Março: mês de celebrar a força feminina

No mês de março celebra-se o Dia Internacional da Mulher e a força feminina é um dos motores das vendas diretas. Dos 4,1 milhões de brasileiros que atuam na atividade, 56,7% são do sexo feminino.

Este contingente de 2,3 milhões de pessoas encontrou nas vendas diretas a oportunidade de conciliar independência financeira com flexibilidade de horários.

Em depoimentos concedidos por empreendedoras e veiculados nas mídias da ABEVD, a maioria diz ter escolhido atuar no setor, pois a atividade lhe proporcionou a liberdade que não havia no mercado de trabalho tradicional.

As vantagens do setor de vendas diretas atraem pessoas decididas a buscarem autonomia financeira e que ainda assim conciliam com outras atividades.

Outro benefício do setor está relacionado ao fácil acesso. Com baixos investimentos iniciais, o setor mostra-se atrativo, pois permite que as pessoas iniciem com o seu círculo de amizades para depois, expandirem suas vendas e rede no sentido de conquistarem renda proporcional ao seu esforço.

“O empoderamento feminino, prosperidade e independência proporcionados pela atividade são uma marca constante do setor, pois além de fortalecer a atuação profissional das mulheres, ajuda a transformar vidas”, comenta Adriana Colloca, presidente executiva da ABEVD.

Fonte: ABEVD