Início/Adicionar código antes da tag </head>. negócios

Natura irá liderar operação da The Body Shop na América Latina

Objetivo é fortalecer a presença da The Body Shop na região, alavancando a expertise e escala da Natura e capturar sinergias entre os negócios

A Natura irá assumir, a partir de maio, as operações da The Body Shop na América Latina. O movimento faz parte da estratégia de captura de sinergias pelo grupo Natura &Co, alinhado com o plano de transformação da marca britânica de cosméticos, com o objetivo de fortalecer sua presença na região, preservando a independência e a identidade das duas companhias.

Hoje, a The Body Shop tem cerca de 160 lojas na América Latina, entre franquias e lojas próprias, com presença no Brasil, Chile e México. Diretora de Varejo da Natura, Paula Andrade passará a liderar também a operação da The Body Shop na região, aproveitando as estruturas entre as duas operações. No Brasil, onde se concentram a maior parte das lojas, haverá um Gerente Geral, assim como no Chile e México.

“Queremos, com esse passo, que as duas marcas sejam bem-sucedidas na América Latina, preservando sua identidade. O objetivo, com o movimento, é aproveitar a estrutura da Natura e melhor capturar as sinergias operacionais existentes entre os dois negócios, em áreas como infraestrutura, finanças e tecnologia, para proporcionar à The Body Shop um crescimento consistente na região”, afirma Paula Andrade.

Na América Latina, o plano inclui adaptação do portfólio global para as especificidades da região, com maior ênfase no segmento de fragrâncias e presentes, revisão do gerenciamento de processos da rede de lojas, com adoção de novos sistemas que tornem o varejo da The Body Shop mais competitivo, e aumento da percepção de marca. Além disso, será possível otimizar custos de produção da The Body Shop, usando a escala da Natura.

“Nosso principal objetivo é ampliar a presença da The Body Shop na região, preservando sua identidade feminista e ativista e seus importantes atributos de produtos, como ingredientes naturais produzidos de forma sustentável por meio do comércio justo com as comunidades economicamente vulneráveis. Combinar o vasto conhecimento da Natura nos mercados brasileiros e latino-americano com a singularidade da The Body Shop certamente levará a presença da marca para outro patamar”, afirma Andrade.

A operação da Natura no varejo também segue em expansão, com 37 lojas próprias no Brasil e nove em mercados internacionais. No segundo trimestre, estão previstas a inauguração de mais oito lojas no mercado doméstico.

Fonte: @NaturaBrOficial

 

2019-12-20T15:05:04-03:00abril 17th, 2019|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , , , |

Diretora executiva da ABEVD fala sobre os novos desafios das vendas diretas

Em entrevista, Roberta Kuruzu, ressalta mudanças no setor e reforça a importância do empreendedorismo dentro do modelo de negócio

Por ser uma alternativa aos momentos de crise, as vendas diretas, cada vez mais, têm atraído empreendedores que procuram por novas oportunidades de negócios. Por isso, o setor tem se reinventado para suprir as demandas de mercado e continuar crescendo.

Um novo cenário vem sendo estruturado com novas perspectivas e desafios para as vendas diretas. Pensando nisso, entrevistamos a diretora executiva da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas, Roberta Kuruzu, para falar sobre a representatividade e os caminhos para o setor em 2017. Confira:

Depois de um ano de crise, quais são as perspectivas para o mercado de vendas diretas neste ano?

O setor de vendas diretas tem um potencial de crescimento para a base de empreendedores. É um setor que oferece uma real oportunidade de empreender com baixo risco e baixo investimento. Dado ao grande número de pessoas que estão fora do mercado de trabalho, as empresas de vendas diretas terão a oportunidade de dirigir suas estratégias para atrair novos empreendedores.

Quais foram as principais mudanças no setor ao longo do último ano?

Observamos que novas categorias de produtos estão implementando a distribuição de produtos pelo canal de vendas diretas e acompanhando a tendência da multicanalidade para atendimento de seus consumidores.

O setor de vendas diretas se destaca dos demais pela capacidade de superar adversidades socioeconômicas e proporcionar oportunidades para os profissionais. As empresas e os empreendedores devem esperar melhorias no mercado?

