Início/Adicionar código antes da tag </head>. WFDSA

ABEVD mantém certificação Gold Status da WFDSA em 2019

ABEVD mantém certificação Gold Status da WFDSA em 2019

Condecoração mundial premia boas práticas da associação

 A Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) obteve, em 2019, a certificação Gold Status conferida pela World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA) às associações de vendas diretas ao redor do mundo.

Representada pela presidente executiva, Adriana Colloca, a ABEVD recebeu a condecoração no Encontro de Secretários da federação mundial, realizado na cidade de Milão, na Itália, na semana passada.

Sexto colocado no ranking de venda direta no mundo, o Brasil segue como um dos principais mercados do setor e as boas práticas desenvolvidas pela ABEVD fizeram com que a associação mantivesse o status conquistado em anos anteriores.

Gold Status – A WFDSA desenvolveu padrões organizacionais de desempenho e boas práticas para equiparar as características de governança e atendimento das associações de venda direta pelo mundo afora. Desta forma, a federação mundial busca fortalecer as entidades ao redor do mundo na busca pela excelência no trabalho desenvolvido e promoção da imagem da venda direta em todas as partes.

Entre os critérios analisados estão: padrões éticos, de independência e imparcialidade em relação ao seu quadro de associados e ao mercado, como por exemplo: exigir padrões éticos de seus associados, porta-voz independente, gestão executiva integralmente dedicada ao trabalho da associação, presença nas mídias sociais, contato direto com órgãos governamentais e imprensa, além de auditoria em sua conta bancária, entre outros.

“Esta certificação muito nos orgulha:  à ABEVD e a todo o setor de vendas diretas no Brasil. Ela ratifica que realizamos boas práticas, operamos de forma transparente e profissional à frente da associação. Com isso, podemos seguir cada vez melhores em busca de nossos objetivos,” ressalta Adriana Colloca, presidente executiva da ABEVD.

O setor de vendas diretas tem mais de 4 milhões de empreendedores independentes no Brasil e para assegurar que as empresas, revendedores e consumidores estejam sempre em harmonia, a ABEVD exige que seus associados sigam o Código de Ética com critérios rígidos a fim de manter a consonância do mercado.

Fonte: Lvba

2019-12-20T14:26:54-03:00junho 4th, 2019|Categories: ABEVD News|Tags: , , , , |

ABEVD mantém certificação Gold Status da WFDSA em 2019

Condecoração mundial premia boas práticas da associação

 

A Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) obteve, em 2019, a certificação Gold Status conferida pela World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA) às associações de vendas diretas ao redor do mundo.

Representada pela presidente executiva, Adriana Colloca, a ABEVD recebeu a condecoração no Encontro de Secretários da federação mundial, realizado na cidade de Milão, na Itália, na semana passada.

Sexto colocado no ranking de venda direta no mundo, o Brasil segue como um dos principais mercados do setor e as boas práticas desenvolvidas pela ABEVD fizeram com que a associação mantivesse o status conquistado em anos anteriores.

Gold Status – A WFDSA desenvolveu padrões organizacionais de desempenho e boas práticas para equiparar as características de governança e atendimento das associações de venda direta pelo mundo afora. Desta forma, a federação mundial busca fortalecer as entidades ao redor do mundo na busca pela excelência no trabalho desenvolvido e promoção da imagem da venda direta em todas as partes.

Entre os critérios analisados estão: padrões éticos, de independência e imparcialidade em relação ao seu quadro de associados e ao mercado, como por exemplo: exigir padrões éticos de seus associados, porta-voz independente, gestão executiva integralmente dedicada ao trabalho da associação, presença nas mídias sociais, contato direto com órgãos governamentais e imprensa, além de auditoria em sua conta bancária, entre outros.

“Esta certificação muito nos orgulha:  à ABEVD e a todo o setor de vendas diretas no Brasil. Ela ratifica que realizamos boas práticas, operamos de forma transparente e profissional à frente da associação. Com isso, podemos seguir cada vez melhores em busca de nossos objetivos,” ressalta Adriana Colloca, presidente executiva da ABEVD.

O setor de vendas diretas tem mais de 4 milhões de empreendedores independentes no Brasil e para assegurar que as empresas, revendedores e consumidores estejam sempre em harmonia, a ABEVD exige que seus associados sigam o Código de Ética com critérios rígidos a fim de manter a consonância do mercado.

Fonte: Lvba

2019-12-20T14:28:27-03:00junho 4th, 2019|Categories: ABEVD News|Tags: , , , , |

DSA of Brazil Update

A ABEVD foi destaque na edição de janeiro/fevereiro da Newsletter da World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA). Veja o texto, em inglês, abaixo:

Building on the success of the 2018 initiatives which included the first Annual Direct Sales Meeting and the Ethics and Compliance Seminar amongst other things, in 2019, the DSA of Brazil will continue to focus its work on various events with opportunities to exchange ideas during various industry networking events.

