Dica de leitura: 161 Dicas de Sucesso no Marketing Multinível

Especialista dá dicas valiosas para quem deseja empreender no setor

No livro 161 Dicas de Sucesso no Marketing Multinível, o autor Edmundo Roveri, especialista em vendas diretas, com ênfase em marketing multinível, dá dicas valiosas para todos aqueles que desejam empreender no setor, ampliar a sua atuação como revendedor e ter sucesso nas vendas.

livro

Roveri enumera diversos temas que envolvem as Vendas Diretas no decorrer da obra e compartilha com os leitores cinco segredos sobre o setor. São eles:

  1. Não venda qualquer coisa: Acredite no produto com que você trabalha. Não venda algo que não vai auxiliar as pessoas a satisfazer suas necessidades. Ao acreditar no produto que oferece, você fortalecerá o seu sistema de crenças e evitará que sua mente o boicote;
  2. Faça um estoque de pessoas: Um negócio sem estoque e sem produtos para vender não tem como seguir em frente. Nas vendas diretas, o seu estoque principal deve ser de contatos de pessoas. Amplie permanentemente a sua lista de convidados;
  3. Seja persistente: Teimosa é a pessoa que tem um objetivo e insiste em alcançá-lo de uma forma específica e não muda o jeito de fazer as coisas. O persistente tem seu objetivo e adapta a estratégia e as ações até realizá-lo;
  4. Ensine a pescar, mas não pesque pelos outros: No início, dê as coordenadas e esteja junto para fazer a lista de convidados e os primeiros contatos, sempre ensinando como fazer para ter êxito nesse negócio. Ensine o seu patrocinado a encontrar as respostas sem depender de você;
  5. Comunique-se com eficiência: Seja criativo e ativo na comunicação. Envie e-mails, cartas, newsletters, crie eventos, promova jantares e reuniões, etc. Tudo o que você fizer para manter as pessoas ligadas ajudará com o crescimento dos negócios e os relacionamentos.
2019-12-20T14:51:12-03:00agosto 14th, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , |

Venda direta de produtos de beleza é mais forte no Brasil

Trabalho feito por revendedores representa 26% do total de vendas e tem ajudado o setor a se reinventar em momentos de crise

Pesquisas do BCG e do Euromonitor mostram que 26% das vendas do setor de beleza são feitas por revendedores diretos no Brasil. A modalidade é duas vezes mais representativa que em países como China e Estados Unidos, onde o varejo virtual tem um peso maior. Esses dados apontam a força do setor e justificam a mudança de postura das grandes empresas brasileiras do setor de beleza.

cosmeticos

Para driblar o aumento da concorrência, diminuir os impactos da crise econômica do país e atender às necessidades do consumidor, as gigantes do mercado de beleza têm investido intensamente nos últimos anos na diversificação de seus canais de vendas.

A multicanalidade, segundo os especialistas, é uma tendência natural em momentos em que o mercado está mais concorrido e o consumidor exige a presença das marcas em canais diversos para suprir as suas necessidades.

Exemplo disso, a Contém 1g recentemente adotou a venda direta multinível como forma de acelerar o crescimento e contornar a crise causada pela retração das vendas e pela diminuição no número de investimentos no formato de franquias. “O momento pedia outro canal de venda, no sentido de agregar faturamento, e até para ajudar a ultrapassar o momento de recessão no varejo”, afirmou a gerente de expansão da rede, Joelma Francisco da Silva, em entrevista ao Jornal do Commércio de Manaus.

Hoje, a empresa, que iniciou operações no modelo de venda direta no segundo semestre de 2016, já conta com mais de 12 mil revendedores e o canal já representa cerca de 50% do faturamento total da Contém 1g. Com bons resultados no setor, a empresa espera chegar, até o final deste ano, aos 100 mil revendedores diretos e fortalecer ainda mais a sua marca no mercado de beleza brasileiro.

Fonte: Folha de S.Paulo e Jornal do Commércio de Manaus

2019-12-20T14:51:13-03:00agosto 3rd, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , |

Qual é a principal tendência para o setor de vendas diretas em 2017?

Executivos das maiores empresas do setor falam sobre as novas perspectivas e desafios do mercado para este ano

Após um ano de incertezas na economia e do surgimento de novos modelos de negócio dentro do canal de vendas diretas, 2017 iniciou com boas perspectivas e condições para que o setor continue a crescer e a se destacar no cenário nacional.