As empresas de vendas diretas tem se dedicado a oferecer cada vez mais oportunidades para os empreendedores, tanto na forma de treinamento sobre produtos e gestão de negócios, como oferecendo inovação e novas tecnologias para facilitar o dia-a-dia dos profissionais independentes.

Com os empreendedores mais capacitados e com ferramentas tecnológicas que facilitam a gestão de seus negócios, a tendência é a de melhoria nas vendas e qualidade nas relações com os clientes finais.

Como a ABEVD vê o surgimento de novos modelos de negócios de venda direta? De que maneira isso melhora a representatividade do setor?

Assim como a venda direta evoluiu do modelo door-to-door para a venda por relacionamento e vendas em rede, entendemos que outras inovações, principalmente tecnológicas têm contribuído para o crescimento do canal globalmente. As pessoas jamais deixarão de se relacionar e confiar na indicação ou recomendação de uma outra pessoa, seja em uma relação pessoal ou virtual.

2019-12-20T11:04:44-03:00março 14th, 2017|Categories: ABEVD News|Tags: , , , , |

O que podemos aprender com as vendedoras independentes?

Relacionamento é base para o sucesso nas vendas

As facilidades proporcionadas pelas vendas diretas auxiliam muitos revendedores a conquistarem a independência financeira por meio de uma atividade independente, que possibilita diferentes formas de atuação e crescimento profissional em um mercado em permanente expansão.

Para quem está começando no setor, algumas estratégias e posicionamentos são fundamentais para aumentar as vendas, conquistar clientes e consolidar a atuação no setor. Nesse contexto, é fundamental estabelecer contato com profissionais que atuam a mais tempo com vendas diretas.

É importante estabelecer uma rotina que possibilite, ao longo do tempo, a identificação das necessidades de cada cliente, viabilizando uma relação mais próxima e próspera para quem compra e para quem vende. Pensando nisso, separamos alguns ensinamentos das vendedoras independentes. Confira:

  • Jornada de trabalho: estabeleça uma rotina diária para se dedicar às vendas.
  • Por onde começar: comece oferecendo os produtos para amigos, parentes, no trabalho, na faculdade. Aproveite o seu círculo social para ampliar horizontes e oferecer os seus produtos.
  • Catálogos e folhetos: deixe catálogos com seu nome e telefone em locais estratégicos de vendas. Além disso, invista na divulgação dos seus serviços em seu bairro e ofereça brindes para conquistar a clientela.
  • Espaço para vendas dentro de casa: crie um espaço agradável para receber os clientes na sua casa.
  • Marketing pessoal: durante as vendas, esteja bem arrumada e use os produtos que vende. Utilize, também, as redes sociais e os meios de comunicação para se aproximar do público. Lembre-se: você é o seu marketing!
  • Kits: para não ter prejuízos, faça ações promocionais com os produtos que encalharam. Aproveite para organizar um evento em que é possível apresentar os kits e os últimos lançamentos.
  • Atendimento ao consumidor: se o consumidor identificou algum problema com o produto adquirido, ajude-o a efetuar a troca ou reclamar no SAC.Assim, você estabelecerá uma relação de confiança..

Fonte: Sebrae 

2019-12-20T12:20:35-03:00janeiro 22nd, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , |

Explore o potencial das redes sociais para as vendas

Descubra como a internet pode auxiliar o relacionamento com seus clientes

Já pensou em utilizar as redes sociais para melhorar o relacionamento e engajar os seus clientes? Ampliar as experiências de compra por meio das mídias digitais é uma ótima maneira de prolongar momentos de encanto, de entender as necessidades e de monitorar as manifestações de interesses e de opiniões e dos consumidores.

Além de criar um canal de suporte e de rápido atendimento, as redes sociais transformam-se em fóruns de discussão e ambientes de troca de informações, onde os seus serviços e produtos podem alcançar novos clientes potenciais.

Para explorar o potencial das redes sociais como ferramenta para aumentar e melhorar as experiências de compra e venda é preciso atentar-se aos detalhes, por isso, separamos algumas dicas para você, confira:

  • preste atenção nos comentários ou perguntas sobre sua empresa;
  • certifique-se de que você está compartilhando seus posts com sua lista de contatos;
  • procure oportunidades para surpreender e encantar seus clientes;
  • monitore o comportamento de seus clientes;
  • planeje estratégias para promover seu serviço;
  • promova pesquisas de satisfação do cliente após as vendas;
  • mantenha o controle de menções sobre seu negócio nas mídias sociais;
  • aproveite a oportunidade para gerar novos negócios.

