Início/Adicionar código antes da tag </head>. fidelizar clientes

Veja como transformar o pós-venda em oportunidade de fidelização

Internet e redes sociais auxiliam no diálogo e na aproximação com o cliente

Os meios digitais, assim como as redes sociais, proporcionaram aos vendedores um contato mais próximo com seus clientes, com possibilidade de diálogo aberto e maior comunicação entre as partes. Quando antes era apenas um acompanhamento da compra, hoje, o pós-venda é imprescindível para garantir a fidelização do consumidor. “Toda oportunidade de contato pessoal ou virtual é muito importante para o estreitamento da relação vendedor-cliente”, explica a diretora executiva da ABEVD, Roberta Kuruzu.

Para fidelizar o cliente, é importante manter um relacionamento próximo e unido, além de entender seus desejos e suas necessidades. Na venda direta, isso é essencial, uma vez que o modelo é que a “loja” vá até os seus consumidores e não o contrário. “O pós-venda bem feito proporciona uma boa experiência de compra o que colabora imensamente para a fidelização do cliente”, afirma Roberta.

Aliás, o momento em que vivemos traz uma tendência no comportamento do consumidor: ele diminui a frequência em centros de compra. Portanto, oferecer descontos, promoções especiais, novos produtos e um atendimento personalizado é um grande diferencial no pós-venda. “O revendedor deve usar o conhecimento profundo de seu cliente ao seu favor, abordando cada um de acordo com o seu perfil, para fidelizá-lo”, conclui.

Fonte: Cliente S/A

2019-12-20T14:53:38-03:00abril 18th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

Três dicas para vender mais

Especialista aponta caminho para quem deseja aumentar as vendas durante o ano

Com a instabilidade da economia nacional, garantir os resultados nas vendas é um desafio para os profissionais. Pensando nisso, José Ricardo Noronha, especialista, consultor e autor do livro “Vendas: Como eu faço?”, elencou as três dicas principais para aqueles que desejam potencializar as vendas durante este ano. Confira:

1. Foque na experiência do cliente
O ponto de partida para melhorar as experiências do consumidor no momento da compra é adequar seus produtos e serviços às demandas de mercado. Dessa forma, é possível transformar todos os momentos de venda em uma oportunidade de aprendizado e questionamento sobre as necessidades dos clientes.

“Para criar as melhores e mais inesquecíveis experiências a cada um dos nossos clientes, entender profundamente as necessidades e desejos deles nunca foi tão fundamental e crucial quanto agora”, afirma o Noronha.

2. Aprimore o seu repertório de vendas
“Diante de clientes muito mais exigentes e de um mercado muito mais desafiador, quem continuar a usar as mesmas técnicas e habilidades de sempre vai ficar para trás”, alerta o consultor.

Por isso, a dica é investir no aprimoramento de habilidades e técnicas de vendas para ampliar o seu repertório pessoal. Assim, é possível prever dificuldades e assegurar os resultados de vendas.

3. Invista em marketing de conteúdo
Aposte nas estratégias de marketing para estreitar o relacionamento com os seus clientes e fornecer conteúdos relevantes. Além disso, aproveite as novas plataformas para apresentar as novidades de seus serviços para a sua rede de clientes.

“Em tempos mais desafiadores como os que agora enfrentamos, é preciso inovar (de verdade!) na forma com que você e sua empresa se comunicam e se relacionam com seus clientes”, conclui Noronha.

Fonte: Exame

2019-12-20T14:58:30-03:00março 23rd, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , |

O que podemos aprender com as vendedoras independentes?

Relacionamento é base para o sucesso nas vendas

As facilidades proporcionadas pelas vendas diretas auxiliam muitos revendedores a conquistarem a independência financeira por meio de uma atividade independente, que possibilita diferentes formas de atuação e crescimento profissional em um mercado em permanente expansão.

