Início/Adicionar código antes da tag </head>. vendas

2º Congresso Nacional de Vendas Diretas está com inscrições abertas

Evento reunirá mais de 600 profissionais do setor em São Paulo

Estão abertas as inscrições para o 2º Congresso Nacional de Vendas Diretas. Realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), representante oficial do setor no Brasil, o evento está marcado para o dia 7 de maio, no Villa Blue Tree, em São Paulo.

Após o sucesso da edição do ano passado, o Congresso de 2019 terá a programação ampliada e contará com a presença de importantes nomes nacionais e internacionais para discutir temas relevantes como tributação, vendas, marketing, inovação, tecnologia e muito mais.

Além de debater assuntos fundamentais para as vendas diretas, o Congresso apresentará ideias transformadoras, novas experiências e cases de sucesso que são tendências no Brasil e no exterior.

Oportunidade única para fazer negócio, o maior evento do setor na América Latina reunirá mais de 600 profissionais do mercado, entre eles os principais tomadores de decisão e líderes de áreas estratégicas.

“O 2º Congresso Nacional de Vendas Diretas é a oportunidade para que os integrantes do setor se atualizem e vejam novos horizontes para as empresas. Vamos trazer tendências e apresentar boas práticas que já são vivenciadas no exterior e podem ser aplicadas no Brasil,” comenta Adriana Colloca, presidente executiva da ABEVD.

Entre as novidades para este ano, o Congresso contará com tradução simultânea, material de apoio e certificado de participação.

Os ingressos já estão disponíveis e podem ser adquiridos por meio do site: congressonacional.staging7.abevd.org.br

O valor de investimento é de R$ 850,00 para não associados à ABEVD e R$ 500,00 (até 19/4) para associados. Entre 20/4 e 7/5, o valor para associados será de R$ 700,00.

Para mais informações, acesse o site da ABEVD: www.staging7.abevd.org.br ou envie um e-mail para [email protected]

 

SERVIÇO

2º Congresso Nacional de Vendas Diretas da ABEVD

Data: 7 de maio de 2019, das 8h30 às 17h30

Villa Blue Tree – R. Castro Verde, 266, Chácara Santo Antônio, São Paulo – SP

Inscrições pelo site: congressonacional.staging7.abevd.org.br

Associados ABEVD: R$ 500 (até 19/4); R$ 700 (entre 20/4 e 7/5)

Não Associados: R$ 850

Como o setor de vendas diretas se prepara para o Natal

Data mais importante para o comércio no Brasil e no mundo, o Natal proporciona bons resultados para o mercado em geral, pois há mais dinheiro em circulação devido, também, ao pagamento do 13º salário. Além disso, a proximidade do final do ano gera otimismo, sentimento de agradecimento e confraternização que incentiva as pessoas a quererem presentear umas às outras

Neste contexto, o setor de vendas diretas precisa se adiantar e pensar no Natal com antecedência. Tanto empresas quanto empreendedores independentes têm que analisar os cenários atuais e fazer projeções para suprir o consumidor final no momento da compra.

O primeiro passo é a organização. Planejar o volume de vendas e fazer um pedido extra pensando nisso é uma das recomendações, afinal muitas vezes, os empreendedores independentes são a solução para os clientes que querem fugir das lojas cheias no período do final de ano.

Ter um estoque com variedade de produtos é uma boa alternativa para quem quer aproveitar o Natal para alavancar o faturamento. Ao oferecer diversas opções aos consumidores, os empreendedores independentes têm a oportunidade de fidelizar os clientes finais.

Outro ponto de destaque quanto à data é uma característica própria do setor de vendas diretas: o relacionamento. Os empreendedores independentes devem focar na venda personalizada e investir na aproximação com o cliente. Ao ajudar na escolha de um presente, o representante da empresa deixa de ser apenas um vendedor e se torna um consultor.

Apesar do clima de festa, o período do Natal traz alguns contratempos, como, por exemplo, as lojas cheias e a falta de locais para estacionar. Por este motivo, o setor de vendas diretas tem que estar preparado para oferecer aos consumidores a facilidade e comodidade de ter os produtos à mão na hora da entrega.

“O Natal é a principal data para o comércio brasileiro e por isso o setor de vendas diretas já começa o planejamento com antecedência para oferecer as melhores opções para os consumidores. Com foco na organização, os empreendedores independentes devem pensar de maneira antecipada em potenciais presentes que seus clientes possam comprar para se preparar para a data”, comenta Bianca de Castro, coordenadora do comitê de comunicação da ABEVD.