Nesse contexto, explorar o potencial das várias categorias e marcas, visando não perder negócio e a fidelização dos clientes, é o caminho apontado pela diretora executiva daAssociação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), Roberta Kuruzu, e também por executivos das maiores empresas do setor. “Por ser uma alternativa aos momentos de crise, as vendas diretas, cada vez mais têm atraído empreendedores que procuram por novas oportunidades de negócios, razão pela qual as empresas de vendas diretas estão tendo a chance de focar suas estratégias para atrair novos empreendedores”, comenta a executiva.
Recuperação econômica e fortalecimento do setor

Para o presidente da Avon no Brasil, David Legher, o potencial de geração de renda por meio da venda direta é imenso e deve ser olhado com atenção nesses momentos de recuperação do ambiente econômico. “Em um cenário desafiador como o nosso, poder incluir milhões de pessoas na economia e fazer delas verdadeiras empreendedoras é algo que, em 2017, pode ser visto como uma turbina para nosso país”, ressalta o executivo.

Não por acaso, este tende a ser o ano em que o setor pode registrar o maior crescimento de sua história. Gilberto Guitti, diretor responsável pelo canal de vendas diretas da Polishop, lembra que as empresas precisam se planejar para isso. Afinal, os profissionais precisam de uma oportunidade de negócios para completarem suas rendas ou mesmo assumirem as vendas diretas como renda principal. “As companhias que mais rapidamente estiverem preparadas para absorver esta demanda, mais rapidamente crescerão no mercado”, afirma ele.

É preciso oferecer atratividade aos empreendedores, valorizarando a atividade comercial do setor e disponibilizar uma variedade de produtos e serviços a preços competitivos. Dessa forma, estimula-se a receptividade dos consumidores finais. Nelson Moura, consultor especializado em vendas diretas da LM Marketing, reforça que, em tempos de contenção de gastos na economia brasileira, é essencial ser proativo. ˜É preciso entender as necessidades dos clientes para incentivar o consumo”, acredita.

Empreendedorismo e inovação

Dados da pesquisa Amway Global Entrepreneurship Report 2016 mostram que o Brasil é um país de enorme capacidade empreendedora. Mesmo assim, ainda temos um dos piores aproveitamentos deste potencial. Nesse cenário, Odmar Almeida, CEO da Amway do Brasil, lembra que as empresas de vendas diretas, em geral, oferecem uma forma de empreender segura e com baixo investimento – o que é muito atraente para aqueles que pretendem investir em um negócio próprio.

“Tornamos o caminho mais fácil, oferecendo treinamento e reconhecimento para o futuro empreendedor”, afirma o executivo. “Este é o maior setor “incubador” do país, tendo formado mais de 4,3 milhões de empreendedores Brasil afora. No entanto, ainda é pouco reconhecido e tratado como tal”, complementa Odmar.

Em um momento em que se ampliam as oportunidades, o setor de vendas diretas passa a ganhar destaque, também, entre os mais jovens. De acordo com o gerente geral da Omnilife, Ivon Carlos Das Neves, as novas gerações estão buscando mais flexibilidade de tempo e ganhos, assim como significativas mudanças nas relações de trabalho.

“Tudo isso vem ao encontro da essência da venda direta, que se trata de empreender, recompensando e reconhecendo o esforço do indivíduo”, comenta o executivo. “Acredito fielmente que os que estiverem preparados para alicerçar os pilares fundamentais do setor, recompensar, reconhecer e se relacionar, poderão construir um ano brilhante com excelentes resultados para as empresas e distribuidores independentes”, finaliza Ivon.

Além disso, os jovens têm o conhecimento sobre plataformas digitais como diferencial na hora de empreender. “Eles podem se aproveitar desse contexto para aumentar sua presença no mercado de venda direta, levando em conta sua vocação para os negócios, sua criatividade e sua reconhecida aptidão para o uso dos meios digitais”, acrescenta João Paulo Ferreira, CEO da Natura.

Inovação e tecnologia como aliadas

Para isso, a tecnologia surge como mais um complemento para a força das vendas diretas. “Em tempos de economia em baixa e restrições ao crédito, a criatividade e a inovação devem ser intensificados em todos os segmentos”, reforça Renato Toshihiro Kotsuka, treinador Silver da Kenko Patto.

Com uma premissa de incorporar e transformar o que é novidade em material para os negócios, as vendas diretas têm se reinventando e evoluído desde o final do século 18. E agora não é diferente. “No momento em que vivemos, a tecnologia digital é, provavelmente, a transformação mais relevante”, reitera o CEO da Natura.