Para quem está começando no setor, algumas estratégias e posicionamentos são fundamentais para aumentar as vendas, conquistar clientes e consolidar a atuação no setor. Nesse contexto, é fundamental estabelecer contato com profissionais que atuam a mais tempo com vendas diretas.

É importante estabelecer uma rotina que possibilite, ao longo do tempo, a identificação das necessidades de cada cliente, viabilizando uma relação mais próxima e próspera para quem compra e para quem vende. Pensando nisso, separamos alguns ensinamentos das vendedoras independentes. Confira:

  • Jornada de trabalho: estabeleça uma rotina diária para se dedicar às vendas.
  • Por onde começar: comece oferecendo os produtos para amigos, parentes, no trabalho, na faculdade. Aproveite o seu círculo social para ampliar horizontes e oferecer os seus produtos.
  • Catálogos e folhetos: deixe catálogos com seu nome e telefone em locais estratégicos de vendas. Além disso, invista na divulgação dos seus serviços em seu bairro e ofereça brindes para conquistar a clientela.
  • Espaço para vendas dentro de casa: crie um espaço agradável para receber os clientes na sua casa.
  • Marketing pessoal: durante as vendas, esteja bem arrumada e use os produtos que vende. Utilize, também, as redes sociais e os meios de comunicação para se aproximar do público. Lembre-se: você é o seu marketing!
  • Kits: para não ter prejuízos, faça ações promocionais com os produtos que encalharam. Aproveite para organizar um evento em que é possível apresentar os kits e os últimos lançamentos.
  • Atendimento ao consumidor: se o consumidor identificou algum problema com o produto adquirido, ajude-o a efetuar a troca ou reclamar no SAC.Assim, você estabelecerá uma relação de confiança..

Fonte: Sebrae 

2019-12-20T12:20:35-03:00janeiro 22nd, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , |

Explore o potencial das redes sociais para as vendas

Descubra como a internet pode auxiliar o relacionamento com seus clientes

Já pensou em utilizar as redes sociais para melhorar o relacionamento e engajar os seus clientes? Ampliar as experiências de compra por meio das mídias digitais é uma ótima maneira de prolongar momentos de encanto, de entender as necessidades e de monitorar as manifestações de interesses e de opiniões e dos consumidores.

Além de criar um canal de suporte e de rápido atendimento, as redes sociais transformam-se em fóruns de discussão e ambientes de troca de informações, onde os seus serviços e produtos podem alcançar novos clientes potenciais.

Para explorar o potencial das redes sociais como ferramenta para aumentar e melhorar as experiências de compra e venda é preciso atentar-se aos detalhes, por isso, separamos algumas dicas para você, confira:

  • preste atenção nos comentários ou perguntas sobre sua empresa;
  • certifique-se de que você está compartilhando seus posts com sua lista de contatos;
  • procure oportunidades para surpreender e encantar seus clientes;
  • monitore o comportamento de seus clientes;
  • planeje estratégias para promover seu serviço;
  • promova pesquisas de satisfação do cliente após as vendas;
  • mantenha o controle de menções sobre seu negócio nas mídias sociais;
  • aproveite a oportunidade para gerar novos negócios.

Fonte: Hubpost 

2019-12-20T14:59:38-03:00janeiro 18th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , , |

Entenda a importância do bom atendimento

Gentileza pode ser diferencial necessário para fidelização da clientela

No dia internacional do obrigado, ressaltamos a importância do bom atendimento para estreitar as relações com o cliente. A gentiliza durante o processo de venda pode gerar frutos e, além de impulsionar os negócios, estabelece um relacionamento de confiança entre vendedores e consumidores.

O valor agregado e o diferencial de mercado provenientes de uma experiência de compra de excelência são fundamentais para a fidelização dos clientes. Pensando nisso, separamos algumas dicas para melhorar as suas vendas. Confira:

  • lembre-se que os produtos têm maior valor agregado quando interligados à prestação de serviço de excelência;
  • para superar as expectativas do cliente, é preciso conhecê-lo e entender suas necessidades;
  • os produtos podem ser copiados ou substituídos, o atendimento não;
  • é essencial conhecer as características do produto e apresentá-lo de forma consultiva pode surpreender o cliente.

