Apesar da expansão do faturamento, o comércio varejista ainda não está no patamar pré-pandemia, quando excluída a inflação

Dados do Índice Cielo do Varejo Ampliado mostram que, descontada a inflação, as vendas no varejo em maio cresceram 6,9% no comparativo com o mesmo período do ano passado. Os segmentos que mais se destacaram foram “Vestuário”, “Postos de Gasolina” e “Turismo e Transporte”.

De acordo com Diego Adorno, gerente de produtos de dados da companhia, os resultados de maio do ano passado foram afetados por medidas de restrição ao comércio relacionadas à pandemia de Covid-19, favorecendo maio deste ano na comparação.

Apesar da expansão do faturamento, o comércio varejista ainda não está no patamar pré-pandemia, quando excluída a inflação.