O executivo afirma ainda que a associação entre a venda direta e os progressos na comunicação e na transmissão de dados têm proporcionado oportunidades de inclusão social, digital e econômica de cidadãos. “Do ponto de vista do negócio, os avanços digitais vão potencializar o canal e dar mais recursos à prática da venda consultiva, possibilitando explicações mais precisas e customizadas sobre os benefícios de produtos e serviços”, pontua Ferreira.

Trabalhar inovação e tecnologias como aliadas de negócio é, antes de tudo, ampliar e deixar mais claras as estratégias de multi-canal, “market place” e utilização de aplicativos para desenvolvimento de vendas e prospecção de novos. No entanto, a diferenciação entre as empresas deverá ocorrer pelo domínio dos processos e métodos de vendas, lembra Luciano Linardi, sócio diretor da Bla Brasil.

“Garantir que a proposta de valor seja praticada pela força de vendas será o diferencial. Para isso, o investimento na construção e aplicação de módulos de treinamento será determinante para o sucesso de 2017”, pontua o executivo.

Novos caminhos para as vendas diretas e para as relações de trabalho

Para Ana Paula Inoue, diretora de operações e marketing da DirectBiz Consultants – consultoria especializada em estruturação de negócios em venda direta -, os efeitos da multicanalidade e do novo perfil de consumidores e revendedores que chegam até as empresas atualmente apontam que 2017 será o ano de inovações comerciais e de relacionamento.

“Para nós, além de ser quase impossível acreditar que uma empresa possa nascer e sobreviver no mercado sem ter contemplado pelo menos dois canais em sua concepção, é preciso estar pronto para controlar, convergir e tornar as relações entre revendedores e clientes integradas virtualmente”, explica a executiva.

Os especialistas da DirectBiz acreditam também que o relacionamento nos dias de hoje deixou de ser baseado tão somente em proximidade física para ser, também, fortemente digital. Assim, além de uma oportunidade de negócios atrativa, produtos e serviços bem posicionados, estar conectado e disponível para interagir na velocidade de um “click” se tornou um diferencial competitivo real, com mais possibilidades de sucesso.

Uma vez que as relações são um dos pilares das vendas diretas e os profissionais utilizam as suas redes para ter sucesso nos negócios, as perspectivas para o setor são animadoras.

Gioji Okuhara, diretor geral da Herbalife Brasil, lembra que a oportunidade de se ter um negócio próprio, com maior flexibilidade de horário, baixo investimento inicial e retorno proporcional ao tempo dedicado, é um forte atrativo principalmente para o novo empreendedor. Além disso, vejo também a oportunidade de o profissional ter um plano B, para agregar uma renda extra, o que torna realmente o setor com maior potencial de crescimento.

Da mesma forma, Mirassul Pereira, presidente da 4Life, complementa e afirma que, cada vez mais, as pessoas buscam por sua liberdade de tempo, tendo a perspectiva de estudar por anos e trabalhar por toda a vida para um dia se aposentar e ter tempo já não mais tão aceita pela nova geração. “Hoje, as vendas diretas proporcionam às pessoas a possibilidade de alcançar a liberdade de tempo imediatamente, e, assim, poder desfrutar da vida e da família enquanto busca sua liberdade financeira”, finaliza o executivo.

ABEVD está presente na Feira do Empreendedor do SEBRAE

Pela primeira vez, a Associação participa do maior evento de empreendedorismo do país

A sexta edição da Feira do Empreendedor do SEBRAE-SP, que acontece até o próximo dia 21, conta com o apoio da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas, pela primeira vez.

img_4087
Os objetivos da feira estão alinhados com a missão da ABEVD, ou seja, de propiciar a oferta e procura de oportunidades de negócios, aumentar a rede de relacionamento e promover novas parcerias.

img_4073
Estima-se que um público de até 150 mil pessoas passe pelo Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, e a ABEVD se preparou para prestar esclarecimentos e divulgar oportunidades de negócios para milhares de empreendedores independentes.

img_4095
Além, disso, a Associação também prestará informações aos empresários que tenham interesse em distribuir seus produtos pelo canal de vendas diretas.

Para mais informações sobre a Feira, clique aqui e acesse o site.