The second Annual Meeting will be held in May and will bring together senior executives, government officials and other attendees from other parts of the world. It will be a great opportunity to meet friends, discuss challenges and network with friends.

The DSA of Brazil is currently working on the creation of e-learning and face-to-face training courses to disseminate knowledge on relevant topics in direct selling. It also has intensified social media presence and has launched a YouTube Channel which will also feature videos with tips and stories from those who make direct selling an inspiring industry.

Furthermore, the DSA created the Committee of Institutional Affairs and Benefits for the sales force and independent entrepreneurs. The Benefits Club is an opportunity for independent entrepreneurs to have access to advantages and benefits. The DSA hired a new Code Administrator – Derraik and Menezes Associados.

“The year of 2018 was full of challenges and learnings. I believe that as an association we will be more present and representative and there is still a long way to go. In 2019, may we have even more good stories to share, showing the strength of the direct selling sector and how it transforms the lives of millions of people throughout Brazil!” says Adriana Colloca, Executive President.

Fonte: World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA)

2019-12-20T14:47:22-03:00fevereiro 4th, 2019|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , |

Vendas diretas crescem no mundo inteiro, mostram dados da WFDSA

Relatório apresentado pela WFDSA, no encontro realizado em San Diego, no mês de junho, aponta que o setor de vendas diretas vem crescendo anualmente ao redor do mundo.

O número de representantes diretos passou de 114 milhões, em 2016, para 117 milhões, no ano passado, alta de 2,6%, um recorde para o setor.

Em relação ao volume de negócios, as vendas diretas também registraram recorde ao redor do mundo. Entre 2016 e 2017, houve uma alta de 1,6%, passando de US$ 186,7 bilhões para US$ 189,6 bilhões.

Brasil no cenário mundial – Com R$ 45,2 bilhões em volumes de negócios e 6% da participação mundial, o país manteve-se como líder do setor em toda a América Latina. O resultado garantiu a 6ª colocação no ranking de vendas diretas no mundo atrás apenas de Estados Unidos, China, Coreia, Alemanha e Japão.

Produtos mais vendidos no mundo – A pesquisa da WFDSA mostra que a comercialização de produtos de bem-estar chegou a 34% em 2017, superando a categoria de cosméticos que registrou 32% no ano passado.

Fonte: ABEVD

2019-12-20T14:40:16-03:00julho 13th, 2018|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , |

O futuro é nosso: Veja o que aconteceu no 15º Congresso Mundial da WFDSA

Em encontro realizado em Paris, executivos discutiram a importância do setor para a economia mundial e as perspectivas para o futuro

Entre os dias 1 a 3 de outubro, aconteceu em Paris o 15º Congresso Mundial da WFDSA – World Federation of Direct Selling Associations, que teve como tema “Own the Future” – O futuro é nosso, em tradução livre, em Paris.
Um programa de prestígio e a participação de palestrantes internacionais de alto nível permitiram que o evento atingisse seus objetivos principais: fortalecer o orgulho de pertencer às vendas diretas e de desempenhar um papel importante nas economias globais.

22228182_1444563072278826_1157432843610816639_n

Segundo a WFDSA, a venda direta é um canal de distribuição crescente e em constante mudança, atende as altas expectativas dos consumidores, fornecendo produtos e serviços de qualidade e consultoria personalizada fora de um estabelecimento comercial. Esta forma de marketing é o terceiro canal de distribuição ao lado das vendas em lojas e vendas à distância.

Com números surpreendentes, em 2016, as vendas diretas totalizaram 183 bilhões de dólares de negócios no mundo, com mais de 107 milhões de pessoas envolvidas.

O 15º Congresso Mundial teve como foco as oportunidades e desafios à frente da venda direta para os próximos anos e permitiu que os participantes trocassem opiniões e melhores práticas sobre como novas tecnologias, novos modelos de negócios e novas habilidades gerenciais afetarão as empresas do setor.

22195607_1444563002278833_5458540114382131818_n
Dentro da programação do evento, foi realizada a eleição e posse do novo Chairman da WFDSA – Sr. Magnus Brännström (CEO da empresa Oriflame), que assume a posição deixada por Doug Devos – CEO da empresa Amway.

22228097_1444563075612159_890008960729590265_n
O mandato de Magnus terá duração até o ano de 2020 e as diretrizes que nortearão sua gestão nos próximos 3 anos são:

  • Fortalecer o orgulho de pertencer às vendas diretas: O setor nunca esteve tão moderno como agora. As empresas estão investindo em alta tecnologia e modernização, além de estarem inovando com o uso das redes sociais como ferramenta a favor do setor – encurtando distâncias e treinando suas equipes;
  • Economia compartilhada: Paradigmas de massa serão trocados, tais como modo e estilo de vida, trabalho, bancarização e modo de consumir. O setor está se preparando para a economia compartilhada.

