Início/Adicionar código antes da tag </head>. mercado

Vendas Diretas movimentam R$ 20,9 bilhões no 1º semestre de 2017

Setor mantém-se como meio importante para geração ou complementação de renda, respondendo por 40% do orçamento de famílias nos quatro cantos do Brasil.

A Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) fez o levantamento sobre a performance do setor durante o primeiro semestre de 2017. De acordo com a entidade, o segmento movimentou R$ 20,9 bilhões no período, volume de negócios 2,73% menor que o registrado nos primeiros seis meses de 2016, quando foram registrados R$ 21,5 bilhões.

Segundo a associação, o número de revendedores também teve uma leve retração, quando comparados os semestres: totalizavam 4,27 milhões e, agora 4,19 milhões, um recuo de 1,8%.

Ainda que o cenário macroeconômico do Brasil tenha se mantido instável, devido ao ambiente de recessão, com queda em diversos índices no período, como produção industrial (-5,9% segundo a Confederação Nacional da Indústria, CNI) e atividade comercial (-1,5%, segundo a Serasa Experian), além do aumento do desemprego (taxa de 13% em junho, segundo o IBGE), o setor de Vendas Diretas continua tendo relevância e importância para a economia brasileira, já que seu volume de negócios corresponde a cerca de 8% do PIB da indústria da transformação.

A diretora presidente da ABEVD, Ana Beatriz Macedo da Costa, conta que, apesar de o setor de Vendas Diretas ter sentido o efeito da economia no 1º semestre de 2017, o Dia das Mães – que é a segunda principal data do comércio tradicional – teve importante papel na performance do segmento no período. “A data impulsionou os negócios não só no mês de maio, mas também em abril de 2017”, revela. Ela lembra que o setor contribui para geração ou complementação de renda de muitos brasileiros: “As Vendas Diretas são um canal importante para a manutenção da saúde financeira de muitas famílias Brasil afora, pois contribuem em 40% no orçamento familiar”.

Valeria Rossi, presidente executiva da ABEVD, complementa: “As empresas associadas à ABEVD têm reiterado o compromisso de oferecer condições para que os revendedores se desenvolvam na atividade, seja com treinamentos sobre os produtos, seja com cursos para gerir os seus negócios, o que só reforça o caráter empreendedor deles. Num cenário de recessão, iniciativas assim contribuem significativamente e ainda mais para o profissionalismo da atividade, o que, em última instância, é também um serviço de cunho social”.

2019-12-20T11:03:00-03:00setembro 25th, 2017|Categories: ABEVD News|Tags: , , , |

Crescimento em novos segmentos na venda direta

Dados da ABEVD mostram que existem outros segmentos, como o de vestuário e acessórios, que têm conquistado cada vez mais representatividade no setor

Somente no 1º semestre de 2017 o setor de vendas diretas movimentou R$ 20,9 bilhões em todo o país. A representatividade e os bons resultados do modelo de negócio têm chamado a atenção de empresas de segmentos não tradicionais neste sistema.

Dados da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) mostram que, embora a categoria de cosméticos, perfumaria e higiene pessoal ainda lidere em termos de volume de negócios (ele representa 40,4% do mercado), existem outros segmentos que têm conquistado cada vez mais representatividade como: vestuário (11,8%), acessórios (10,3%), alimentos (6,6%), cuidados da casa (6,1%), utilidades domésticas (4,6%), livros, brinquedos, CD, DVD, software, games (4,1%), telefonia, internet, TV por assinatura (3,3%), serviços de reforma da casa (3,3%), produtos financeiros (2,7%), vinhos, comida congelada (2,3%) e outros (4,4%).

A presidente executiva da ABEVD, Valéria Rossi, acredita que esta é uma tendência que deve fortalecer o mercado. “Empresas de diversas categorias têm expandido a forma de atuação, aderindo ao conceito de multicanalidade, cuja proposta é oferecer diversos canais de venda ao cliente, como e-commerce, varejo e a venda direta que, entre os canais, é o que mais fideliza marcas e cria relacionamento com o consumidor final”, afirma.