Fonte: Startupi e G1

2019-12-20T14:59:39-03:00janeiro 11th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , , , |

Quatro dicas valiosas para ter sucesso nas vendas

Entenda como fidelizar e atrair clientes por meio da aproximação e do relacionamento

O processo de fidelização de clientes exige muito mais do que bons preços, empatia e boas condições de venda, ao contrário, envolve a conquista de confiança, esforço e investimento em relacionamento.

Utilizado como uma ferramenta que facilita a relação entre vendedor e consumidores, o follow-up é um contato feito para identificar necessidades e opiniões após uma venda. Da mesma forma, também é essencial para que o vendedor possa entender os motivos de uma recusa e para divulgar novidades e ações promocionais.

A atividade é simples, mas merece uma atenção especial para que cumpra com seu objetivo principal e impulsione as vendas. Confira as dicas:

Tenha sensibilidade
É fundamental haver um motivo para a ligação, caso contrário, o cliente pode se incomodar com o “assédio do vendedor”, ou seja, é preciso um contexto que justifique o contato.

Se o follow-up for realizado com o objetivo de acompanhar um cliente pós-venda para verificar sua satisfação, por exemplo, dê um prazo de dois a três dias, assim, você permite que ele teste o produto e formule uma opinião a respeito do produto adquirido. Caso contrário, se o objetivo é acompanhar uma recusa, o contato deve ser feito periodicamente.

Entenda o momento do seu cliente

Quando o vendedor tem em mente onde seus clientes se encontram dentro do fluxograma de vendas (se são consumidores em potencial, pessoas com conhecimento e familiaridade com os serviços oferecidos ou clientes fiéis), ele pode direcionar a abordagem do follow-up com objetivos e metas distintos. É importante que o contato seja realizado para acompanhar o progresso e identificar as necessidades do cliente.

Saiba o que falar e quando falar

É importante definir previamente um planejamento para a realização de follow-up. Assim, é possível elaborar um “script” para auxiliar o contato e estabelecer objetivos e público-alvo das ligações.

Ofereça novidades

Entre em contato com clientes que tenham mostrado interesse e, acima de tudo, com aqueles que apresentaram algum tido de resistência ou recusa pelos seus produtos ou serviços. Para isso, é fundamental apresentar os seus serviços, passar informações importantes sobre os seus produtos e oferecer novidades, como possíveis descontos e promoções.

Fonte: ProspectaInc

2019-12-20T12:21:57-03:00novembro 9th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , , , |

Como vender para um cliente cético?

Identificar os desejos do consumidor é um dos segredos para o sucesso

Lidar com as necessidades e personalidades das pessoas faz parte da rotina de qualquer empreendedor. Dessa forma, conquistar clientes e proporcionar experiências de excelência no ato da compra torna-se um desafio para a organização. Mas como convencer o cliente de que você tem exatamente o que ele precisa?

É preciso pensar sob a lógica de quem compra e vende soluções que ajudam os clientes. Ser cauteloso com os métodos e processos, além de procurar por maneiras diferentes para melhorar os resultados, pode ser uma alternativa para conquistar os consumidores em momentos de crise. Por isso, fique atento a alguns detalhes e identifique os seguintes pontos:

• faça uma análise competitiva dos clientes-alvo, avaliando a situação atual da empresa e as oportunidades existentes;

• avalie os relacionamentos internos e com seus clientes;

• verifique quais são as influências de compra;

• certifique-se de que as soluções propostas não foram utilizadas anteriormente e analise qual o índice de satisfação com o fornecedor atual;

• saiba quem são os concorrentes e como trabalham a fidelização dos clientes.

