Software estabelece correlações entre palavras digitadas e as terminologias corretas usadas nos e-commerces

Grandes varejistas no Brasil e no exterior contam com ferramenta genuinamente brasileira para impulsionar vendas on-line. Foi desenvolvida pela startup Simplex, que utiliza inteligência artificial para identificar termos e expressões mais usados por consumidores nos mecanismos de busca e sugerir aqueles que eles estão procurando na página do site de um e-commerce.

O sistema da Simplex basicamente monitora e identifica como as pessoas buscam produtos na internet e, a partir dos termos e expressões usados, estabelece correlações com as terminologias corretas usadas nos e-commerces e sugere os produtos nas páginas dos varejistas. Normalmente, o consumidor usa “geladeira prateada em promoção”, por exemplo, para descrever o produto em sua busca na internet. O que a ferramenta faz é correlacionar essa expressão com “refrigerador de 350 litros em inox, 110 volts” ou algo mais técnico utilizado pelo e-commerce.

João Lee, sócio fundador da Simplex, explica que, com base nesse acompanhamento, o sistema cria uma landing page automaticamente com os produtos que o consumidor está buscando, com layout idêntico ao do e-commerce. “Na prática, o sistema analisa expressão por expressão e verifica, utilizando árvore de categoria, sistemas de busca e até mesmo outras páginas já existentes, se há alguma correspondência nos sites dos e-commerces. Daí ele avalia se o termo usado tem correlação com algum produto e gera uma pontuação. Se esse escore indicar que há uma correlação forte, o sistema automaticamente constrói a página, seleciona o produto e coloca no ar”, detalha.

De acordo com Lee, além de trazer um faturamento extra para os varejistas, o uso dessa inteligência possibilita melhores ofertas e promoções, além do gerenciamento eficaz do estoque e das entregas.

Fundada há cerca de três anos, a startup faturou em 2019 R$ 2,5 milhões e a estimativa para este ano é chegar a R$ 4 milhões.

Fonte: Valor Econômico