2019-12-20T11:04:16-03:00setembro 19th, 2017|Categories: ABEVD News|Tags: , , , |

O poder da venda direta

A venda por relacionamento, além de ser um grande atrativo para revendedores, também pode ser uma grande ferramenta de engajamento social

Uma das críticas mais comum ao setor de vendas diretas se refere à sustentabilidade do negócio, ou seja, a capacidade de gerar lucro para os revendedores. No entanto, o número de pessoas que aderem a esse modelo de negócio segue crescendo. Segundo dados da World Federation of Direct Selling Associations, em 2015, mais de 103 milhões de pessoas atuam nesse mercado, um aumento de 4,4% em relação ao percentual anterior. Mas se o setor de venda direta atrai tanta gente assim, será mesmo que não é sustentável?

Engajamento com a comunidade
Sem dúvida nenhuma, um dos grandes desafios da indústria é ressaltar o impacto da venda direta na economia e na vida das pessoas. Para tanto, o CEO da Herbalife, Michael O. Johnson, acredita que as empresas devem promover e incentivar o engajamento da força de vendas com a comunidade para fortalecer a indústria. “Nossos revendedores devem interagir com governos locais, representantes locais, ter um espírito de comunidade, participar da vida pública local. Trabalhar pela e para a comunidade”, diz ele.

Michael ressalta ainda que as empresas e sua força de vendas devem se fazer presente localmente, não apenas para vender seus produtos, mas para ajudar a comunidade. E construir essa relação leva tempo, mas quando essa conexão existe, fortalece o setor.

Corrente do bem
A venda direta, por ser baseada nas relações entre as pessoas, possui uma influência relevante sobre a vida de seus clientes. Dessa forma, porque não usar essa capacidade para promover mudanças em toda sociedade?

Esta é a visão de Alessandro Carlucci, ex- CEO da Natura e ex presidente da WFDSA. “A Natura alcançou a marca e 1,5 milhão de consultoras e consultores. Imagina todas as empresas de venda direta juntas, qual é o poder de influência, na sociedade? Não estou falando só de vender produtos, mas ajudar as pessoas a viverem melhor, a serem melhores”, diz Carlucci.

“Nós temos uma indústria muito poderosa nas mãos. Uma indústria poderosa economicamente e socialmente. Vamos usar esse poder”, finaliza Carlucci.

2019-12-20T14:03:51-03:00junho 24th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Herbalife lança aplicativo para promoção

O app facilita a busca do consumidor por consultores que estão participando da promoção

A Herbalife lançou um aplicativo exclusivo para a promoção “Herbalife realiza seus sonhos”. O objetivo é ser mais um canal de comunicação entre os Consultores Independentes e o consumidor. O app permite a busca do público alvo por um Consultor Independente próximo que esteja participando da promoção a partir do CEP e o cadastro dos códigos promocionais.

“Acompanhando os avanços tecnológicos e novas formas de comunicação, desenvolvemos um canal prático que atende à rotina corrida da maioria da população e, assim, facilita a procura por Consultores Independentes e a interação entre esses dois públicos”, explica Jordan Rizetto, Diretor Sênior de Vendas e Eventos.

Além dessas funcionalidades, o app também terá a funcionalidade de conversa via chat próprio.

Para o consultor, além da busca por CEP, também será possível ativar seu kit de divulgação de forma rápida e segura.
Para o consumidor, além encontrar um Consultor Independente Herbalife ou entrar em contato, o app também oferece a possibilidade de cadastrar seus códigos de segurança na promoção com rapidez.

Veja as principais funcionalidades disponíveis:

  • Participe da promoção “Herbalife realiza seus sonhos”;
  • Cadastro de cupons da promoção;
  • Encontre um Consultor por CEP ou na região em que você estiver;
  • Inicie conversas ou mantenha contato com um Consultor Independente Herbalife;
  • Conheça o catálogo de produtos Herbalife.