A avaliação auxilia a melhor compreensão das atividades da empresa, identificando as melhores oportunidades de atuação, abordagem e conquista dos clientes. É preciso que as equipes estejam seguras e preparadas para receber e entender as necessidades dos consumidores, assim, é possível impactar positivamente os resultados em produtividade, receita, despesas, imagem, pessoas ou sustentabilidade da empresa.

Fonte: Endeavor

2019-12-20T15:00:37-03:00setembro 25th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , , , |

Dica de Leitura: Vendas – Como eu faço?

Conheça as 50 questões que mais intrigam os vendedores

150914_post_foto

Com o objetivo de solucionar as principais questões do universo das vendas, o livro “Vendas – Como eu faço?” busca incentivar as práticas de mercado e transformar vidas de vendedores e consumidores em quaisquer cenários, desde os mais simples, até os mais desafiadores.

Destinada a apaixonados por vendas, a obra do especialista Ricardo Noronha está dividida em oito eixos, em que trabalha as diferenças teóricas e práticas das relações de mercado. Além disso, apresenta as competências, habilidades, técnicas, comportamentos e atitudes esperados de um bom vendedor.

2019-12-20T15:00:39-03:00setembro 21st, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Saiba como fidelizar os seus cliente

Autora mostra como é possível ter sucesso na hora de reter compradores

livro_como_reter_e_fidelizar_clientes

Com o surgimento de novas ideias e de novas tecnologias, o mercado vai se tornando mais competitivo e os clientes conseguem buscar o que procuram em qualquer lugar.

Para se destacar nesta busca, o primeiro passo a ser tomado é encontrar novas formas de manter a lealdade dos clientes já existentes. No livro Como Reter e Fidelizar Clientes, a autora Jane Smith mostra como é possível ter sucesso na conquista e manutenção de um cliente.

 

2019-12-20T12:35:09-03:00março 16th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , |

Autonomia na Venda Direta

Novas tecnologias ajudam revendedores na hora de conquistar os clientes

Ao invés de abrir uma loja e ter que se preocupar com estrutura e gastos fixos, como aluguel e mão de obra, por que não ir direto ao cliente? Esse é um dos principais diferenciais proporcionados pela venda direta. Além dos aspectos financeiros, este modelo de negócio se encaixa, perfeitamente, ao desejo do consumidor, que a cada dia busca mais praticidade.

A venda direta se popularizou no Brasil com a venda de cosméticos – produto que ainda domina o mercado no país -, mas outras categorias começam a se interessar pelo setor. De acordo com Roberta Kuruzu, diretora-executiva da ABEVD, entre os principais desafios da venda direta está tornar a marca conhecida para atrair clientes e fidelizar vendedores.

Como os profissionais de venda direta são autônomos, eles costumam trabalhar com produtos diferentes. “A sacola do revendedor é concorrida por todas as empresas. É preciso convencê-lo de que o produto é bom e os ganhos serão maiores para que ele queira depois oferecer ao cliente”, comenta Roberta. As empresas também precisam ter cuidado de entregar para o revendedor o pedido correto e no tempo combinado, garantindo um bom nível de serviço. Caso contrário, a pessoa está livre para fazer parceria com outra empresa.

Tecnologia a favor

A internet se tornou uma ferramenta poderosa de relacionamento. Hoje, o revendedor consegue marcar vários encontros, e, graças às redes sociais, ele consegue se relacionar com mais pessoas e aumentar seus negócios. Geralmente as empresas já oferecem um pacote de comunicação para facilitar o trabalho de distribuição de posts na rede.

As novas tecnologias podem ajudar a atrair um novo perfil de revendedor: jovens que lidam bem com os meios digitais. Porém, não deve haver uma migração total da força de venda para a internet, pois o contato com as pessoas é importante. O cliente gosta de sentir o cheiro e a textura para se convencer a comprar.

 

2019-12-20T14:05:42-03:00março 12th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , |
Ir ao Topo