Serviço:
Feira do Empreendedor do SEBRAE-SP
18 a 21 de fevereiro de 2017, das 10h às 21h
Anhembi Parque – Pavilhão Sul (Av. Olavo Fontoura, 1209, São Paulo, SP)
A entrada é gratuita e proibida para menores de 14 anos.

2019-12-20T14:52:58-03:00fevereiro 20th, 2017|Categories: ABEVD News|Tags: , , , , |

Comitê de pesquisas apresenta dados sobre as vendas diretas

Em evento exclusivo para associadas, a ABEVD apresentou os resultados de pesquisas sobre o setor
 img_20170210_114159983_hdr
No último dia 10, a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas reuniu suas associadas, em evento exclusivo, em São Paulo, para discutir os dados de três pesquisas realizadas sobre o setor de vendas diretas no último ano.

 

Durante o encontro, os executivos da ABEVD e os representantes das maiores empresas do setor debateram sobre as seguintes questões:
  • Dimensionamento de Mercado do Setor de Vendas Diretas, da CVA Solutions, empresa de pesquisa, treinamento e consultoria;
  • Impacto Socioeconômico do Setor de Vendas Diretas, da LCA Consultores, uma das maiores consultorias econômicas do Brasil;
  • Estudo do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) das Consultoras – Dimensões: Saúde, Conhecimento e Padrão de Vida, da Natura, uma das líderes no mercado de vendas diretas no país.
Clique aqui e confira as fotos do evento.
2019-12-20T14:52:33-03:00fevereiro 15th, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Três coisas que você precisa saber para ser um empreendedor de sucesso

Entenda a importância de assumir uma postura mais assertiva para obter resultados para o seu negócio

Quais são as qualidades que fazem um empreendedor surpreendente? De acordo com Jerome Ternynck, fundador e CEO de SmartRecruiters, os empreendedores bem-sucedidos compartilham três atributos principais. Confira as dicas e veja como atuar de maneira mais assertiva em seu negócio:

Capacidade de liderança
Em algum momento, você verá algo que ninguém mais vê. Você será capaz de desenvolver uma visão baseada no que vê e, em seguida, convencer os outros a dedicar tempo e dinheiro para ajudá-lo a explorar oportunidades e opções.
Desenvolva uma cultura corporativa mais forte, identifique oportunidades e, em seguida, exerça a liderança necessária para gerar resultados.

Obstinação
A administração de um negócio é incrivelmente difícil e requer atenção cuidadosa aos detalhes. Dito isso, a dedicação, o empenho e a obstinação que o empreendedor dedica ao seu projeto é inversamente proporcional ao sucesso e aos resultados obtidos ao longo do tempo.

Resiliência
Não desista diante do primeiro obstáculo. Você tem de ser resiliente, tenaz e persistente, independentemente da situação em que se encontra.
Nenhuma grande empresa seria construída se seu empreendedor desistisse quando as coisas ficam difíceis.

Pelo contrário, quando as coisas ficam difíceis, permanecer obcecado e resistente pode levar seu ao sucesso.

Fonte: Fortune

2019-12-20T14:52:33-03:00janeiro 24th, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

Seis filmes sobre empreendedorismo para te inspirar

Não são apenas os livros ou a internet que nos apresentam novas informações sobre o empreendedorismo. Quem está pensando em começar o próprio negócio ou aprimorar as atividades do dia a dia encontra ótimos exemplos e histórias inspiradoras nos filmes e documentários.

Aproveite o começo de ano e invista em uma nova forma de aprendizado. Conheça seis filmes sobre empreendedorismo:

Burt’s Buzz

O documentário conta a vida Burt Shavitz, um excêntrico criador de abelhas que tornou-se dono de uma famosa marca de cosméticos naturais.

Iris

O documentário conta a história da empresária Iris Apfel, que é um ícone do mundo da moda. O filme interessa a todos que querem empreender na área de economia criativa, ao mostrar como essa mulher enfrentou barreiras e se manteve ativa até hoje.

Steve Jobs: Como ele mudou o mundo

Steve Jobs é uma das maiores referências para empreendedores interessados em inovação. Este documentário apresenta um pouco mais de sua história e a maneira ele se manteve firme mesmo quando ninguém mais acreditava no sucesso de sua empresa.

À Procura da Felicidade

O clássico, protagonizado por Will Smith, mostra a luta do personagem que transformou a sua vida por meio das vendas diretas e tornou-se um renomado vendedor em Nova York.