O aplicativo HL Promo é gratuito e está disponível para os formatos IOS e Android.

2019-12-20T14:53:33-03:00junho 23rd, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

Ranking do setor

Desde 2004, a Direct Selling News se dedica a contar histórias focadas em relacionar as melhores oportunidades para os vendedores diretos.

A partir de 2010, eles passaram a reconhecer, anualmente, as principais empresas de vendas diretas no mundo e realizar a DSN Global 100. A lista oferece uma perspectiva única sobre o impacto global da indústria de domínios econômicos e sociais, além de ter como objetivo divulgar as conquistas das organizações e a magnitude do nosso mercado em todos os continentes.

Clique aqui e confira o ranking DSN Global 100 deste ano, que traz as 100 maiores empresas de vendas diretas do mundo, com base na receita de 2014.

 

 

2019-12-20T14:53:35-03:00maio 9th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , |

As relações de consumo em xeque

Entenda como a tecnologia tem aproximado cada vez mais empresas dos clientes

Com acesso a informações em múltiplos canais de comunicação, os consumidores passaram a desempenhar um papel de protagonista nas relações de consumo. Por isso, acompanhar as mudanças de comportamento e identificar as reais necessidades dos clientes tornou-se um desafio ainda maior para os profissionais que atuam com vendas.

Diante da multiplicidade de canais e da mudança da percepção de valor do cliente, em que aprimoram-se as relações de custos e benefícios, a consistência e a qualidade do relacionamento entre empresas, revendedores e consumidores finais tendem a ser cada vez mais intensas e determinantes nos resultados.

A experiência, baseada nos sentidos e nas informações, passa a ser um diferencial em todos os campos das relações de consumo. Nesse cenário, ser flexível e estar próximo aos clientes é fundamental para o sucesso dos negócios. Para isso, é preciso atuar em todos os canais, principalmente nas redes sociais.

Para explorar os potenciais das redes sociais, no entanto, não basta estar presente em diversos canais e divulgar as novidades, é preciso monitoramento e estratégias especiais. Por meio de ferramentas especializadas é possível identificar interesses, acompanhar as principais tendências do mercado e garantir o sucesso nas vendas.

Fonte: DCI

2019-12-20T14:53:36-03:00abril 27th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , |

Marketing como aliado da venda direta

Com foco nas relações personalizadas, o mercado tem adotado práticas para revolucionar a forma de comércio tradicional

Em tempos em que planejamentos estratégicos e a gestão de marketing são cada vez mais valorizados no mercado de vendas diretas, o desenvolvimento de plataformas digitais e diferenciais para o consumidor estão revolucionando as relações de vendas tradicionais.

O marketing tem sido utilizado como aliado nas vendas e está cada vez mais integrado à realidade das empresas e dos revendedores diretos. Da mesma forma, tornou-se um fator de crescimento eficaz, que alavanca os resultados e impacta toda a cadeia de valor do setor.

Com a capacidade de atingir e influenciar os clientes, a estratégia baseia-se na trilogia do marketing, que visa atrair, envolver e converter o relacionamento com o consumidor em resultados positivos para as vendas diretas. Assim sendo, as principais características podem ser sintetizadas da seguinte maneira:

Atrair: incentivo às interações com os clientes e criar oportunidades de relacionamento específico e personalizado.
Envolver: etapa fundamental para construir a confiança e fortalecer as relações com o cliente.
Converter: transformar todas as etapas do processo em vendas e resultados efetivos.

Aliado às plataformas digitais, esse novo modelo viabiliza o surgimento de iniciativas inovadoras que renovam a lógica das vendas diretas. No cenário nacional, a Avon criou canais, como o Folheto Avon Online e a Vitrine de Beleza Avon, para estreitar o relacionamento entre revendedores, empresa e consumidor final.

Da mesma forma, a Natura criou uma rede de consultores digitais além da sua loja virtual. Na plataforma, conhecida como Rede Natura, o cliente precisa escolher qual consultor receberá a comissão pela indicação dos produtos.