Fonte: ABEVD

2019-12-20T14:38:46-02:00outubro 15th, 2018|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , |

Comitê de pesquisas apresenta dados sobre as vendas diretas

Em evento exclusivo para associadas, a ABEVD apresentou os resultados de pesquisas sobre o setor
 img_20170210_114159983_hdr
No último dia 10, a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas reuniu suas associadas, em evento exclusivo, em São Paulo, para discutir os dados de três pesquisas realizadas sobre o setor de vendas diretas no último ano.

 

Durante o encontro, os executivos da ABEVD e os representantes das maiores empresas do setor debateram sobre as seguintes questões:
  • Dimensionamento de Mercado do Setor de Vendas Diretas, da CVA Solutions, empresa de pesquisa, treinamento e consultoria;
  • Impacto Socioeconômico do Setor de Vendas Diretas, da LCA Consultores, uma das maiores consultorias econômicas do Brasil;
  • Estudo do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) das Consultoras – Dimensões: Saúde, Conhecimento e Padrão de Vida, da Natura, uma das líderes no mercado de vendas diretas no país.
Clique aqui e confira as fotos do evento.
2019-12-20T14:52:33-02:00fevereiro 15th, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Nove dicas para identificar uma pirâmide financeira

Veja como identificar ilegalidades e fuja das armadilhas que existem no mercado

Não caia no golpe! As famosas pirâmides financeiras são operações que se sustentam através do estelionato contra o cidadão e pela fraude contra o sistema financeiro em níveis setoriais.
A prática, muito comum nos anos 1990, voltou a crescer no Brasil devido à crise financeira. Pensando nisso, separamos algumas dicas para que você não caia no golpe e possa identificar uma companhia que está adotando pirâmide financeira. Confira:

1 – Atuação com um forte esquema de autopromoção de líderes
Normalmente são pessoas escolhidas estrategicamente para iniciar e propagar o golpe (são os únicos que de fato ganham dinheiro nas negociações).

2 – Promessa de recompensas grandiosas durante o recrutamento
Desconfie dos negócios que oferecem recompensas grandiosas como contrapartida para você entrar na equipe e para o desenvolvimento de novas redes.

3 – Rentabilidade absurdamente encantadora
É impossível que um negócio regulamentado consiga, em tão pouco tempo, resultado extraordinariamente acima da média praticada no mercado.

4 – Remuneração da empresa baseada na entrada de novas pessoas para o negócio
A sua remuneração deve estar relacionada à venda de produtos e serviços. Se você estiver em um negócio em que o pagamento é diretamente proporcional ao número de novas pessoas que você traz para a empresa, cuidado, você pode estar em uma pirâmide financeira.

5 – Atividades parcialmente ou totalmente ilícitas
Antes de atuar em qualquer empresa, verifique se as operações empresariais estão registradas no Município, Estado ou União. Pesquise também se existem denúncias ou relatos sobre atividades irregulares relacionadas a companhia.

6 – Ausência da emissão de nota fiscal na compra ou venda de produtos/serviços
Toda empresa precisa prestar contas sobre a origem de seus produtos e serviços, sem isso, o negócio fica desvinculado de obrigações legais e, você, desprotegido diante de situações adversas.

7 – Utilização de plataformas de pagamento não constituídas legalmente no Brasil
Certifique-se que a empresa segue plataformas legais para pagamento e registro de operações.

8 – Contratos falhos ou leoninos
Fuja de cláusulas contratuais abusivas, em que existem itens inseridos unilateralmente num contrato que lesa os direitos da outra parte, aproveitando-se normalmente de uma situação desigual entre contratado e contratante.

9 – Motivação acima da razão
Acima de qualquer outro fator, desconfie de organizações que não possuem uma razão bem definida. Dentro de um negócio, a motivação é importante, mas não pode ser maior que a missão e razão social da empresa.

Fonte: Estadão

2019-12-20T14:52:33-02:00janeiro 26th, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Três coisas que você precisa saber para ser um empreendedor de sucesso

Entenda a importância de assumir uma postura mais assertiva para obter resultados para o seu negócio

Quais são as qualidades que fazem um empreendedor surpreendente? De acordo com Jerome Ternynck, fundador e CEO de SmartRecruiters, os empreendedores bem-sucedidos compartilham três atributos principais. Confira as dicas e veja como atuar de maneira mais assertiva em seu negócio:

Capacidade de liderança
Em algum momento, você verá algo que ninguém mais vê. Você será capaz de desenvolver uma visão baseada no que vê e, em seguida, convencer os outros a dedicar tempo e dinheiro para ajudá-lo a explorar oportunidades e opções.
Desenvolva uma cultura corporativa mais forte, identifique oportunidades e, em seguida, exerça a liderança necessária para gerar resultados.