Fonte: Hubpost 

2019-12-20T14:59:38-03:00janeiro 18th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , , , |

Veja como impulsionar negócios e aproximar seus clientes

Conheça a ferramenta utilizada para aprimorar o relacionamento com o consumidor

Detectar as necessidades dos clientes e proporcionar-lhes excelentes experiências de compra faz parte da rotina de qualquer vendedor. Mais do que cativar e fidelizar o consumidor, no entanto, é preciso saber o que ele pensa a respeito de sua marca. Mas como incorporar o monitoramento na rotina de vendas diretas?

Presente nos sistemas integrados de gestão, a ferramenta Customer Relationship Management (CRM) é muito utilizada, também, pelas empresas de vendas diretas para o gerenciamento das relações com o cliente. De fácil aplicação, ela permite que os vendedores monitorem o comportamento dos consumidores pelas redes sociais e web.

Criar métodos e estratégias inovadoras permite o aumento das vendas e maior aproximação com clientes e com as novidades e tendências do mercado. Estar ciente do que as pessoas estão falando sobre seus serviços e produtos, além de possibilitar a intensificação das vendas por meio desses canais de mídia, também viabiliza a fidelização dos clientes, possibilitando a conquista de novos mercados e melhorando a qualidade no processo de pós-venda.

Fonte: Clientes S/A

2019-12-20T15:00:34-03:00outubro 20th, 2015|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

Empreendedoras falam sobre lições de negócios para as mulheres

Recomendações para entrar no mercado de vendas diretas com firmeza e sucesso

 

“Mais da metade das empresas que serão criadas até 2018, será por iniciativas femininas.” Quem divulgou essa notícia, foi a Forbes: uma das mais populares e respeitadas revistas de negócios e economia. Com essa perspectiva sobre a abertura (ou “conquista”) do mercado de trabalho, não é de surpreender que a cada ano mais mulheres tomem iniciativa para começar o próprio negócio, trabalhando com autonomia e personalidade, como no caso das vendas diretas. Trouxemos alguns conselhos de mulheres que aceitaram o desafio, e hoje são empreendedoras de sucesso. Confira:

 

Não tenha medo de uma grande falha

Sara Blakely, fundadora da SPANX.

Sara acredita que o fracasso é resultado de um esforço insuficiente. Pode parecer duro, mas é uma lição para ajudar a olhar para as novas oportunidades e forçar a saída da “zona de conforto”. Não importa se as tentativas falharem algumas vezes: esteja aberto para aprender com cada erro.

 

Bloqueie a negatividade

Tory Burch, CEO e fundadora da marca de estilo de vida Tory Burch

Pensamentos como a impossibilidade de se tornar um empreendedor ou o medo de outras pessoas não gostarem da sua ideia, são exemplos de fatores que podem te impedir de chegar ao seu objetivo. Para Tory, o mesmo vale em relação às pessoas que exercem um efeito negativo. Esteja rodeado de pessoas que ajudarão você a crescer, e depois, colha os frutos disso.

 

A sua história é sua maior força de vendas

Jessica Alba, CEO da The Honest Company

O empreendimento da Jessica começou quando ela notou a dificuldade em encontrar produtos saudáveis para seu bebê. Ela acredita que é possível transformar as próprias experiências em vantagens para entender os desejos e necessidades dos seus clientes. Assim como você, os seus clientes podem passar por situações que você já sabe como resolver, ou como melhorar. Use isso a seu favor.

 

Seja engajado e mantenha-se informado

Diane von Furstenberg, fundadora da DVF

Conecte-se com sua comunidade! Pode ser a região em que você está inserido ou um grupo de pessoas com interesses em comum. Para Diane, uma coisa é se tornar bem-sucedido, e outra, ainda mais importante, é permanecer bem-sucedido. O importante, é estar próximo o suficiente para entender quais são as necessidades e expectativas dessas comunidades, e assim, se preparar para oferecer soluções através do seu negócio.

Ir ao Topo