Fonte: Implantando Marketing

2019-12-20T14:53:37-03:00abril 25th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Oito dicas para atuar com vendas diretas

Apesar do cenário de incertezas, crescimento do setor estimula a participação de novos profissionais

De acordo com o levantamento realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), foram contabilizados R$ 41,3 bilhões em volume de negócios em 2015. Mesmo diante de um cenário econômico adverso, o setor de vendas diretas registrou um aumento de 3,6% no número de revendedores, fechando o último ano com aproximadamente 4,6 milhões de profissionais autônomos atuantes.

Diante desse cenário, confira algumas dicas para quem deseja atuar com vendas diretas:

1. Vá além das vendas
Não restrinja as suas atividades apenas à venda. Informe-se sobre a marca e a mercadoria oferecida ao público. Procure entender como os seus serviços podem suprir com as necessidades dos clientes.

2. Aproxime-se da sua clientela
Invista tempo no relacionamento com o cliente. É fundamental manter-se próximo e presente para garantir a fidelização do consumidor. Mantenha o público informado sobre promoções e novidades por meio de contato semanal por e-mail, redes sociais ou newsletters.

3. Use as redes sociais
Explore os potenciais das redes sociais para vendas e para aproximar-se de seus clientes, agregando valor aos seus serviços. Publique tanto informações sobre as marcas que você representa, quanto depoimentos e opiniões dos consumidores.

4. Tenha foco
Suprir as necessidades dos clientes deve ser o foco de todo vendedor direto.

5. Atendimento personalizado
No início, é importante investir na criação de uma vasta carteira de clientes. Com o passar do tempo, você passará a identificar o perfil de seus clientes fiéis, assim como suas necessidades, e poderá planejar ações estratégicas, personalizadas e diferenciais.

6. Faça pequenos eventos
Faça eventos pequenos e direcionados a um público específico. Assim, você evita a dispersão dos convidados e pode dedicar sua atenção às necessidades de cada participante.

7. Invista no seu conhecimento
Aprimore as suas atividades com cursos de capacitação. Se você trabalha com produtos de beleza e cosméticos, por exemplo, invista em cursos de maquiagem e cuidados com a pele.

8. Seja uma inspiração
Cuide da sua imagem e apresente-se, também, como uma consumidora dos produtos que você vende. Assim, você conseguirá convencer seus clientes mais facilmente.

Fonte: Saber para crescer

2019-12-20T14:53:37-03:00abril 20th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

Veja como transformar o pós-venda em oportunidade de fidelização

Internet e redes sociais auxiliam no diálogo e na aproximação com o cliente

Os meios digitais, assim como as redes sociais, proporcionaram aos vendedores um contato mais próximo com seus clientes, com possibilidade de diálogo aberto e maior comunicação entre as partes. Quando antes era apenas um acompanhamento da compra, hoje, o pós-venda é imprescindível para garantir a fidelização do consumidor. “Toda oportunidade de contato pessoal ou virtual é muito importante para o estreitamento da relação vendedor-cliente”, explica a diretora executiva da ABEVD, Roberta Kuruzu.

Para fidelizar o cliente, é importante manter um relacionamento próximo e unido, além de entender seus desejos e suas necessidades. Na venda direta, isso é essencial, uma vez que o modelo é que a “loja” vá até os seus consumidores e não o contrário. “O pós-venda bem feito proporciona uma boa experiência de compra o que colabora imensamente para a fidelização do cliente”, afirma Roberta.

Aliás, o momento em que vivemos traz uma tendência no comportamento do consumidor: ele diminui a frequência em centros de compra. Portanto, oferecer descontos, promoções especiais, novos produtos e um atendimento personalizado é um grande diferencial no pós-venda. “O revendedor deve usar o conhecimento profundo de seu cliente ao seu favor, abordando cada um de acordo com o seu perfil, para fidelizá-lo”, conclui.

Fonte: Cliente S/A

2019-12-20T14:53:38-03:00abril 18th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |
Ir ao Topo