O futuro da venda direta é muito brilhante e otimista! Para 2018, a WFDSA focará em:

  • Fortalecer a imagem da Venda Direta no mundo;
  • Promover a ética junto as empresas filiadas das Associações do mundo inteiro incluindo distribuidores e consumidores;
  • Melhorar processos e estruturas da WFDSA e das Associações;
  • Fortalecer a integração e o alinhamento das empresas de Vendas Diretas;
  • Comunicar de maneira simples, transparente e moderna;
  • Reforçar a ética.

A presidente executiva, Valéria Rossi, a diretora executiva, Roberta Kuruzu, e a diretora de assuntos institucionais, Adriana Angelozzi, representaram a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas durante o Congresso Mundial.

22221989_1444563502278783_8005523519446353632_n
Com isso, reforçaram a importância da filiação às associações nacionais como a ABEVD e a WFDSA, uma vez que traz credibilidade, branding, apoio institucional para um ambiente empresarial mais sólido, além de uma voz neutra e unificada do setor. E, não menos importante, oferece uma rede de alto nível para compartilhamento de conhecimento.

2019-12-20T14:51:12-03:00outubro 30th, 2017|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

Fique por dentro do 15º Congresso Mundial da WFDSA

Encontro discutirá os desafios e as oportunidades das vendas diretas para os próximos anos e viabilizará a troca de informações entre os participantes.

O XV WFDSA World Congress, um dos principais eventos da Federação Mundial das Associações de Vendas Diretas (WFDSA – World Federation of Direct Selling Associations), acontecerá em 1, 2 e 3 de outubro de 2017, em Paris. Neste ano, serão discutidos os desafios e as oportunidades do mercado de vendas diretas até o ano de 2025.

Além disso, o congresso contará com representantes de associações de vendas diretas, executivos de empresas associadas, membros do governo, acadêmicos e imprensa de todo o mundo.

O principal objetivo do encontro é proporcionar aos participantes uma experiência de compartilhamento de visões e experiências sobre as melhores práticas nas vendas diretas. Ressaltar a importância de agregar novas tecnologias aos processos tradicionais também estará em pauta no evento, que se propõe a desenvolver as habilidades de gestão e impactar positivamente os negócios do setor.

2019-12-20T11:03:38-03:00setembro 10th, 2017|Categories: ABEVD News|Tags: , , , |

Congresso mundial de 2017 da WFDSA já está com inscrições abertas

Programada para outubro, em Paris, evento tratará diversos tópicos sobre o setor de vendas diretas

O WFDSA World Congress XV, um dos principais eventos da Federação Mundial das Associações de Vendas Diretas (WFDSA – World Federation of Direct Selling Associations), já está com inscrições abertas. Agendada para os dias 1, 2 e 3 de outubro de 2017, o congresso contará com representantes de associações de vendas diretas, executivos de empresas associadas, membros do governo, acadêmicos e imprensa de todo o mundo.

Durante o evento, que terá a cidade de Paris como sede, serão discutidos os desafios e as oportunidades do Mercado de vendas diretas até o ano de 2025 e possibilitará aos participantes compartilharem visões e melhores práticas sobre como as novas tecnologias, desenvolvimento legal e habilidades de gestão impactarão em seus negócios.
Tendo como tema “”Rendezvous with the Future” (“Encontro com o futuro”, em português), o congresso já abriu as inscrições por meio do site www.wfdsa2017paris.com

O site também disponibiliza, em inglês, informações sobre os organizadores, todo o programa dos três dias do evento e de seus palestrantes. Os 200 primeiros inscritos terão direito a tarifas especiais.

2019-12-20T14:52:39-03:00novembro 3rd, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

Evento comemora os 20 anos da ACOVEDI

ABEVD esteve presente na comemoração, realizada entre os dias 15 e 17 de setembro

A Associação Colombiana de Vendas Diretas (ACOVEDI) preparou evento especial, entre os dias 15 e 17 de setembro, na cidade de Cartagena, em celebração de seus 20 anos. Com um crescimento de 7.8% no ano passado e 2,1 milhões de revendedores no setor, a associação conta hoje com 28 empresas de vendas diretas e uma fornecedora como membros. O destaque do evento foi o plebiscito sobre o Acordo de Paz para o término do conflito e para construção de uma paz estável e duradoura com as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). O ex-vice-presidente e atual embaixador da Colômbia em Cuba, Gustavo Bell, também esteve presente.

