5 dicas do guru de gestão Tom Peters para sua empresa

“Pai da empresa moderna” dá valiosas dicas de gestão para executivos e empreendedores num evento em São Paulo

Em um evento realizado na cidade de São Paulo no último mês de abril, Tom Peters conversou com executivos e empreendedores das mais diversas áreas e dividiu valiosas dicas de gestão que podem ser utilizadas para a venda direta, tanto para empresas, quanto para revendedores.

Dentre as diversas dicas que indicavam os caminhos para se conseguir excelência em uma empresa, foram separadas aquelas de mais destaque e que mais se aplicam ao setor de venda direta:

 

  • Seja apaixonado pelo que faz

Divirta-se no trabalho. É lá que você passa a maior parte do tempo.

“Se você não está dando vidas melhores às pessoas, você não devia estar nos negócios. Ame o que você faz”

 

  • Funcionários satisfeitos fazem toda a diferença

Sua equipe precisa estar sempre contente, pois o cliente sentirá isso. “Seus consumidores nunca serão mais felizes do que seus empregados”, afirma Tom. O guro aposta em ter lucro colocando as pessoas na frente.

 

  • Investir em treinamento é essencial

Seus funcionários sabem absolutamente tudo sobre a empresa? Não? Por qual motivo? “Se você decide ser líder, você não é mais engenheiro ou médico, você passa a ser um desenvolvedor de pessoas”. Por isso, treinamento é sinônimo de investimento.

 

  • Aprenda com os erros

“Para ter sucesso, você tem que tentar muitas coisas. ‘Faça a coisa certa de primeira’ é a frase mais estúpida já dita”, afirma. Em muitas vezes, fracassar pode ser mais valioso do que o sucesso. Pessoas com ideias interessantes, que trabalham muito, mas por alguma razão não acertaram, devem ser aplaudidas. Mas lembre-se: aprenda com os erros.

 

  • Contrate com o coração

Procure pessoas que sejam apaixonadas como você. Opte pelas mais animadas, que transpiram disposição. Durante a entrevista, preste atenção se a pessoa usa mais vezes “eu” ou “nós”. “Toda decisão de parceira ou relacionamento é uma decisão estratégica sobre inovar ou não”, afirma.