Obstinação
A administração de um negócio é incrivelmente difícil e requer atenção cuidadosa aos detalhes. Dito isso, a dedicação, o empenho e a obstinação que o empreendedor dedica ao seu projeto é inversamente proporcional ao sucesso e aos resultados obtidos ao longo do tempo.

Resiliência
Não desista diante do primeiro obstáculo. Você tem de ser resiliente, tenaz e persistente, independentemente da situação em que se encontra.
Nenhuma grande empresa seria construída se seu empreendedor desistisse quando as coisas ficam difíceis.

Pelo contrário, quando as coisas ficam difíceis, permanecer obcecado e resistente pode levar seu ao sucesso.

Fonte: Fortune

2019-12-20T14:52:33-02:00janeiro 24th, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

Seis filmes sobre empreendedorismo para te inspirar

Não são apenas os livros ou a internet que nos apresentam novas informações sobre o empreendedorismo. Quem está pensando em começar o próprio negócio ou aprimorar as atividades do dia a dia encontra ótimos exemplos e histórias inspiradoras nos filmes e documentários.

Aproveite o começo de ano e invista em uma nova forma de aprendizado. Conheça seis filmes sobre empreendedorismo:

Burt’s Buzz

O documentário conta a vida Burt Shavitz, um excêntrico criador de abelhas que tornou-se dono de uma famosa marca de cosméticos naturais.

Iris

O documentário conta a história da empresária Iris Apfel, que é um ícone do mundo da moda. O filme interessa a todos que querem empreender na área de economia criativa, ao mostrar como essa mulher enfrentou barreiras e se manteve ativa até hoje.

Steve Jobs: Como ele mudou o mundo

Steve Jobs é uma das maiores referências para empreendedores interessados em inovação. Este documentário apresenta um pouco mais de sua história e a maneira ele se manteve firme mesmo quando ninguém mais acreditava no sucesso de sua empresa.

À Procura da Felicidade

O clássico, protagonizado por Will Smith, mostra a luta do personagem que transformou a sua vida por meio das vendas diretas e tornou-se um renomado vendedor em Nova York.

Joy

Aonde uma ideia pode te levar? Em Joy, o espectador se depara com a história da criadora de um esfregão como solução para facilitar o processo de limpeza da cas. O filme reconhece a importância daqueles que começam um negócio próprio do zero, sem ninguém que apoie sua ideia – mesmo os membros da própria família.

Julie e Julia

Fazer aquilo que se ama é o que move os empreendedores de sucesso. No filme, Julie larga a carreira no serviço público e investe em um sonho antigo e divulga sua nova atividade em um blog pessoal. A comédia mostra como a personagem obteve reconhecimento, encontrou um sentido para sua carreira, ao seguir aquilo que ela realmente ama fazer.

Fonte: Exame e PEGN

2019-12-20T14:52:34-02:00janeiro 6th, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , |

5 dicas para ter sucesso nas vendas no ano novo

Veja como melhorar a sua atuação do setor em 2017

Quais são seus planos para este novo ano? Todos desejamos novas oportunidades e sucesso na vida pessoal e profissional. Nesse contexto de renovação, as vendas diretas surgem como uma alternativa para aqueles que querem novos desafios e recolocações no mercado de trabalho.

Pensando naqueles que querem começar o ano novo com tudo, separamos cinco dicas para se ter sucesso nas vendas diretas em 2017. Confira:

1. Vá além das vendas
Não restrinja as suas atividades apenas à venda. Mantenha-se informado sobre a marca e a mercadoria que você oferece ao seu público. Procure maneiras de surpreender e de satisfazer as necessidades dos clientes.

2. Aproxime-se de seus clientes
Um dos segredos do sucesso de um vendedor direto é o relacionamento com o cliente. É fundamental manter-se próximo e presente, assim você pode garantir a fidelização do consumidor

3. Use as redes sociais
Explore os potenciais das redes sociais e da internet em geral para vender mais e para aproximar-se de seus clientes, agregando valor aos seus serviços.

4. Invista em Produtos de qualidade o tempo todo
Fique atento! Os clientes procuram por produtos de qualidade e se sentem muito à vontade para trocar de marca se assim acharem melhor. Proporcione experiências e produtos que dialoguem com o estilo de vida deles, que seja novo e moderno.

5. Seja otimista
Ser otimista é fundamental para manter-se motivado e inspirado nas vendas! Mesmo em tempos de crise, faça o melhor do seu trabalho, inove sempre e permaneça confiante.