A ABEVD, na figura da diretora-geral Roberta Kuruzu, esteve representando o Brasil no painel “Os desafios das Associações de Vendas Diretas”, ao lado de Miguel Arismendi (WFDSA – LATAM Advisory Council), Patrícia Cerra (Diretora Executiva da ACOVEDI), Maria Fernanda Léon (Diretora Executiva da AEVD – Equador), Jacques Cosnefroy (Diretor Executivo da FVD – França) e Milka Ortiz (Diretora Executiva da AOSEM- Bolívia). Temas regulatórios, legais, os impactos da tecnologia para o negócio na Venda Direta e sobre empresas de serviços no canal foram debatidos.

Roberta falou sobre os desafios quanto aos impactos das novas tecnologias e serviços no setor no Brasil. Por sua vez, a Colômbia tratou de sua legislação multinível, enquanto o Equador falou sobre os riscos trabalhistas, previdenciários e regulatórios. Já a Bolívia comentou sobre os desafios de uma associação muito pequena e de seus esforços para proteção da excelente reputação que o setor tem naquele país”, resumiu a diretora-geral da ABEVD.

2019-12-20T14:53:31-03:00outubro 6th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

WFDSA reúne associadas para debater o setor

Série de eventos discutiu novidades e tendências para as vendas diretas

A ABEVD esteve recentemente representando o Brasil em diversos encontros promovidos pela World Federation Of Direct Selling Associations (WFDSA) e Direct Selling Association nos Estados Unidos e Suécia com o objetivo de debater as últimas tendências e números do setor. Além disso, foram alinhados novos estudos, dados e pesquisas com as associadas para que possam definir planos e estratégias.

Entre os destaques, foram discutidos estudos sobre economia colaborativa, como lidar e quais as perspectivas sob o ponto de vista das empresas. “Hoje uma realidade, a economia colaborativa já se faz presente no mercado brasileiro, e a venda direta sempre esteve inserida nesse conceito de relações e interações com base na confiança e recomendação”, diz Roberta Kuruzu, diretora executiva da ABEVD e que esteve presente aos eventos. “A venda direta já nasceu social”, continua.

Outra tendência é a observação de uma mudança de pensamento nos mais jovens, principalmente americanos, hoje em busca de independência e flexibilidade do trabalho autônomo. “Os Millennials, como são chamados, procuram mais significado naquilo que fazem e as vendas diretas sempre estiveram à frente de todas as mudanças. O pensamento do setor é se dedicar para receber esses novos representantes”, conclui Roberta.

2019-12-20T14:53:32-03:00setembro 29th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , |

O poder da venda direta

A venda por relacionamento, além de ser um grande atrativo para revendedores, também pode ser uma grande ferramenta de engajamento social

Uma das críticas mais comum ao setor de vendas diretas se refere à sustentabilidade do negócio, ou seja, a capacidade de gerar lucro para os revendedores. No entanto, o número de pessoas que aderem a esse modelo de negócio segue crescendo. Segundo dados da World Federation of Direct Selling Associations, em 2015, mais de 103 milhões de pessoas atuam nesse mercado, um aumento de 4,4% em relação ao percentual anterior. Mas se o setor de venda direta atrai tanta gente assim, será mesmo que não é sustentável?

Engajamento com a comunidade
Sem dúvida nenhuma, um dos grandes desafios da indústria é ressaltar o impacto da venda direta na economia e na vida das pessoas. Para tanto, o CEO da Herbalife, Michael O. Johnson, acredita que as empresas devem promover e incentivar o engajamento da força de vendas com a comunidade para fortalecer a indústria. “Nossos revendedores devem interagir com governos locais, representantes locais, ter um espírito de comunidade, participar da vida pública local. Trabalhar pela e para a comunidade”, diz ele.

Michael ressalta ainda que as empresas e sua força de vendas devem se fazer presente localmente, não apenas para vender seus produtos, mas para ajudar a comunidade. E construir essa relação leva tempo, mas quando essa conexão existe, fortalece o setor.

Corrente do bem
A venda direta, por ser baseada nas relações entre as pessoas, possui uma influência relevante sobre a vida de seus clientes. Dessa forma, porque não usar essa capacidade para promover mudanças em toda sociedade?

Esta é a visão de Alessandro Carlucci, ex- CEO da Natura e ex presidente da WFDSA. “A Natura alcançou a marca e 1,5 milhão de consultoras e consultores. Imagina todas as empresas de venda direta juntas, qual é o poder de influência, na sociedade? Não estou falando só de vender produtos, mas ajudar as pessoas a viverem melhor, a serem melhores”, diz Carlucci.

“Nós temos uma indústria muito poderosa nas mãos. Uma indústria poderosa economicamente e socialmente. Vamos usar esse poder”, finaliza Carlucci.

2019-12-20T14:03:51-03:00junho 24th, 2016|Categories: ABEVD Clipping|Tags: , , , , |
Ir ao Topo