Joy

Aonde uma ideia pode te levar? Em Joy, o espectador se depara com a história da criadora de um esfregão como solução para facilitar o processo de limpeza da cas. O filme reconhece a importância daqueles que começam um negócio próprio do zero, sem ninguém que apoie sua ideia – mesmo os membros da própria família.

Julie e Julia

Fazer aquilo que se ama é o que move os empreendedores de sucesso. No filme, Julie larga a carreira no serviço público e investe em um sonho antigo e divulga sua nova atividade em um blog pessoal. A comédia mostra como a personagem obteve reconhecimento, encontrou um sentido para sua carreira, ao seguir aquilo que ela realmente ama fazer.

Fonte: Exame e PEGN

2019-12-20T14:52:34-03:00janeiro 6th, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , |

5 dicas para ter sucesso nas vendas no ano novo

Veja como melhorar a sua atuação do setor em 2017

Quais são seus planos para este novo ano? Todos desejamos novas oportunidades e sucesso na vida pessoal e profissional. Nesse contexto de renovação, as vendas diretas surgem como uma alternativa para aqueles que querem novos desafios e recolocações no mercado de trabalho.

Pensando naqueles que querem começar o ano novo com tudo, separamos cinco dicas para se ter sucesso nas vendas diretas em 2017. Confira:

1. Vá além das vendas
Não restrinja as suas atividades apenas à venda. Mantenha-se informado sobre a marca e a mercadoria que você oferece ao seu público. Procure maneiras de surpreender e de satisfazer as necessidades dos clientes.

2. Aproxime-se de seus clientes
Um dos segredos do sucesso de um vendedor direto é o relacionamento com o cliente. É fundamental manter-se próximo e presente, assim você pode garantir a fidelização do consumidor

3. Use as redes sociais
Explore os potenciais das redes sociais e da internet em geral para vender mais e para aproximar-se de seus clientes, agregando valor aos seus serviços.

4. Invista em Produtos de qualidade o tempo todo
Fique atento! Os clientes procuram por produtos de qualidade e se sentem muito à vontade para trocar de marca se assim acharem melhor. Proporcione experiências e produtos que dialoguem com o estilo de vida deles, que seja novo e moderno.

5. Seja otimista
Ser otimista é fundamental para manter-se motivado e inspirado nas vendas! Mesmo em tempos de crise, faça o melhor do seu trabalho, inove sempre e permaneça confiante.

2019-12-20T14:52:35-03:00janeiro 3rd, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

12 grandes segredos da comunicação

Conheça características que todo vendedor direto precisa ter

Quem já trabalha com vendas diretas sabe que o setor é muito mais do que comércio. É preciso saber a forma correta de se comunicar com o cliente, de apresentar o produto, de oferecer serviços. Para que tudo isso ocorra bem, é necessário dominar bem essa comunicação. Por isso, separamos 12 grandes segredos da comunicação que não são sempre citados, mas que valem muito.

Conecte-se com você mesmo
Para ser um grande comunicador você precisa, primeiro, saber quem você é e ter autoconfiança e acreditar na sua habilidade em se conectar com outras pessoas.

Fale com sinceridade
Nada funciona melhor do que ser sincero quando se comunica com alguém, assim como nada também é mais importante. Sinceridade é o pilar para se criar uma conexão.

Seja consistente
Viva o que diz e pratique o que você prega. Dessa forma, você alcançará mais espaço e obterá mais influência. Sua credibilidade vem da sua consistência de caráter.

Entenda o outro
Quando nos comunicamos, naturalmente queremos que a pessoa entenda o que estamos dizendo e aceite nossos argumentos. Porém, a comunicação de verdade envolve também entender o outro lado. Devemos aprender com as pessoas, e não apenas falar com elas.

Ouça de verdade
Preste atenção de verdade no que a outra pessoa está dizendo. Isso não apenas pode te dar mais ideias sobre o tema da discussão como também demonstra respeito e ajuda a construir uma conexão com a pessoa.

Não apresse respostas
Não perca tempo preparando mentalmente sua próxima resposta. No lugar, faça perguntas para esclarecimento e para garantir que você realmente entendeu o que a outra pessoa está querendo dizer.

Mostre respeito
Todo mundo, não importa o cargo ou posição social, merece ser tratado com respeito. Fale com os outros da maneira que gostaria que falassem com você. Respeito atrai respeito.

