comercial de Venda por Relações. Na América Latina, a receita líquida reportada aumentou 23,4% no trimestre e 23,1% em moeda constante, com desempenho muito forte no México, Argentina e Colômbia.

O plano de transformação da The Body Shop mostra resultados encorajadores. A sua receita líquida cresceu 11,2% em reais no quarto trimestre e 17,7% no ano. Em moeda constante, as vendas caíram 1,7%, impactadas pelo fechamento de lojas de baixo desempenho, parte de uma otimização da rede, e pela antecipação de pedidos feitos pelos franqueados em preparação para a campanha de Natal. No ano, as vendas aumentaram 1,7% em moeda constante. A marca continuou mostrando avanço na implementação do seu plano de transformação, com o EBITDA ajustado no ano aumentando em quase 62%, excluindo os custos de transformação esperados.

A Aesop entregou mais um trimestre e um ano de crescimento notável, com receita reportada de 43,9% no quarto trimestre e um aumento de 50,6% no ano, com desempenho muito forte em todos os canais e regiões. A Aesop continuou seu processo de abertura de lojas, adicionando 18 nos últimos 12 meses, alcançando um total de 227 no final do ano.

O EBITDA da Natura &Co registrou sólido crescimento, atingindo R$ 714 milhões no quarto trimestre, alta de 13,7% em base reportada. Em base ajustada, cresceu 17,4% no trimestre e 23% no ano (excluindo os custos de transformação e despesas de aquisição da The Body Shop, efeitos de hiperinflação na Argentina e outros efeitos no Brasil).

A relação dívida líquida/EBITDA melhorou no fim do ano, para 2,71 vezes, contra 3,01 vezes ao fim de 2017, graças à forte geração de caixa, que mais do que dobrou no trimestre. O grupo Natura &Co também continuou a ter um impacto social e ambiental positivo. O Sistema de Verificação de Sociobiodiversidade da Natura, uma parceria com a UEBT (União para BioComércio Ético) que promove o comércio justo com as comunidades fornecedoras, recebeu um importante prêmio no trimestre: “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – SDG Brasil”, promovido pelo governo federal brasileiro. A The Body Shop lançou seu programa Re-Wilding the World, um compromisso para proteger mais de 11 milhões de metros quadrados da floresta Wye Valley, na Inglaterra, e o Refúgio de Vida Silvestre do Cáucaso, na Armênia. Essas pontes biológicas contribuem para a proteção dos animais e de seu habitat e ajudam na reprodução de espécies ameaçadas. Enquanto isso, a Aesop criou um programa de reciclagem em Hong Kong, região onde os índices de reaproveitamento de embalagens são muito baixos.

Sobre a Natura &Co

Resultado da combinação entre Natura, Aesop e The Body Shop, a marca corporativa Natura &Co consolida a criação de um grupo de cosméticos global, multicanal e multimarcas, movido por propósitos. Em 2018, a Natura &Co registrou receita líquida de R$ 13,4 bilhões. As três empresas do grupo estão empenhadas em gerar impactos econômicos, sociais e ambientais positivos. Fundada em 1969 por Luiz Seabra, a Natura é uma multinacional brasileira de higiene e cosmética, líder no setor de venda direta no Brasil. Fundada em 1976 em Brighton, na Inglaterra, por Anita Roddick, a The Body Shop é uma marca de beleza global que procura fazer diferença no mundo. Criada em 1987, a marca australiana Aesop tem a missão de oferecer um portfólio de produtos superlativos para a pele, cabelo e corpo. Saiba mais em www.naturaeco.com

FONTE Natura &Co

2019-12-20T15:05:32-03:00fevereiro 25th, 2019|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , |

Nat, assistente virtual da Natura, ganha cara e novas funcionalidades

Natura aposta em inteligência artificial para acelerar a digitalização de suas consultoras

Com a crescente convergência dos modelos online e tradicional da venda direta, a partir da estratégia de digitalização da companhia, a Natura passou a apostar na inteligência artificial para o atendimento de suas consultoras e consumidoras, sem deixar de lado o cuidado com as relações que está na essência da companhia.

Por isso, a Nat, assistente virtual da Natura, ganhou personalidade e novas funcionalidades. Com o objetivo de humanizar o atendimento digital, a Nat passa a representar a marca Natura nos ambientes virtuais, com atendimento personalizado no site e, em breve, nos aplicativos da companhia. Lançada em 2016 como um bot dentro do Facebook, a Nat oferecia até então opções de presentes para as consumidoras.

Por meio da Nat, já é possível renegociar dívidas, solicitar a segunda via de boletos, consultar títulos, status dos pedidos e pagamentos, funcionando assim como uma agente de mudança na migração dos públicos para os canais virtuais. Aos poucos, a assistente virtual da Natura ganhará outras funcionalidades, com a possibilidade de realizar troca de produtos e até reconhecimento de voz.

“Os primeiros resultados apontam que a Nat consegue resolver mais de 70% dos casos que antes seriam direcionados para a Central de Relacionamento da Natura, tornando o nosso atendimento mais ágil e satisfatório, sem perder a essência da companhia, que é um relacionamento carinhoso com nossas consultoras. Vale ressaltar que se o cliente não consegue resolver sua dúvida com a Nat, ele pode falar com um dos nossos atendentes pelo chat. Tivemos o cuidado de construir a Nat de forma muito simples e preditiva, facilitando seu uso e adoção por parte das nossas consultoras e consumidores”, afirma Paula Pimenta, diretora da Central de Relacionamento da Natura.

O uso da inteligência virtual nas plataformas digitais da Natura também faz parte da estratégia de digitalização da empresa, com convergência cada vez maior entre o modelo de venda presencial e online. Hoje, mais de 600 mil consultoras já usam o aplicativo exclusivo Consultoria, que representa cerca de 25% dos pedidos realizados. Com a personalização do autoatendimento, as consultoras ganham tempo para se dedicar à sua atividade, aumentando a produtividade da força de vendas.

Para definir a identidade visual e as principais características da Nat, a Natura reuniu um time multidisciplinar, do qual participaram as áreas de marketing, atendimento, tecnologia digital e relacionamento com clientes e consultoras. “Temos consultoras de 20 a 70 anos, atuando nas mais diversas regiões do Brasil, em diferentes contextos sociais. Por isso, a Nat precisava ser inclusiva, com uma atitude transformadora e acolhedora, que comunicasse os valores da marca.  Trabalhamos em cocriação com diversas equipes até chegar na nova personalidade dela, em busca da melhor experiência possível para quem se relaciona conosco”, afirma Mario Santiago, diretor de Aplicação de TI.

A Nat, explica Santiago, conta com o suporte de um bot para responder a perguntas e transações frequentes e deve ganhar mais facilidades à medida que seu uso se torne mais frequente, garantindo cada vez mais assertividade, rapidez e agilidade no atendimento.

Além de acelerar a digitalização da empresa, a Nat também tem como objetivo reduzir em 30% os atendimentos feitos via Central de Relacionamento, que estarão cada vez mais focados em resolver problemas complexos. Atualmente, cerca de 75% dos contatos recebidos pela Central de Relacionamento são dúvidas simples ou assuntos transacionais de baixa complexidade, que a Nat está capacitada a resolver, com o benefício de estar disponível em tempo real, 24 horas por dia, todos os dias da semana, com total segurança.

Assista ao vídeo e conheça a Nat: 

Fonte: Natura

Ir ao Topo