2019-12-20T14:52:35-02:00janeiro 3rd, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |

Novos caminhos para a venda direta

Durante evento realizado em Brasília, especialistas discutiram a importância do setor para a vida das pessoas e para a economia nacional

Diante de uma plateia com mais de 120 pessoas, o jornal Correio Braziliense e a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) promoveram, no último dia 22,  o evento “Debate Empreendedorismo: A força da venda direta no Brasil”, em Brasília.

abevd

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ministro Ives Gandra, fez a abertura do evento, seguido da presidente da ABEVD, Ana Costa, destacando o impacto positivo que o setor tem promovido nas vidas de milhões de pessoas.

No decorrer de três painéis, David Legher (Avon), André Spínola (Sebrae), o ministro do TST, Guilherme Augusto Caputo, o deputado federal, Luiz Carlos Hauly, o diretor do Departamento de Fiscalização do Trabalho, do Ministério do Trabalho, João Paulo Ferreira Machado, Odmar Almeida Filho (Amway) e a fundadora da Rede Mulher Empreendedora, Ana Fontes, abordaram os impactos socioeconômicos, as legislações trabalhista e tributária e os impactos no setor, além da venda direta como oportunidade para as pessoas.

Uma das convidadas para o debate, Roberta Kuruzu, diretora executiva da ABEVD, ressaltou a força das vendas diretas e do poder que essas atividades têm de promover melhorias na vida das pessoas e na sociedade. “Com um contingente de 4,6 milhões de profissionais atuantes no setor e somando R$ 41,6 bilhões em volumes de negócios no ano de 2015, o segmento de vendas diretas é uma alternativa de renda rápida e democrática para todos”, destacou.

Fonte: Fecomércio e Correio Braziliense

2019-12-20T11:05:18-02:00dezembro 2nd, 2016|Categories: ABEVD News|Tags: , , , , , , , |

12 grandes segredos da comunicação

Conheça características que todo vendedor direto precisa ter

Quem já trabalha com vendas diretas sabe que o setor é muito mais do que comércio. É preciso saber a forma correta de se comunicar com o cliente, de apresentar o produto, de oferecer serviços. Para que tudo isso ocorra bem, é necessário dominar bem essa comunicação. Por isso, separamos 12 grandes segredos da comunicação que não são sempre citados, mas que valem muito.

Conecte-se com você mesmo
Para ser um grande comunicador você precisa, primeiro, saber quem você é e ter autoconfiança e acreditar na sua habilidade em se conectar com outras pessoas.

Fale com sinceridade
Nada funciona melhor do que ser sincero quando se comunica com alguém, assim como nada também é mais importante. Sinceridade é o pilar para se criar uma conexão.

Seja consistente
Viva o que diz e pratique o que você prega. Dessa forma, você alcançará mais espaço e obterá mais influência. Sua credibilidade vem da sua consistência de caráter.

Entenda o outro
Quando nos comunicamos, naturalmente queremos que a pessoa entenda o que estamos dizendo e aceite nossos argumentos. Porém, a comunicação de verdade envolve também entender o outro lado. Devemos aprender com as pessoas, e não apenas falar com elas.

Ouça de verdade
Preste atenção de verdade no que a outra pessoa está dizendo. Isso não apenas pode te dar mais ideias sobre o tema da discussão como também demonstra respeito e ajuda a construir uma conexão com a pessoa.

Não apresse respostas
Não perca tempo preparando mentalmente sua próxima resposta. No lugar, faça perguntas para esclarecimento e para garantir que você realmente entendeu o que a outra pessoa está querendo dizer.

Mostre respeito
Todo mundo, não importa o cargo ou posição social, merece ser tratado com respeito. Fale com os outros da maneira que gostaria que falassem com você. Respeito atrai respeito.

Tenha empatia
Tente, genuinamente, se conectar com as outras pessoas e encontre uma forma de se relacionar com elas. Trabalhar com pessoas, como é o caso das vendas diretas, demanda saber entender os motivos dos outros.

Saiba como perguntar
Uma das formas mais efetivas de comunicação é fazer perguntas. A habilidade de saber o que perguntar e ouvir atentamente as respostas é um enorme fator na construção de um grande comunicador.

Demonstre interesse genuíno
Uma coisa é se comunicar com pessoas porque você acredita ter algo a dizer, mas é ainda melhor se comunicar com elas porque você acredita que elas possuem algo a dizer.

Atente para sua linguagem não-verbal
Sua postura e tom de voz também fazem parte do que você está dizendo. Nossos corpos falam mais alto do que nossas palavras e, muitas vezes, podem passar uma mensagem que não queremos.

Comunicação é diálogo
Comunicar-se nunca deve ser um monólogo. Os melhores comunicadores sabem criar um diálogo, ouvindo e incentivando outros a se manifestarem.

2019-12-20T14:52:37-02:00novembro 30th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |