Início/Adicionar código antes da tag </head>. experiência

Nunca é tarde: histórias de quem começou nas vendas diretas depois dos 50

Revendedores que obtiveram sucesso no setor relatam sua experiência

O mercado de vendas diretas tem atraído muitos jovens e adultos que procuram não apenas complementar sua renda, como também atingir o objetivo de viver exclusivamente de sua atuação no segmento. Porém, engana-se quem pensa que esse é um mercado onde a pessoa necessita ingressar cedo para obter sucesso. De fato, cada vez mais pessoas com mais experiência de vida estão obtendo retorno com revendas de produtos.

foto-sid-huber-09 foto-eva-marry

Sid Huber e Eva Marry, excutivos da Belcorp

Uma dessas pessoas é João Alves Mendes, que atua na área metalúrgica, no setor industrial, e ingressou recentemente na Ecotrend. Aos 50 eles, Mendes deseja aprender o máximo que puder para aumentar seus rendimentos com a venda direta. “Mesmo sem experiência no setor, tenho treinado bastante a parte de vendas e serviços. Para mim, é uma ótima oportunidade de garantir uma renda extra”, explica. Influenciado por um amigo, Mendes não se intimidou em começar do zero. “Quem tiver interesse em mudar de vida e ganhar dinheiro, eu aconselho. É interessante e uma boa oportunidade para quem deseja um rendimento a mais”, acrescenta.

Já Eva Marry, executiva Elite da Belcorp, enxerga vantagens não apenas na experiência de vida, como também nos relacionamentos que estabelece com todos que a cercam: “Isso ocorre com vizinhos, colegas de trabalhos, amigos, parentes e até com desconhecidos que nos deparamos todos os dias por onde passamos”, diz. Sócia de Sid Huber, também executivo Elite da Belcorp, Eva conta que, a princípio, foram atraídos pela necessidade de uma renda extra que pudesse complementar, financeiramente, o que o trabalho tradicional deixava a desejar. “Porém, em um segundo momento, passamos a focar numa liberdade econômica financeira que o setor oferece àquelas pessoas que realmente o levem a sério e com profissionalismo”, explica.

img

João Alves Mendes, da Ecotrend: “Quem tiver interesse em mudar de vida e ganhar dinheiro, eu aconselho”

Como começar?
Para que isso ocorra, porém, é preciso tomar certos cuidados, como explica Huber: Busque uma empresa séria e com excelência nos produtos ou serviços, que seja comprovadamente idônea e cadastrada em órgãos que zelam pela credibilidade das vendas diretas no Brasil”.

Como não existe começar tarde para quem deseja atuar no mercado de vendas diretas, os sócios almejam ainda mais sucesso: “Basta ter uma mente aberta para aprender e evoluir. Houve necessidade de repensar sobre paradigmas incutidos pelo sistema tradicional de ensino, mas a adaptação veio logo”, garante Huber.

2019-12-20T14:52:39-03:00outubro 28th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , , |

Dica de leitura: Como vender valor e não preço

Especialista explica a importância de agregar valor à experiência de compra do consumidor

Diante da mudança de comportamento do consumidor, os revendedores diretos precisam investir em diferenciais que agregam valor à experiência de cada cliente no momento da compra. Pensando nisso, o livro “Venda + Valor 2.0 – Como vender valor e não preço” traz uma nova proposta para o leitor e explica a importância do equilíbrio entre os negócios e a empatia no atendimento ao consumidor.

Além de conceitos, a publicação de Pedro Luiz Roccato, especialista em vendas e distribuição, também apresenta técnicas e modelos de aplicação. Em meio a um ambiente tão competitivo, a obra transforma aprendizado em uma experiência motivadora e empolgante para empresas e profissionais do mercado de vendas.

Fonte: Livraria Cultura

2019-12-20T14:53:36-03:00abril 29th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Experiências que ensinam

Saiba como aproveitar experiências negativas para empreender mais

A trajetória de sucesso de uma empresa pode ser determinada pela sua atuação no mercado, pelo reconhecimento dos consumidores e pela busca da excelência na prestação de serviços e produtos oferecidos. Mais do que saber aproveitar os momentos certos para investir e implementar mudanças, é preciso aprender com as experiências de mercado, sejam elas positivas ou negativas.

Setor de destaque na economia, o mercado de vendas diretas no Brasil cresce e atrai jovens empreendedores a cada dia. Os desafios de traçar o seu próprio caminho, assim como de aprender com as experiências diárias, permite melhor compreensão de seu empreendimento. Sendo assim, as experiências e o aprendizado proporcionado por elas são fundamentais para o crescimento de uma empresa.

Em um cenário de incertezas, é comum observar empreendedores que passam por dificuldades e que ressurgem no mercado de forma inovadora. Aprender com os erros pode ser o fator determinante para continuar a caminhada rumo a direção correta. Longe de significar o fim de um negócio, essas experiências dão ao executivo a oportunidade de rever os aspectos fundamentais de seu negócio.

Ao olhar para as lições do passado, é possível visualizar um futuro mais próspero, uma vez que os fatores de risco são analisados com mais cuidado e as experiências são utilizadas para evitar falhas. Além disso, existe maior atenção aos processos e às áreas cruciais de uma organização.

Atentar-se às movimentações do setor, assim como às mudanças no cenário econômico e no mercado consumidor, também faz parte da rotina diária de um empreendedor que entende o valor das experiências, dessa forma ele consegue planejar seu posicionamento e atuação, assegurando o sucesso de sua organização.

2019-12-20T15:01:08-03:00setembro 18th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , |
Ir ao Topo