Apesar do bom crescimento, o resultado é o pior dos últimos três anos, reflexo do atual cenário de desemprego alto e redução pela metade do auxílio emergencial, aponta economista da entidade

As vendas em lojas de rua e shopping centers de todo o país no fim de semana da Black Friday (27 a 29 de novembro) tiveram aumento de 6,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio. É a primeira vez neste ano que uma data comemorativa do varejo registra crescimento na comparação com 2019.

Também houve ligeiro crescimento de 0,6% na semana, de 23 a 27 de novembro, na análise com o período de 25 a 29 do mesmo mês em 2019.

Segundo o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, os números positivos mostram uma melhora no varejo no segundo semestre, tendência que havia sido indicada pelos resultados do Dia das Crianças. “A reabertura do comércio e o aumento da massa de renda da população, com a liberação da primeira parcela do 13º salário, ajudaram a registrar índices positivos pela primeira vez em 2020. A retomada das atividades econômicas se refletiu numa melhora gradual, até termos o dado da Black Friday”, diz Rabi.

O economista também faz um alerta. “Apesar do bom crescimento, o resultado é o pior dos últimos três anos, reflexo do atual cenário de desemprego alto e redução pela metade do auxílio emergencial. A situação está melhor do que no início da pandemia, mas é preciso ter cautela e aguardar outros resultados para sinalizarmos uma retomada mais acelerada da economia”, conclui.

Fonte: Valor Econômico