Tenha empatia
Tente, genuinamente, se conectar com as outras pessoas e encontre uma forma de se relacionar com elas. Trabalhar com pessoas, como é o caso das vendas diretas, demanda saber entender os motivos dos outros.

Saiba como perguntar
Uma das formas mais efetivas de comunicação é fazer perguntas. A habilidade de saber o que perguntar e ouvir atentamente as respostas é um enorme fator na construção de um grande comunicador.

Demonstre interesse genuíno
Uma coisa é se comunicar com pessoas porque você acredita ter algo a dizer, mas é ainda melhor se comunicar com elas porque você acredita que elas possuem algo a dizer.

Atente para sua linguagem não-verbal
Sua postura e tom de voz também fazem parte do que você está dizendo. Nossos corpos falam mais alto do que nossas palavras e, muitas vezes, podem passar uma mensagem que não queremos.

Comunicação é diálogo
Comunicar-se nunca deve ser um monólogo. Os melhores comunicadores sabem criar um diálogo, ouvindo e incentivando outros a se manifestarem.

2019-12-20T14:52:37-03:00novembro 30th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

5 dicas para inspirar diferentes gerações de jovens

Veja como juntar tecnologia e tradição para agradar Millenials e Geração Z

Atingir a população mais jovem é um desejo de qualquer mercado, o que inclui, claro, o setor de vendas diretas. Porém, o que causa apelo aos mais velhos não é o mesmo para as novas gerações, certo? Não é bem assim. Pesquisas apontam que o melhor é misturar o que há de mais atual em termos de tecnologia com valores tradicionais.

Quando falamos da Geração Z, nos referimos aos que possuem menos de 20 anos. Já os Millenials, ou geração Y, estão entre 2º e 35 anos. Ambos possuem semelhanças, como o uso de mídias sociais e as famosas selfies. Além disso, as duas gerações desejam ser seus próprios chefes, o que tem muito a ver com as vendas diretas.
Por isso, veja cinco dicas que farão as gerações mais jovens se engajarem pela sua empresa e produto.

Marcas e produtos precisam ter um rosto
Ainda que as selfies tenham sido iniciadas com os Millenials, foi a Geração Z que as adotaram com todo o coração. Porém, ambos enchem seus perfis nas redes sociais com fotos que capturam todos os momentos de suas vidas e esperam que as empresas façam o mesmo. Mais: querem que as empresas interajam com eles da mesma forma que seus amigos, só que de forma autêntica. Apareça!

Saiba quais redes sociais eles gostam
Todo jovem tem um perfil no Facebook, assim como seus pais, tios e professores. Ou seja, essa é a rede social que funciona como um pontapé inicial apenas. Eles estão também espalhados em diversas outras plataformas. Para atingi-los, você vai ter que saber onde eles estão. Além disso, os mais jovens não costumam ser atingidos por propagandas tradicionais. Saiba como usar essas novas plataformas.

Valores tradicionais, mas com espírito de mobile
Os Millenials e Geração Z cresceram com o que há de mais atual em termos de tecnologia, mas ainda desejam muitos dos valores cobiçados pelos mais velhos. Isso inclui casamento, filhos e comprar uma casa, ainda que não tão cedo como as gerações mais antigas fizeram. Da mesma forma, eles abraçam tudo que tenha de mais moderno quando o assunto é tecnologia. Assim, fique atento para saber juntar as duas coisas.

Produtos de qualidade o tempo todo
Ok, a Geração Z não é adepta à lealdade de marca como as mais antigas. O que eles querem é produtos de qualidade e se sentem muito à vontade para trocar de marca se assim acharem melhor. Isso porque eles sabem pesquisar qual o melhor produto e serviço disponível. Eles querem algo que dialogue com o estilo de vida deles, que seja novo e moderno. Apenas uma marca famosa não vai atraí-los. Tenha sempre isso em mente.

Faça a diferença
Uma coisa que liga diretamente os mais jovens com os mais velhos é a vontade de fazer a diferença. Os mais novos, porém, são também mais impacientes, da mesma forma que são mais abertos às diferenças. Eles querem arrumar tudo o que há de errado no mundo, incluindo alguns assuntos mais controversos. Entender quais as bandeiras que eles levantam é primordial para conseguir dialogar com essas gerações.

Tenha sempre em mente que as novas gerações serão os próximos empreendedores. Eles esperam, principalmente, que os produtos que irão comprar seja um reflexo das ideias que abraçam.

2019-12-20T14:52:37-03:00novembro 25th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , |
Ir ao Topo